ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

6 de junho de 2018

30 Mentes Diferentes: Ela teve câncer aos 35 anos e mudou sua vida - e de outras mulheres - para melhor

30 Mentes Diferentes - Rae,MP - Décima Mente Diferente

“O câncer, se não mata, embeleza. (...) A pessoa pode perder tudo: o dente, o cabelo, o marido, mas nunca pode perder a esperança”.

O Instituto Quimioterapia e Beleza nasceu de uma página do Facebook criada em outubro de 2012, após Flávia ter o diagnóstico, pesquisar sobre o assunto na internet e perceber que não havia até então qualquer informação a esse respeito. Depois de perder o emprego, o namorado e ver seus amigos se afastando cada vez mais, pois não sabiam como lidar com a situação, Flávia resolveu ir atrás das informações, buscando na internet diversas formas de amarrar lenços e pedindo a amigos maquiadores algumas dicas de “makes” para pacientes com câncer.

Foi aí que ela decidiu criar a página no Facebook, a qual se tornou uma ponte de comunicação entre ela e seus amigos. Não só deu certo, como superou suas expectativas: quebrou o gelo com eles e foi o embrião do instituto.

Com a hashtag #nadadetristeza, Flávia postava os vídeos da primeira quimioterapia, da queda do cabelo e de outras situações pelas quais ela passou. Hoje, o instituto não só oferece aulas de automaquiagem para pacientes com câncer, como também dá a elas uma necessaire com maquiagem e ensaios fotográficos, além de viabilizar diversos projetos. O maior deles é o Banco de Lenços Flávia Flores, que arrecada lenços para doar a essas pacientes.

O grande desafio do Quimioterapia e Beleza é encontrar um espaço para dar essas aulas, que hoje acontecem no escritório de um amigo. Conseguir esse lugar se torna não só o desafio, mas também o sonho de Flávia.

No entanto, o sonho não para por aí. Sonhar, ela sonha com muitas coisas e alto. Além de internacionalizar o projeto, pois não existe nenhum do gênero fora do país, ela deseja trazer de volta o sorriso que elas acabam perdendo durante o tratamento. Nesse período, não é só o cabelo que cai: caem dentes e unha também. Por isso, é importante englobar tudo. Esse é um projeto que a Flávia sonha em implantar no instituto Quimioterapia e Beleza.

Mais do que a força necessária para superar a doença, ela se reinventou e descobriu que tinha uma missão linda pela frente. Pensar no outro e ajudá-lo sem querer nada em troca fazem parte da característica de poucos.

É isso que torna Flávia Flores uma mente diferente.
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis