ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

9/01/2013

12.º Bate-papo entre Roberto Carlos e eu – Entre a espada e a parede





Por: Armindo Guimarães
Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins



ENTRE A ESPADA E A PAREDE


Apesar de eu ter pensado que o “11º Bate-papo entre Roberto e eu”, seria o último, o que é certo é que tal não aconteceu pois o Nosso Mais Que Tudo voltou a telefonar-me no passado dia 22 de Julho.

Foi um bate-papo interessante, mais uma vez realizado em duas vertentes da comunicação, ou seja, através dos nossos telemóveis e depois através do MSN, no qual noto que o nosso Roberto (tal como eu), ainda não está muito familiarizado. Já lhe propus que passássemos a usar câmara e som, mas ele resolveu deixar isso para outro dia.

Recordo que é sempre o Roberto que me contacta, pois eu não posso fazê-lo por não saber o número do seu celular.

Este nosso bate-papo foi bastante divertido e produtivo, pois falamos sobre diversos assuntos, tais como:

- Da mania que ele apanhou de iniciar os nossos bate-papos chamando-me a atenção para isto e aquilo, como se fosse o meu pai;

- Sobre duas particularidades na nova versão de “Meu pequeno Cachoeiro”;

- Sobre o facto de alguns membros do Portal Clube do Rei não terem gostado da forma como nós nos rimos no 10º bate-papo (o 11º foi tão curto e azedo que nem deu para nos rirmos);

- Do desalento que o nosso Roberto teve da selecção brasileira de futebol e da esperança que tinha na de Portugal que também lhe saiu frustrada;

- De um segredo que o Roberto tinha bem guardado e que agora é revelado em exclusivo para os membros do melhor Portal do mundo, com a condição de não irem contar pra ninguém;

- Da curiosidade do Roberto em saber quando eu iria publicar no Portal este bate-papo e da sua oportuna malandrice para comigo, falando sobre a minha esferográfica;

- Do programa radiofónico “Planeta Rei” e do novo nome.

***

22 de Julho de 2006, domingo, 18,15h
O meu telemóvel vibra.
Trrrrrrr, trrrrrrr, trrrrrrrr... Chamada anónima.
E eu atendo.

ARMINDO – Estou!
ROBERTO – Armindo! Tudo legal com você, bicho?
ARMINDO – És tu, pá? Nem estou em mim carago!
ROBERTO – Olhe aí, cara. Eu é que não estou em mim, com suas bobagens, viu?!
ARMINDO – Bobagens? Ó Berto, tu és um gajo do carago, pá! Começas logo por me insultar…
ROBERTO – Esse seu tópico lá no fórum do Portal Clube do Rei, com o título “Conheçam a outra face de RC!”, bem que foi uma tremenda bobagem, bicho!
ARMINDO – Ó Berto, vai-te lixar, pá! Telefonaste-me pra me chatear mais do que eu estou, pá?!
ROBERTO – Não tô chateando com você, não, cara! Tô apenas chamando você à realidade. Cê cai fervendo em pouca água e logo, logo, só diz disparate e depois não admite alguém o chamando na realidade, né?!
ARMINDO – Ó Berto, troca essa m… por miúdos, pois eu não estou a perceber patavina do que estás a dizer, carago!
ROBERTO – Olhe aí, Mindo! Cê não tá falando com um cara lá do Porto como você, viu?!
ARMINDO – Porque dizes isso, Berto?
ROBERTO – Cê não precisa dizer asneira falando comigo, né?
ARMINDO – Eu disse asneira?
ROBERTO – Claro que disse, cara. Cê disse: “troca essa m… por miúdos”.
ARMINDO – Ó pá, isso é uma força de expressão que se emprega quando queremos que alguém se explique melhor sobre algo que não entendemos bem. Não tem nada de asneira, pá!
ROBERTO – Se deixe de armar em inocente, bicho! Sei bem dessa expressão, que não seria asneira se você em vês de dizer: “troca essa m… por miúdos”, dissesse: “troca essa coisa por miúdos”.
ARMINDO – Ah! Já percebi. Desculpa lá, pá! Eu sempre falo assim quando estou à vontade e sabes bem que quando estou contigo, estou com Deus. Eheheheheh
ROBERTO – Se deixe de paleio e ouça o que tenho pra lhe dizer, mora!
ARMINDO – eheheheheh Não te esqueças do que me vais dizer, mas adorei tu dizeres “paleio”, em vez de conversa ou palavreado. É mais uma para o rol das minhas pesquisas a teu respeito. Eheheheheh
ROBERTO – Qual rol qual quê!? Cê deve estar desconversando pra não ouvir o que tenho pra lhe dizer sobre suas bobagens, né?
ARMINDO – Sou todo ouvidos, Berto!
ROBERTO – Cê tá com alguém aí a seu lado, Mindo?
ARMINDO – Não pá, estou no meu carro de regresso a casa.
ROBERTO – Mas estou ouvindo alguém a seu lado cantando…
ARMINDO – És tu, pá! Eheheheheh
ROBERTO – Eu? Cê tá brincando, cara?
ARMINDO – Estou a falar a sério, Berto! És tu que vais comigo. Eheheheheh Ouve! “Cachoeiro, Cachoeiro, vim pro Rio de Janeiro, pra voltar e não voltei…”.
ROBERTO – Sou mesmo! Eheheheheh
ARMINDO – Sabes, encontrei duas particularidades nesta tua nova versão. Em vez de dizeres “vim ao Rio…”, dizes “vim pro Rio…”.
ROBERTO – Cê vai mesmo no pormenor, cara. Eheheheheh E qual é sua outra particularidade encontrada, bicho?
ARMINDO – É que esta versão faz lembrar um fado, pá. Eheheheheh
ROBERTO – Quem sabe essa não foi minha ideia, Mindo!
ARMINDO – Ó Berto, sabes do que me estou a lembrar, pá?
ROBERTO – Sei muito bem do que você se está lembrando mas digo já pra você que saia dessa. Você é louco, vai conduzindo e ainda bate chapa, viu?!
ARMINDO – Ó Berto, és f…, carago! Como sabes o que é que eu estava a pensar, carago?
ROBERTO – Não esqueça que não conheço você de ontem, né?! Cê tá querendo eu cantar com você “Meu pequeno Cachoeiro”, né?! Tem outra coisa: volto dizendo que cê não precisa falar asneira comigo, tá? Cê disse que eu era f… Cê não consegue bater-papo sem dizer palavrão, não?
ARMINDO – Desculpa lá, pá! Eheheheheh
ROBERTO – Olhe aí, Mindo! Cê tá indo em sua casa, rapaz?
ARMINDO – Estou, pá! Daqui a cinco minutos chego. Porquê?
ROBERTO – Você chegando em casa, dá pra se conetar no MSN, bicho?
ARMINDO – Claro, pá!
ROBERTO – Tudo bem. Vamos desligar nossos celulares, viu?
ARMINDO – OK, pá! Até já!

Minutos depois, no MSN…

MINDO diz:
Cheguei, Berto!
ZUNGA diz:
Estou esperando você há um tempão, bicho! Cê disse que táva aqui no MSN em 5 minutos e se passaram 20. Cê tem noção do tempo, cara?
MINDO diz:
Desculpa a demora. Na verdade, quando estou contigo, tempo é coisa que pra mim não tem noção. eheheheheh
ZUNGA diz:
Rrrrrsss
MINDO diz:
Ó Berto, não te rias assim, pá.
ZUNGA diz:
Não tô entendendo essa do riso, bicho… Como cê quer que eu me ria?
MINDO diz:
Há membros no Portal que já disseram que nos nossos bate papos gostam mais que tu te rias (eheheheheh) do que (rrrrrsss).
ZUNGA diz:
Cê tá falando sério, Mindo?
MINDO diz:
Claro que estou a falar a sério, Berto. Tu nem imaginas o quanto os teus fãs são exigentes, pá! No 10º bate papo que tivemos nós nos rimos (rrrrrsss), quando antes sempre nos tínhamos rido (eheheheheh). Então, a malta lá no Portal reclamou logo da nossa nova risada. O que eles estão é mal habituados, não é, pá? A gente não lhes pode dar uma mão que os gajos querem logo o braço e sei lá que mais!!! Eheheheheh
ZUNGA diz:
Essa aí é demais, mora! Me tem chegado muita sugestão pra usar novo corte de cabelo, nova roupa e outras coisas mais, mas essa aí do riso nunca. Que mais irão se lembrar, Mindo?
MINDO diz:
Sei lá, Berto? Há gajos e gajas que pensam em tudo pá! E só não falam das cuecas que usas porque ainda não as viram, senão estavas tramado, pois alguns ainda iriam dizer que eram bonitas mas compridas demais ou que eram pequenas mas que deviam ser lisas em vez de terem estampadas bolinhas azuis e brancas. Eheheheheh
ZUNGA diz:
Olhe aí, cara! Como cê sabe que cueca eu tô usando agora, bicho? Cê é bruxo? Eheheheheh
MINDO diz:
Eheheheheh
ZUNGA diz:
É isso aí, cara! É pra você ver o quanto é difícil pra mim agradar a todos, né?! Mas me diga uma coisa, quem começou essa reclamação sobre nosso riso, bicho?
MINDO diz:
Ó pá, foi aquela gaja do Peru, a Iatrever (Isabel Trevejo). Foi ela que ateou o rastilho ao ir para o fórum dizer que não gostava que nós nos ríssemos (rrrrrsss) mas sim (eheheheheh) como antes. Admira-me é ela não ter exigido que nós nos ríssemos (jajajajaja).
ZUNGA diz:
Nos rirmos jajajajaja? Quer dizer, rir já? Rapidamente?
MINDO diz:
Não, pá! Jajajajaja é como a malta de língua espanhola se ri, pá!
ZUNGA diz:
Puxa vida, meu! Nunca vi nenhum espanhol, argentino, peruano, venezuelano, mexicano, etc. se rindo desse jeito, bicho!?
MINDO diz:
Ó Berto, eles não se riem assim no dia-a-dia, mas sim quando estão a teclar no computador.
ZUNGA diz:
Rrrrrsss ou melhor, eheheheheh Eu sabia, bicho! Táva pegando com você. Rrrrrsss ou melhor, eheheheheh ou melhor ainda, jajajajaja
MINDO diz:
Ó Berto, vai-te lixar, carago! Tás a gozar comigo, pá?
ZUNGA diz:
Eheheheheh
MINDO diz:
Ó Berto, que dizes da Selecção canarinha, neste Mundial*, pá?
ZUNGA diz:
Bicho, cê nem me fale nesse assunto que me deixa triste, mora!
MINDO diz:
Ó Berto, já viste o que era se o Brasil fosse sempre campeão do mundo? O Mundial de Futebol deixava de ter interesse, pá!
ZUNGA diz:
Sempre teria interesse se quando não ganhasse Brasil, ganhasse Portugal, né?! eheheheheh
MINDO diz:
Essa foi boa, Berto.
ZUNGA diz:
Seria boa se a Seleção de Portugal soubesse se portar como campeã, mas os portugas no Mundial são sempre aquilo que sabemos, muito parra e pouca uva. Eheheheheh
MINDO diz:
Muita parra e pouca uva?
ZUNGA diz:
Sim, cara! Uma vez Brasil ficando fora, todo mundo aqui no Brasil estava torcendo por Portugal com nosso Felipão, mora!
MINDO diz:
Felipão e não só, pá! Esqueceste-te do Deco que também é brasileiro, carago!
ZUNGA diz:
Cê tá enganado, Mindo. Deco se naturalizou português, né?!
MINDO diz:
Ó Berto, sabes bem que o Deco é tão brasuca como tu e, demais a mais, não vejo onde está a diferença. Não me digas que agora estás numa de nacionalista. Eheheheheh
ZUNGA diz:
Se deixe de piada, tá?
MINDO diz:
Estava a pegar contigo, pá. Eu sei que tu sempre estás entre a espada e a parede. Eheheheheh
ZUNGA diz:
Me explique essa aí, que não entendi mesmo, bicho.
MINDO diz:
Ó Berto, tu podes disfarçar para os outros, mas para mim não podes, pois eu já te conheço de ginjeira. Eheheheheh
ZUNGA diz:
Porque você diz isso, Mindo?
MINDO diz:
Eu sei muito bem que tu amas o teu Brasil, é claro, mas não podes passar sem o teu Portugal, certo?
ZUNGA diz:
Como cê sabe? Quero dizer, o que faz você dizer isso? Imagino que seus fundamentos se resumem a uma ou duas questões totalmente desprovidas de razão. Eheheheheh Me diga logo, pra me rir mais de você! Eheheheheh
MINDO diz:
Receio que não te vais rir…
ZUNGA diz:
Se deixe de suspense e diga logo, cara! Que mania cê tem criando suspense pra mim!!!
MINDO diz:
1 – Quem é que apenas em Portugal, no final dos seus concertos, regressa ao palco 3 e mais vezes, deixando ciúme em seus fãs do Brasil e de outros países?
2 – Quem é que homenageou Portugal e os portugueses, cantando “Coimbra” e “Nem às paredes confesso”?
3 – Quem é que não esquece nunca que a sua primeira digressão fora de Terras de Vera Cruz, foi em Portugal?
4 – Quem é que tem um avô português por parte do pai?
5 – Quem é que tem um bisavô português por parte da mãe?
6 – Quem é que, tendo tempo livre, se desloca anonimamente ao Norte de Portugal para visitar amigos e comer um bom “Bacalhau à Braga” bem regado com um vinho verde fresquinho?
7 – Quem é que sabe que sua Lady Laura adora Portugal e que por isso faz questão que ela sempre o acompanhe por terras lusas?
8 – Quem é que relativamente a times de futebol brasileiro, sempre teve e tem um gostinho especial pelo seu Vascão, ou seja, pelo Clube de Regatas Vasco da Gama, que tem por mascote um português e um bacalhau?
9 – Quem é que este ano, surpreendentemente (já que nunca tinha acontecido antes no Brasil), liberou “Quero que vá tudo pró inferno”, a uma banda portuguesa, de nome GNR – Grupo Novo Rock, que este ano completou 25 anos de existência?
10 – Por último, o menos importante (mas mesmo assim digno de lembrar), quem é que bate papo exclusivo ao telefone e no MSN com um fã portuga, sem nunca o ter feito antes com outro fã do seu país natal e muito menos de outro país?
MINDO diz:
Como vês, em vez de um ou dois motivos, apresento-te dez e, mesmo assim, sinto que me faltam mais uns quantos. Eheheheheh
MINDO diz:
Ó Berto, tás aí, pá? Não me digas que foste fazer xixi e que ainda não leste nada do que eu acabei de escrever, carago!!!
ZUNGA diz:
Não é isso, cara! Estou pensando que o melhor é você não botar esta parte de nosso bate-papo lá no Portal Clube do Rei, viu?! Isso iria dar polémica e eu não tô querendo, não, viu?
MINDO diz:
Ó Berto, tu és do carago, pá! Ás vezes sou eu que digo que vou cortar alguma coisa que dizes de mim e tu não queres que eu corte lembrando-me que para todos os efeitos todo o nosso bate papo é fictício e agora já te esqueces disso, pá?
ZUNGA diz:
É isso aí, mora! Até fui eu que tive a ideia de você pôr bem no final dos bate-papos aquele aviso dizendo: “O texto que acabaram de ler é fictício. Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência.” Se lembra, bicho?
MINDO diz:
Claro que me lembro, pá!
ZUNGA diz:
E tem dado certo, né? Todo mundo acredita que é mentira. Eheheheheh
MINDO diz:
É isso, pá! Por isso, estás à vontade, carago! Eheheheheh
ZUNGA diz:
Mindo, você no final de nossos bate-papos também sempre acrescenta: “A ficção revela verdades que a realidade omite”, de um tal Jassemin West. Me diga uma coisa, bicho, quem é esse cara?
MINDO diz:
Sei lá, pá!!!! Eheheheheh
ZUNGA diz:
Você é demais, Mindo. Eheheheheh Tá na hora de darmos o fora, cara. Quando cê vai botar este nosso bate-papo lá no Portal?
MINDO diz:
Ó pá, ainda tenho que passar para o papel, depois para o computador e só depois é que posso mandar para o fórum do Portal.
ZUNGA diz:
Porque você em vez de passar pro papel não passa logo no computador, bicho?
MINDO diz:
Ó Berto, eu aproveito sempre o meu intervalo de almoço no emprego, para ir pro café escrever o nosso bate-papo. Além disso, não tenho computador portátil e, mesmo que tivesse, utilizaria sempre o papel, pois não quero perder o jeito de pegar na esferográfica.
ZUNGA diz:
Cê ainda sabe pegar em sua esferográfica, bicho? E ela ainda escreve? eheheheheh
MINDO diz:
eheheheheh És um malandro do carago, Berto!
ZUNGA diz:
Me diga então quando vai botar este nosso bate-papo lá no fórum. Tô querendo ir logo dar uma olhada.
MINDO diz:
Hoje são 22 e lá para o dia 30 podes ir ao fórum ler. Eu até podia telefonar-te a avisar, mas tu teimas em não me dar o número do teu celular por teres receio que eu o passe à malta lá do Portal…
ZUNGA diz:
Imagino que lá para o dia 30, significa pra você dia 6 ou 7 de Agosto. Eheheheheh Um abração, viu?
MINDO diz:
Outro pra ti, pá! Lembrei-me agora do programa “Planeta Rei”. Sabes que vão mudar de nome? Qual será o novo nome, pá?
ZUNGA diz:
Sei que vão mudar o nome mas não sei qual vai ser, não. Mas, qualquer que seja ele, terá a chancela dos super competentes e amigos Fabiano e CMarley. Qualquer nome será pra mim um aplauso, viu?
MINDO diz:
É isso, pá! Agora aos sábados é porreiro. Tá toda a malta em simultâneo no Portal, no “Planeta Rei” e no MSN. É o delírio!!! eheheheheh
ZUNGA diz:
Eheheheheh Olhe aí bicho! Não esqueça de mandar aquele abraço meu pra toda a galera lá no Portal, viu?
MINDO diz:
Tudo bem, pá! Eu mando. Xau, Berto!!!
ZUNGA diz:
Xau, Mindo!!!

* Mundial de Futebol – Alemanha 2006

AVISO:

O texto que acabaram de ler é fictício.
Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência.

A ficção revela verdades que a realidade omite
Jassemin West
Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

1 comentário:


  1. Querido Armindo!

    Que texto brilhante, tens um jeito de escrever que mexe com a emoção da gente!
    Descreves tudo com tanta clareza, tantos detalhes, tanto humor que fico encantada e me divirto demais.
    Enquanto eu lia, ia imaginando cada momento, cada situação vivida, eheheheheh...sensacional!!!
    Assim como o NMQT, tu és uma pessoa especial e muito iluminada!
    Parabéns Armindo, és muito talentoso!

    Beijinhos

    Alba Maria

    ResponderEliminar

HOMENAGEM A ROBERTO LEAL

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil