ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

9/07/2013

23.º Bate-papo entre Roberto Carlos e eu – O Rei e o Tremendão




 

Por: Armindo Guimarães
Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins
Facebook
https://www.facebook.com/armindo.guimaraes




O REI E O TREMENDÃO




Tal como no ano passado, o nosso mais que tudo telefonou-me no dia 19 de Abril, data do seu aniversário e, também como dessa vez, em vez de ser eu a dar-lhe um presente, foi ele que me deu não só um mas dois presentes, sendo que um deles foi a inesperada e emocionante surpresa de bater papo com Erasmo Carlos. Imaginem, bater papo com o Tremendão!

Por isso, este foi um bate-papo intenso e extenso, em que falamos:

- Do blog do maestro Eduardo Lages, no qual Roberto Carlos sempre que pode dá uma olhada e das criticas que ele me fez pelo facto de eu ser um assíduo frequentador do mesmo, postando comentários;

- Do Portal Clube do Rei e da especial atenção que Roberto Carlos sempre dá a tão importante meio de divulgação da sua obra, reunindo milhares de fãs espalhados pelos quatro cantos do mundo;

- Do espanto com que fiquei ao saber pelo Roberto que afinal, o Dicionário de Termos e Expressões Populares Portuguesas que havia oferecido a Enrico, neto de Eduardo Lages, está sendo lido de fio a pavio pela Camile, mãe do Enrico, transando agora uma de fala portuga;

- Do lançamento do perfume "Emoções" e de uma ideia brilhante que o Tremendão teve para um slogan desse cheiro a RC;

- Do convite que recebi de Erasmo para assistir ao seu show do dia 25, no Chevrolet Hal, em Belo Horizonte;

- De três músicas inéditas que os dois prepararam para o disco que Roberto vai gravar, provavelmente ainda este ano;

- Do livro de Erasmo, que ainda não tem título mas que já está pronto e deve ser lançado ainda este ano;

- Da vinda de RC a Portugal, no mês de Junho, em dias a confirmar.

19 de Abril de 2008, sábado, 20,17h
O meu telemóvel vibra.
Trrrtrrr, trrrtrrr, trrrtrrr. Chamada anónima.
E eu atendo.

ARMINDO - Alô!
ROBERTO - Alô, Mindo! Como vai você, cara!? Você agora também já diz "alô!"? Antes você sempre dizia: "Estou!". Eheheheheh
ARMINDO - Olá, Berto! Tás bom, pá!? Por tua causa eu agora até já falo portuleiro e tudo! Eheheheheh
ROBERTO - Agora falta saber se é mesmo por minha culpa, bicho! Cê agora passa sua vida transando lá no blog do Edu, sempre botando seu comentário em toda a matéria, pondo personagens de fotos a falar, mandando abraços robertolageanos pra todo mundo e eu sei lá que mais. Cê não tem mais o que fazer, não? Eu no lugar do Edu bem que já o tinha despido, digo, despedido, lá de seu blog, sempre dizendo bobagens. E tem mais, bicho! Ainda não percebi essa sua ideia de lá no blog assinar com o nome ridículo de Armindo Portuleiro.
ARMINDO - Ó Berto, a culpa de eu usar o nome de Armindo Portuleiro, é toda do Carlos Marley, pois foi ele que teve a ideia, pá! Portuleiro é a junção de português com brasileiro, que é o que eu me sinto, Berto.
ROBERTO - Você devia era se sentir ridículo com esse nome, mora! E essa de botar culpa pro Marley, não tem jeito, não. E tem mais, bicho! Não tô entendendo essa de Edu sempre chamar você de sócio. Afinal, quantos somos?
ARMINDO - Quantos somos? Ó Berto, tu nunca disseste que eu era teu sócio, pá!
ROBERTO - E era preciso dizer, cara?
ARMINDO - Ó Berto, tou lixado contigo, pá! Telefonaste-me numa de ciúme, é?
ROBERTO - Que nada, rapaz! Cê não gosta é de ouvir as verdades. A única coisa que até agora você disse de jeito lá no blog do Edu foi aquele seu comentário pra Carminha. O resto é tudo bobagem, sabia?
ARMINDO - Comentário pra Carminha? Qual comentário, carago?!
ROBERTO - Cê tá vendo como eu tenho razão no que digo? Cê se limita a despejar o que lhe vem à cabeça e depois já nem se lembra do que diz, sinal de que nada do que escreve você sente, senão lembraria que o Edu postou uma série de fotos dele com amigos, entre eles a minha Carminha. Então, você foi na foto e comentou: "Não é por acaso que dizem que por trás de um grande homem está sempre uma grande mulher. Pra menina Carminha, uma salva de palmas!!! Ah! Lembrei-me agora duma coisa: finalmente, já se sabe qual é o nome da rosa! Carminha".
ARMINDO - Ah! Já me lembro, pá! Ainda bem que gostaste. Mas isso faz-me ter a certeza de uma coisa que até agora apenas suspeitava, ou seja, que tu também transas o blog do Lages, senão não sabias disso tudo. Eheheheheh Seu malandro! Andas aí muito caladinho, a malta a pensar que tu não partes um prato e afinal também dás uma olhada no blog do Lages e, claro está, no melhor Portal do mundo.
ROBERTO - No melhor Portal do mundo? Qual é esse Portal que nunca ouvi falar?
ARMINDO - Qual devia ser, pá? O Portal Clube do Rei, ou seja, o teu Portal.
ROBERTO - O meu Portal? Bicho, eu tenho meu site oficial, não tenho Portal, não!
ARMINDO - Ó Berto, deixa-te de coisas, pá! Num dos nossos bate-papos até me chegaste a dizer que o Portal Clube, sendo do Rei, era teu, e agora estás a desconversar?
ROBERTO - Bicho, afinal cê se lembra das coisas. Eheheheheh
ARMINDO - eheheheheh
ROBERTO - Mindo, por você falar no Portal Clube do Rei, como vai por lá a galera? Cê sabe que eu gosto que sempre me conte, né?!
ARMINDO - Ó pá, tá tudo cada vez mais na mesma.
ROBERTO - Tudo cada vez mais na mesma? Você se sai com cada expressão, mora!
ARMINDO - eheheheheh Com essa expressão quis dizer que está tudo normal. Aqui há dias houve um contratempo, mas sabes que um Portal com a grandeza do Clube do Rei está sujeito a todo o tipo de percalços, sendo que, fazendo jus ao que tu dizes naquela canção, não somos perfeitos ainda. Contudo, nota-se que esse "ainda" está cada vez mais próximo graças aos incansáveis Carlyle Zamith e João Francisco, que tudo fazem para que o Portal Clube do Rei continue a ser um bastião robertocarleano de referência.
ROBERTO - Bastião robertocaleano de referência. Puxa vida! Você em vez de ler aquela sua célebre trágico-comédia "A vingança da mulher dos tremoços", anda lendo o dicionário é? Em que letra você vai?
ARMINDO - Ó pá, ainda vou na letra B. Foi por isso que me lembrei da palavra bastião. Eheheheheh
ROBERTO - Mindo, cê sabe que dia é hoje?
ARMINDO - Se sei, pá! Estive todo o dia à espera do teu telefonema para te dar os parabéns pelo teu aniversário. Estava a ver que não me ias telefonar e até já estava a ficar lixado.
ROBERTO - Cê táva ficando danado porque tá mal habituado, viu? O fato de eu ter telefonado a você o ano passado no dia de meu aniversário, não era pra você esperar que este ano eu fizesse o mesmo, né!?
ARMINDO - Ó Berto, deixa-te de paleio, pá! Sabes bem que se tu não me telefonasses hoje, a comemoração do teu dia não iria ficar completa, carago!
ROBERTO - Olhe aí, cara! Não se tá achando auto convencido demais?!
ARMINDO - Não disfarces, Berto! Se não fosse como eu digo, não me terias telefonado.
ROBERTO - Aí é que você se engana! Eu táva mesmo a fim de não telefonar pra você que agora passa sua vida transando no blog do Lages feito tolo, se esquecendo de mim. Valeu a você, minha mamãe que me disse: "Filhote, cê já telefonou para aquele seu amigo lá de Portugal que tem mania de abrir garrafa de champanhe com saca-rolhas?".
ARMINDO - Ó Berto, vai-te lixar, pá! Tu agora estás é no gozo comigo! Eu não acredito que a Dona Laura se tenha referido a mim desse jeito, falando desse pormenor do saca-rolhas. Além disso, sabes bem que essa cena do saca-rolhas foi verdade mas deveu-se ao nervosismo que sempre se apodera de mim quando bato papo contigo, acontecendo que por vezes nem sei o que faço.
ROBERTO - Mindo, não me faça rir, mora! Você é que sempre me põe nervoso quando batemos papo e está querendo dizer que se passa o contrário? Essa, não!
ARMINDO - Pronto, pá! Leva a bicicleta!
ROBERTO - eheheheheh Faz tempo não ouvia de você essa expressão.
ARMINDO - Vejo que não te esqueceste. Eheheheheh
ROBERTO - Então, eu respondi a mamãe que hoje não táva com disposição de bater papo telefónico com ninguém, e ela me disse: "Mas olhe que vai ter, Roberto! Quando cê táva no banheiro fazendo xixi, telefonou Erasmo deixando recado pra quando você pudesse, ligar pra ele, pois tinha algo muito importante pra lhe dizer".
ARMINDO - eheheheheh Ó Berto, passas a vida a fazer xixi, carago!
ROBERTO - eheheheheh E como eu táva dizendo, mamãe me disse do telefonema de Erasmo e aí cê sabe como é, bicho! Liguei pra meu amigo de fé, meu irmão, camarada. Na verdade o assunto era importante, sabe? Ele está preparando seu novo disco pedindo a colaboração de nomes consagrados na MPB, entre eles, Nelson Motta e Marisa Monte. Como é natural, Erasmo pediu também minha colaboração, que como cê deve imaginar, muito me lisonjeou. Então, aí fiquei de ver minha agenda e de ligar pra ele sobre o assunto, mas o cara se adiantou me telefonando precisamente quando não podia atender. Eheheheheh
ARMINDO - E tu depois não lhe telefonaste?
ROBERTO - Claro que sim! Logo que atendeu minha chamada começou cantando os parabéns, me deixando mais bem disposto. Depois de falarmos do tal negócio do seu novo disco, eu disse pro Erasmo que foi bom receber seu telefonema pois estava meio esquisito não me apetecendo bater papo com ninguém, dando-lhe até o exemplo de até àquela hora não me apetecer telefonar pro Mindo lá de Portugal.
ARMINDO - eheheheheh Então, queres dizes com isso, que se não fosse o Tremendão, este bate-papo não iria ter história.
ROBERTO - É isso, Mindo! Quando falei em você, Erasmo me disse: "Roberto, cê tá falando daquele cara que ensinou você falando portuga pra carago?"
ARMINDO - eheheheheh O Erasmo disse "carago"?
ROBERTO - Eu já disse pra você uma vez que Erasmo, depois de topar eu sem querer dizer gíria portuga e até trocadilhos como você, passou a ler nossos bate-papos se rindo demais. Então, tem vezes se saindo com essas suas frases portugas, mas estraga tudo quando a seguir se lembra de cantar o fado. Melhor dizendo, de assassinar o fado. Eheheheheh
ARMINDO - eheheheheh Ó Berto, essa foi demais, pá!
ROBERTO - Mas não pense que é só o Erasmo, não! Cê sabe quem é a Camile?
ARMINDO - A Camile? Sei lá, pá!?
ROBERTO - Pôxa! Então você que tem mania que é eduardolageano, não sabe que Camile é filha do Edu, bicho? Tomara que o seu fã Enrico nem saiba dessa sua ignorância, mora!
ARMINDO - Porque dizes isso, Berto? O Enrico gosta da tia, é?
ROBERTO - Que nada, cara! Camile é mãe de Enrico, mora!!!
ARMINDO - Ena, pá! Dessa eu não sabia.
ROBERTO- Mas me diga, Mindo: cê sabe alguma coisa, bicho? Eheheheheh
ARMINDO - eheheheheh
ROBERTO - Então, certa vez, no final de um show, estava eu batendo um papo com Edu, Wanderley, Dércio, Zeca, Eristeu, Genival, Dedú e Paulinho, quando surge Camile se dirigindo pra Edu, dizendo: "Papai, você hoje esteve brilhante como sempre, carago!". Aí, cê nem imagina a risada que todos demos com a saída de Camile. eheheheheh
A - eheheheheh Essa aí é que eu não esperava, carago! A Camile aprendeu contigo, Berto?
ROBERTO - Nada disso, cara! Se lembra quando você enviou pro Enrico aquele e-mail com o seu Dicionário de Termos e Expressões Populares Portuguesas? Sua mamãe está lendo ele primeiro que o Enrico! Eheheheheh
ARMINDO - É do baril! eheheheheh
ROBERTO - Bicho! Tenho uma surpresa pra você.
ARMINDO - Uma surpresa! Então, tu é que estás de parabéns e eu é que recebo surpresa? Não me digas que o Lages e o Enrico estão aí pra bater um papo connosco.
ROBERTO - Qual Lages, qual Enrico, bicho! Como podia o Lages estar aqui em minha casa se nesta hora que estamos falando ele está lá em Fortaleza se preparando para o seu show?
ARMINDO - Pois é, pá! Nem me lembrava disso. Então qual é a surpresa, carago!
ROBERTO - Tome nota aí de um e-mail que vou dar pra você. Adicione ele no seu MSN e espere lá por mim, tá legal?
ARMINDO - Está combinado, Berto!

Segundos depois no MSN.

MINDO diz:
Ó Berto, tás aí, pá!?
ZUNGA diz:
Cê já adicionou o e-mail que dei pra você?
MINDO diz:
Já, pá! Quem é, carago?
AMIGO diz:
Oi, pá! Tudo fixe com você?
ZUNGA diz:
Mindo! Esse amigo aí está teclando com você, mora! Cê sabe quem ele é, bicho?
AMIGO diz:
Mindo, eu sou o amigo de fé, irmão, camarada! Eheheheheh
MINDO diz:
Erasmo Carlos!!! Nem estou em mim, carago!
ZUNGA diz:
Eu sabia que a surpresa ia ser demais pra você, Mindo! Eheheheheh
AMIGO diz:
Roberto, pra mim também foi surpresa saber que ia estar aqui no MSN teclando com Armindo, seu professor de português, digo, de fala portuga. Eheheheheh
ZUNGA diz:
Mindo, tá na hora de você dar pro Erasmo aquele seu Dicionário de Termos e Expressões Populares Portuguesas. O gajo, digo, o cara, bem que tem jeito pra bancar uma de portuga. eheheheheh
MINDO diz:
Ó Erasmo! O Roberto é um pela frente e outro por trás, pá! Ainda há pouco estávamos batendo papo pelo celular e ele disse-me que tu às vezes bolavas frases portugas, mas que estragavas tudo quando a seguir começavas a assassinar o fado em vez de cantar. eheheheheh
AMIGO diz:
Puxa, vida! Roberto disse que eu assassinava o fado?
ZUNGA diz:
Olhe aí, Mindo! Cê agora tá bancando uma de queixinha pro Erasmo, é?
MINDO diz:
Eheheheheh
AMIGO diz:
Bater papo com vocês tá sendo emocionante demais, pôxa! Roberto, por falar em emocionante, você convidou o nosso Mindo pro lançamento do perfume "Emoções", cara?
ZUNGA diz:
Mas é claro que convidei ele, mora!
MINDO diz:
E eu estive lá e adorei as emoções do lançamento do "Emoções".
AMIGO diz:
Mindo eu estive lá e não vi você, cara!
ZUNGA diz:
Erasmo, você não viu o Mindo porque ele só esteve lá em pensamento, mora! Eheheheheh
AMIGO diz:
Vocês são demais! Eheheheheh
MINDO diz:
Ó Erasmo, lembraste daquela canção "Tanto mar" do Chico Buarque, que numa das estrofes cantava: "Manda urgentemente algum cheirinho de alecrim"?
AMIGO diz:
Mas é claro que lembro. Teve duas versões: a primeira de 1975 e cuja letra original foi vetada pela censura e editada apenas em Portugal, no mesmo ano. A segunda versão foi editada em 1978. Bem bacana essa letra e música, viu?!
ZUNGA diz:
Essa música do Chico é uma brasa, mora!
MINDO diz:
Por isso, a partir de agora, vou começar a dizer ao Roberto: "Manda urgentemente algum cheirinho de emoções". Eheheheheh
AMIGO diz:
Mindo, essa foi na hora! Eheheheheh
ZUNGA diz:
Olhe aí, Mindo! Não preciso mandar "Emoções" pra você, bicho! O perfume já está aí em Lisboa pra todo mundo pegar.
MINDO diz:
Já tive conhecimento disso, Berto! A partir de agora aquele fado que canta "cheira bem, cheira a Lisboa", passará a cantar "cheira bem, cheira a Emoções". eheheheheh
AMIGO diz:
Mindo, cê sabe o que me estou lembrando? Que agora só quem não gosta de emoções é que vai poder dizer que não gosta de perfume. Eheheheheh
ZUNGA diz:
Carago, digo, caramba! Você viu essa, Mindo? Erasmo criou agora mesmo um slogan pra meu perfume, bicho!!!
MINDO diz:
É mesmo como dizes, pá! Até parece que estou a ver o anúncio na TV e em tudo quanto é sítio:

EMOÇÕES quem não gosta do perfume, não gosta de EMOÇÕES

AMIGO diz:
Roberto, a grana pela ideia do slogan, você pode me mandar por cheque ou depositar em minha conta bancária, tá?
ZUNGA diz:
eheheheheh
AMIGO diz:
Mindo, você tá convidado pra assistir a meu show no Chevrolet Hal, em Belo Horizonte, no dia 25, sexta-feira, às 22 horas. Roberto não vai poder estar, mas conto lá com você, viu?!
MINDO diz:
Obrigado, Erasmo. É para mim uma honra esse convite, mas infelizmente não vou poder viver essa emoção.
ZUNGA diz:
Erasmo, não acredite nesse cara! Você vai ver que ele vai estar lá curtindo demais seu show. Em pensamento, é claro! Eheheheheh
AMIGO diz:
Eheheheheh
MINDO diz:
Ó Tremendão, quando é que voltas a compor com o Roberto, carago?! A malta está aflita pra ver-te outra vez, pá!
AMIGO diz:
Os encontros entre eu e Roberto estão cada dia mais esporádicos. Antigamente estávamos juntos, fazíamos bastantes coisas. Hoje em dia, a gente quase não compõe, mas os dois temos três músicas inéditas para o disco que Roberto vai gravar, provavelmente ainda este ano.
ZUNGA diz:
É isso aí, Erasmo! Tudo está sendo preparado pra este ano, mas vamos ver, né?!
MINDO diz:
Escusado será dizer que a malta vai ficar ansiosamente à espera desse dia. E por falar em espera, quando é que vai ser o lançamento da tua autobiografia, Erasmo?
AMIGO diz:
Esse negócio de autobiografia é puro ego: "eu era assim, eu era bom, eu sou bom, minhas lágrimas caíram.". Isto não é sincero! Quem já escreveu, escreveu. Quem vai escrever, que escreva. Eu, particularmente, não acho legal. Biografia é para quando o cara morre e vira lenda.
ZUNGA diz:
Mindo, cê sabe que Erasmo já me deu a ler grande parte de seu livro e bem que eu achei legal.
MINDO diz:
Imagino que sim, Berto. É um livro de memórias?
AMIGO diz:
Não é um livro de memórias. São contos bem-humorados da minha vida, com meus amigos do meio artístico, com a família. Apesar de não se tratar de uma autobiografia, há passagens de variadas épocas de minha trajetória. Mas são coisas engraçadas.
ZUNGA diz:
Contos bem-humorados, coisas engraçadas. Erasmo, por acaso você não esteve copiando o jeito do nosso Mindo? Eheheheheh
MINDO diz:
Ó Berto essa foi fixe pra carago, pá!
AMIGO diz:
Vocês são terríveis! Meu livro tá pronto, ainda não tem título, mas deve ser lançado ainda este ano.
ZUNGA diz:
Erasmo, por que você não lança uma promoção em seu site, dando prémio aos participantes que enviarem os melhores títulos?
MINDO diz:
Grande ideia essa da promoção, Berto! Não só no site como no blog.
ZUNGA diz:
Erasmo, você tem blog?
AMIGO diz:
Não tenho blog, não.
ZUNGA diz:
Ainda bem que você não tem blog, senão iria ter a mesma sorte de Edu que passa a vida aturando o Mindo com seus comentários sem jeito, pondo até suas fotos a falar. Ehehehehe
AMIGO diz:
Brigado por me ter avisado, Roberto. É uma boa ideia essa de criar um blog meu, sabendo que terei o Mindo comigo.
ZUNGA diz:
Eu não quero acreditar no que você me está dizendo, bicho! Você também vai dar papo pra esse cara como tá dando o Edu? Não é possível!!!
MINDO diz:
Ó Erasmo, sabias que o Roberto quer pôr o Eduardo Lages no desemprego?
AMIGO diz:
Como assim? Não é possível!
ZUNGA diz:
Erasmo, se prepare para mais uma bobagem do Mindo, viu?!
MINDO diz:
Erasmo, o Roberto agora anda numa de maestro, pá! Agora nos seus shows dá-lhe na mania de pegar na batuta do Lages, regendo a orquestra, deixando o Edu de mãos a abanar sem saber onde as meter. Olha, Erasmo, vê mas é se telefonas pro Edu dando-lhe umas palavras de apoio, pois o gajo, por causa disso, tem andado desanimado pra carago, pá!
AMIGO diz:
Minha nossa! Tô vendo que pra saber novidades tenho que bater papo com você mais vezes, Mindo.
ZUNGA diz:
Erasmo, não vá nessa história do Mindo. O que ele quer é mesmo isso: que você caia numa de continuar batendo papo com ele, como aconteceu com o Edu que passa sua vida aturando ele.
AMIGO diz:
Eheheheheh Pessoal, vocês me desculpem mas vou dar o fora. Tá na hora de ensaiar pra meu show de sexta-feira. Armindo, adorei este bate-papo com você e o Rei. Eheheheheh Aquele abração pra vocês!
MINDO diz:
Obrigado, Erasmo! A malta do Portal Clube do Rei quando souber deste bate-papo contigo e com o Roberto, nem vai acreditar, carago! Obrigado pela surpresa. Grande abraço!
ZUNGA diz:
Pessoal, abração e muita paz pra vocês! Mindo pra galera lá do Portal mande aquele meu abraço do tamanho do mundo. Ah! E quando você mandar para o fórum do Portal este nosso bate-papo, não esqueça aquela frase no final, dizendo que tudo é ficção, tá legal?
AMIGO diz:
Nosso bate-papo foi tudo ficção? Não tô entendendo essa, Roberto. Explique melhor pra mim, viu?!
ZUNGA diz:
Erasmo, não amole me pedindo explicação agora, tá? Se você não sabe, este já é o nosso 23º. Bate-papo e nos três anteriores, tivemos a presença do Edu e do Enrico e ninguém pôs problema.
AMIGO diz:
Perguntar não ofende, carago, digo, caramba!
ZUNGA diz;
Erasmo, não esquente, mora! Gudvai que eu gudfico! Eheheheheh
MINDO diz:
Ó Erasmo, eu já estava a estranhar o bate-papo estar a correr tão bem, pá! Afinal o Roberto não pega só comigo e com o Lages! Eheheheheh
ZUNGA diz:
Mindo, já me ia esquecendo de dizer pra você uma coisa que sei o vai deixar contente. No mês de Junho, em dias que mais tarde direi pra você, conte comigo aí em Portugal pra lhe dar aquele abraço, viu?!
MINDO diz:
A sério, Berto? Nem estou em mim, pá! Vai ser o delírio, carago!
AMIGO diz:
Roberto, também posso ir com você?
ZUNGA diz:
Erasmo, se ponha na fila, tá? Que mania cê tem de sempre se meter, mora! Mas isso é pergunta que se faça? Você não pode ir. Você tem que ir! Eheheheheh Xau pessoal!
AMIGO diz:
Xau!
MINDO diz:
Xau!

AVISO:

O texto que acabaram de ler é fictício.
Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência.

A ficção revela verdades que a realidade omite
Jassemin West
Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

1 comentário:

  1. Querido Armindo!

    Lendo esse bate-papo entre os Três TREMENDÕES, não poderia deixar de te parabenizar!
    Parece mesmo um filme de longa metragem, que quando termina ficamos ao mesmo tempo que extasiados pela beleza do enredo, tristes por ter chegado ao final.
    Teus textos são cativantes, nos contagiam, nos envolvem...
    É mágico tudo o que escreves... com essa maneira divertida de nos passar todas as emoções com tantos detalhes, já não sei mais se esse bate-papo telefônico é ficção ou realidade, mas sei que quem consegue nos passar toda essa emoção, toda essa alegria através das palavras, é um verdadeiro GÊNIO, é um ESCRITOR NATO E TALENTOSO!

    A foto ficou maravilhosa!

    Parabéns Armindo, não deixes de nos deliciar com tuas palavras, com tuas ideias, com teus magníficos textos.
    És sensacional!

    Beijinhos,
    Alba Maria

    ResponderEliminar

HOMENAGEM A ROBERTO LEAL

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil