ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

25 de junho de 2018

A Noiva de Cristal estreia no Sesc Santo Amaro

Figura 1 - Cena do espetáculo A Noiva de Cristal - Foto de Edézio Paz

Montagem traz a atriz Ana Guasque, que interpreta a noiva abandonada; o espetáculo, baseado em uma história real, é ambientado na década de 1950 e põe luz sobre o movimento antimanicomial

Escrita e dirigida pelo carioca Márcio Azevedo, ela tem ótima interpretação de Ana Guasque e uma essencial participação de Joana Izabel. (...) Os melhores elogios se devem fazer ao trabalho de Ana Guasque nesse espetáculo pelo modo como a atriz venceu o desafio de construir personagem tão difícil.
Rodrigo Monteiro – A Crítica Teatral

Estreia dia 29 de junho, no Sesc Santo Amaro, o espetáculo “A Noiva de Cristal”, que tem texto e direção do carioca Márcio Azevedo, locução em off de Marcos Breda, e um elenco composto pela atriz e bailarina Ana Guasque - que atuou das novelas “A Força do Querer” e “Boogie Oogie” na TV Globo, e que também está em cartaz com “Vamos Falar de Amor, Amor?” e com a peça infantil “A Bruxa Morgana Contra o Infalível Senhor do Tempo” - Thaís Petzhold, Denis Antunes e Carol Vetori. A temporada vai até 22 de julho.

“A Noiva de Cristal” é ambientada na década de 1950 e conta o drama de Dulce (Ana Guasque), que após ter sido abandonada às vésperas do casamento, sofre um rompante emocional. A família, sem saber como lidar com seu sofrimento, internou-a em uma clínica psiquiátrica, onde ficou até a morte.

Inspirada na história real do diretor Márcio Azevedo e de sua família, a dramaturgia reúne também fragmentos de textos de Fernando Pessoa, Carlos Drummond de Andrade, Florbela Espanca, Machado de Assis, Castro Alves, Luiz de Camões, Chico Buarque, Shakespeare, Oscar Wilde, Freud, Bilac, Rimbaud, Miguel de Cervantes, Sócrates e Balzac.

A dramaturgia do espetáculo também traz temas como amor, rejeição e traição, questionando os limites, a loucura, a sanidade, a aceitação da diversidade e as convenções sociais, além de promover um importante debate a respeito da saúde mental, movimento antimanicomial e a reforma psiquiátrica. Mas acima de tudo, A Noiva de Cristal é um grande elogio ao amor.

SINOPSE

O autor compila fragmentos de textos de diversos autores e inserções poéticas para contar a história de Dulce e Fernando, debatendo temas como amor, rejeição, traição e mentira, questionando os limites das relações amorosas e os limites entre a loucura, a sanidade e as convenções sociais.



CONCEPÇÃO
 
Drama. A história se passa em um quarto de uma clínica psiquiátrica e questiona até que ponto é permitido a um indivíduo interferir no destino de outro; o quanto uma simples mentira para um, pode condenar para sempre a vida do outro.

Dulce viveu um rompante emocional após ter sido supostamente abandonada pelo noivo, foi internada e ali viveu até o fim de sua existência.

Dulce, generosamente, nos convida a conhecer este grande amor que nos envolve, nos transborda e sobretudo nos transforma, nos conectando com o momento histórico da década de 50, em um cenário marcado pela estigmatização e banalização do conceito de loucura e opressão às mulheres, onde todos os que eram considerados um pouco diferentes, eram excluídos, enclausurados para que ficassem distantes dos olhos da sociedade.

Também deve-se levar em consideração a própria caminhada de avanço e progresso da psiquiatria, que ainda estava em busca de medicações adequadas que pudessem suprir às necessidades psíquicas daqueles que eram considerados doentes mentais.

A peça acontece dentro de uma clínica psiquiátrica e convida o público a navegar pelo tempo até a conjuntura atual, marcada pela perda de direitos e avanço do conservadorismo, abordando temas críticos como legalização do aborto, homofobia e transfobia de uma sociedade machista, binária, heteronormativa e patriarcal. O espetáculo também apoia os direitos das mulheres e debate questões de importância a respeito das necessidades da Reforma Psiquiátrica e antimanicomial, nos conduzindo à reflexão sobre o quanto ainda realizamos segregações das diferentes formas de existir.

SOBRE A NOIVA DE CRISTAL

A Noiva de Cristal estreou em 16 de novembro de 2017, no Teatro Bruno Kiefer na Casa de Cultura Mário Quintana, em Porto Alegre, em coprodução RJ – RS.

As apresentações foram acompanhadas de debates após os espetáculos, contando com a presença dos seguintes profissionais: Denise Crawshaw Pellin – Cônsul Honrária Britânica no RS, Adriana Ribeiro de Lima – Cônsul de Portugal no RS, Maria Helena Nunes – Antropóloga PHD, Sônia Guasque – Assistente Social, Jeremias Wickert – Psicólogo, Vitória Guasque – Psicológa, Pâmela Bratz – Assistente Social – CAPS, Jorge Aguiar – Fotógrafo Documental no Manicômio Judiciário RS, Michele D’Ávila e Dji D’Ávila – Terapeutas de Constelação Familiar, Nilson Lemos – Diretor da Clínica Psiquiátrica Santa Tecla, Mariele Inghes – Psicóloga e Master Coach

O espetáculo voltou em cartaz no dia 01 de março de 2018 em Porto Alegre, mantendo-se em cartaz até o dia 11 do mesmo mês, no Teatro do Centro Histórico e Cultural Santa Casa. Após algumas apresentações foram realizados debates com: Donaldo Schuller (professor e escritor), Marisa Lubisco (Psicóloga), Nélio Tombini (Psiquiatra)

Em 23 de março, o espetáculo entrou em cartaz no Teatro Glauce Rocha, no Rio de Janeiro, ficando em cartaz até dia 01 de abril. A estreia teve lotação esgotada e todos os dias de apresentações com teatro lotado.

FICHA TÉCNICA
Texto e Direção: Márcio Azevedo
Elenco: Ana Guasque, Thaís Petzhold, Denis Antunes e Caroline Vetori.
Locução in off: Marcos Breda
Design de Luz: Bathista Freire e André Winosviski
Cenografia: Zoé Degani
Figurinos: Zoé Degani, Márcio Azevedo e Anderson Ferreira
Fotógrafos: Jorge Aguiar, Andrea Mirati e Edézio Paz
Assistente de Direção: Fabrício Zavareze e Caroline Vetori
Trilha Sonora Pesquisada: Márcio Azevedo
Operação de Luz: Bathista Freire e André Winovski
Operação de Som: Simone Pinheiro
Arte Gráfica: Gabriela Cima
Costuras: Atelier de Costuras Lori Peruzzo
Produção e Realização: Ana Guasque Artes & Entretenimentos e Sete Marias Produções

SERVIÇO
A NOIVA DE CRISTAL
Quando: De 29/06 a 22/07 | Horário: Sextas e sábados, às 21h; domingos, às 18h.
Local: Teatro (1º andar). Capacidade de 279 lugares.
Duração: 80 minutos | Classificação: 16 anos
Ingressos: R$ 30,00 (inteira); R$ 15,00 (estudantes, +60 anos e aposentados, pessoas com deficiência e servidores da escola pública) e R$ 9,00 (Credencial Plena válida: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculados no Sesc e dependentes).

SESC SANTO AMARO
Bilheteria e horário da unidade: Terça a sexta, das 10h às 21h30. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h30.
Endereço: Rua Amador Bueno, 505. | Acessibilidade: universal.
Estacionamento da unidade: R$ 5,50 a primeira hora e R$ 2,00 por hora adicional (Credencial Plena); R$ 12,00 a primeira hora e R$ 3,00 por hora adicional (outros).
Preço único mediante apresentação de ingresso (a partir das 18h): R$ 7,50 (Credencial Plena) e R$ 15,00 (outros).
Disponibilidade: 158 vagas para carros e 36 para motos. A unidade possui bicicletário gratuito.
A NOIVA DE CRISTAL - TRECHO DA PEÇA 01

Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis