LightBlog
>

ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

4/19/2016

É dia de festa - No café da manhã o humor de Roberto Carlos em Cachoeiro




Por: Carlos Alberto Alves
jornalistaalves@bol.com.br
Facebook
https://www.facebook.com/carlosalberto.alvessilva.9

Logo pela manhã, às 6H00 de Brasília, e mantendo uma prática antiga, lancei-me para o computador para seguir também a minha linha de rumo em termos de escrita. Mas este dia era especial e no meu “Jornal do Face”, por via de fotos e mensagens, quis prestar homenagem ao rei Roberto Carlos nesta data em que assinala os seus 75 anos. A idade no rei não pesa e sabemos quão ele cuida da sua saúde e consequentemente do seu estado físico. E somos daqueles que acredita que Roberto vai continuar a cantar até aos 80 ou até mais um pouco. Estou certo ou estou errado?

Uma paragem para o meu habitual café da manhã em cima da mesa de trabalho. Mais um golito para espantar ainda um pouco de sonolência. Cuido do “Jornal do Face”, dou os parabéns a quem, neste dia tão especial para nós fãs de Roberto Carlos, também faz aniversário. Depois uma passagem pelas páginas a que estou ligado de parceria com o meu querido amigo Armindo Gonçalves Guimarães, considerado (e bem) o maior fã do rei no país luso.

Numa das páginas deparo com um vídeo do Roberto na sua chegada a Cachoeiro. Tinha que parar e assistir.  Obviamente que foi cercado por um batalhão de jornalistas (somos todos chatinhos, né!) que o abordaram e concomitantemente lançaram as mais diversas perguntas, muitas delas relacionadas com Cachoeiro a terra onde Roberto Carlos foi nado e criado. E ele não se esqueceu de referir a primeira vez que foi à rádio e, Cachoeiro. De resto, no seu estilo bem peculiar, não falou o tão apreciado humor. Aqui meditei: eu a caminho de 53 anos de carreira, Roberto nos 55, e há coisas em comum, como, por exemplo, o humor. Analiso e chego a esta conclusão: se Roberto é mais velho do que eu (diferença de três anos), leva mais dois anos e uns meses de carreira à minha frente nesta coisa de humor sou eu que estou aprendendo com ele. Nas outras coisas em comum, não falo, inclusive do sexo.  Eu gosto, ele gosta (afinal, quem não gosta), na prática é que não sei quem é mais intuitivo. Vamos ficar pelo empate.

Mais um golito de café (e já ouvindo Roberto cantando Café da Manhã) e deparo com uma frase de Miguel Sousa Tavares (jornalista e escritor português credenciado), esta: ”Nunca vi o Brasil descer tão baixo”. Tinha que ter uma resposta adequada. E vai ela: Meu caro Miguel Sousa Tavares, para ver o Brasil em alta é assistir a um show do rei Roberto Carlos. E hoje era mesmo o dia indicado para fazê-lo. O rei completa 75 anos de idade e tem show na sua terra natal, Cachoeiro de Itapemirim.

Último golito de café, respirar fundo, e aplicar aquela minha frase já rotineira em muitas matérias que escrevi sobre Roberto Carlos: VIVE LE ROI!


Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo