ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

26 de abril de 2018

Pagode da Ofensa apresenta novos quadros para 2018

Esq.p/Dir: Leandro Sanches (Lelê), Charles Allama (Xaxá), Eros Prado e Vinícius Senfrini (Tata) – Foto: Guilherme Mello

Com mais de 800 milhões de visualizações, humoristas inovam e apresentam novos quadros no canal do YouTube

Nada é por acaso, e a união de Eros Prado, Charles Allama (Xaxá), Vinícius Senfrini (Tata) e Leandro Sanches (Lelê) está dando o que falar com o Pagode da Ofensa. Com mais de 3,6 milhões de inscritos no canal do YouTube, 935 mil no Facebook, o grupo gerou mais de 800 milhões de visualizações de seus vídeos pela internet e viaja o Brasil com o “Pagode da Ofensa O show de Humor”.

O Pagode da Ofensa surgiu em 2013 e era quadro fixo no programa Pânico na Band, exibido aos domingos. Em 2016 o quadro saiu da televisão e foi para a internet, tendo uma repercussão além da esperada “O crescimento do canal foi muito além do que imaginávamos, batemos estes números em menos de dois anos. Na internet temos mais liberdade de gerar conteúdo e estarmos mais próximos do nosso público”, diz Tata, Vinícius Senfrini.

Da internet para os palcos. Os seguidores sempre pediam shows, com brincadeiras ao vivo. Assim surgiu a ideia do “Pagode da Ofensa, o Show de Humor” que, em 2017, começou a viajar pelo Brasil e hoje já ultrapassa mais de 50 cidades visitadas. Os humoristas levam ao palco os quadros que executam no canal do YouTube como “As Paródias da Ofensa”, “Cantadas da Ofensa”, “Duelos de Rimas” e a gravação do momento mais esperado da noite, o “Trotes da Ofensa”, onde o público tem a oportunidade de trolar os próprios amigos.

Ainda em 2017 o Pagode da Ofensa foi contratado para fazer o primeiro vídeo em terras internacionais, o destino? Portugal! “Foi uma experiência muito legal, e lá a gente foi mais reconhecido do que aqui no Brasil! Conseguimos fazer um conteúdo muito engraçado, pois muitos gringos não entendiam o que fazíamos lá. Então falávamos que a gente era do Brasil e pronto, eles já dançavam achando que era apenas música, mas, na verdade, estávamos zuando em português”, diz Charles Allama, Xaxá.

Irreverente e dinâmico, o Pagode da Ofensa tem hoje uma pegada mais leve do que estavam acostumados a fazer no início da carreira. O grupo se adapta aos diversos ambientes e veículos de comunicação mantendo o mesmo objetivo: diversão. Para Eros Prado “ganhamos mais liberdade depois que fomos para a internet, mas também mais responsabilidade. Então temos mais cuidado com o conteúdo para que isso não se torne contra o Pagode da Ofensa. Um exemplo de vídeo que fizemos foi o da Parada Gay. Todos achavam que seria homofóbico, que seria agressivo...primeiro que nenhum do grupo é homofóbico, segundo que a nossa intenção era brincar com todo mundo. E foi um dos vídeos mais legais que fizemos, pois todos caíram nas brincadeiras e levaram super de boa”.

E tem novidade chegando por aí. Preocupados com o público, o Pagode da Ofensa sempre cria conteúdos diferentes para fidelizar os seguidores e levar cada vez mais gente ao canal. Neste ano, o grupo promete novos formatos de vídeos como o quadro “Acordando Famosos”, “Telemensagens da Ofensa”, “Tinder da Ofensa” e outros. Para dar uma apimentada nos temas, o Pagode da Ofensa fará gravações em uma praia de nudismo e na Argentina durante a Copa do Mundo 2018.

Quem são os integrantes do Pagode da Ofensa?

Eros Prado
Ator e humorista


Tem um humor muito dinâmico, com experiências em animação em Resorts, tem o “feeling” para saber como agradar diferentes tipos de públicos. Com passagens de sucesso em programas distintos como Pânico na Band (Humor jovem), onde se destacou com o personagem “O inconveniente”, e Praça é Nossa (Humor tradicional). Em canal fechado faz trabalhos no Multishow, em programas de humor ( Ceará fora da casinha, Treme Treme) e Comedy Central (República do Stand-up). Criador do “Pagode da Ofensa”, juntou seus amigos e no YOUTUBE tem o canal de humor “Pagode da Ofensa na Web”, que reúne mais de 300 milhões de visualizações em seus vídeos. Eros se destaca por ter coragem e cara de pau para fazer piadas de cara a cara com seu público, sem pudor!

Charles Allama (Xaxá)


Nascido no Rio Grande do Sul na cidade de Guaíba, Xaxá mora há 10 anos em Campinas, São Paulo. É um comediante/radialista/diretor/ator de 27 anos. Formado em Rádio e Tv, começou sua carreira em veículos de comunicação do interior de São Paulo, e faz parte do elenco do programa algazarra da rádio Educadora Fm há 5 anos. Já dirigiu documentários sobre comunicação, além de dar palestras sobre o tema. No grupo Pagode da Ofensa, além de fazer piadas, é o responsável pela parte técnica e pela distribuição do conteúdo nas redes sociais. Tem seu canal próprio no youtube (#deuruim), que é um quadro que ele mesmo produz na rádio e que, de uma maneira irônica, conta histórias engraçadas dos ouvintes.

Leandro Sanches (Lelê)


Nascido em São Paulo, 27 anos, formado em administração, Lelê sempre esteve envolvido com música. Aos 12 anos montou sua primeira banda de rock e, aos poucos, foi descobrindo que a sua paixão era o pagode. Depois de vários anos tocando na noite, montou o grupo Gosamba, onde conheceu o Tatá (Vinicius Semfrini), até que receberam um convite para um quadro do Programa Pânico na TV, o que aproximou a musica com o humor. Além do canal de humor Pagode da Ofensa na web, Leandro faz parte da banda Pagode da Ofensa junto com Tatá.




Vinícius Senfrini (Tata)


Nascido em São Paulo, Vinícius tem 25 anos e é musico/cantor. Desde pequeno esteve no meio do pagode, cantando em diversos grupos até chegar no grupo Gosamba, onde conheceu o Lelê (Leandro Sanches), até que receberam um convite para um quadro do Programa Pânico na TV, o que aproximou a musica com o humor. Além do canal de humor pagode da ofensa na web, tata faz parte da banda pagode da ofensa junto com Lelê.

Pagode da Ofensa
YouTube: Pagode da Ofensa na Web
Facebook: @pagodedaofensanaweb
Instagram: @pagodedaofensa

Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis