ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

4/02/2009

"O POEMA DO AMIGO APRENDIZ"



"O Amigo Aprendiz"

Quero ser teu amigo.
Nem demais e nem de menos.
Nem tão longe nem tão perto.
Na medida mais precisa que eu puder.
Mas amar-te, sem medida,
e ficar na tua vida
da maneira mais discreta
que eu souber.
Sem tirar-te a liberdade.
Sem jamais te sufocar.
Sem falar quando for hora de
calar,e sem calar, quando
for hora de falar.
Nem ausente nem presente por
demais,simplesmente,
calmamente, ser-te paz...
É bonito ser amigo.
Mas, confesso,
é tão difícil aprender!
E por isso
eu te suplico paciência.
Vou encher este teu rosto
de lembranças!
Dá-me tempo
de acertar nossas distancias!


Rodrigo Costa Félix - Amigo Aprendiz

14 comentários:

  1. Oi, Amiga Mazé!

    Esse poema do Pessoa tem muito que se lhe diga e o vídeo está excelente.

    Abraços

    ResponderEliminar
  2. Parabéns pelo seu post! Tão simples e tão significativo!
    Eu acho que temos de ser sempre amigos-aprendizes, para podermos ser mesmo amigos!
    O video é lindo!
    Bom fim de semna
    Abraços

    ResponderEliminar
  3. Oi Mazé!

    Lindo o poema de Fernando Pessoa!
    Penso como a Miriam: "temos de ser sempre amigos-aprendizes, para podemos ser mesmo amigos"!

    Beleza de vídeo!

    Parabéns!

    Beijos,
    Carmen Augusta

    ResponderEliminar
  4. Olá meu queridinho amigo!

    É um poema simples, pequeno, mas que diz frases ou versos bem intressantes e de certo já várias vezes acontecido.

    O "Pessoa" é muito íntimo do Armindo, pois ele até dispensou o Fernando.

    Um português que admira outro portuga e como eu já sei o meu patrãozinho já é familiarizado com toda obra do poeta.

    Obrigada, Mindo, por teres gostado da postagem do poema e do vídeo.

    Beijos e abraços da sua amiga do peito!

    Mazé Silva

    ResponderEliminar
  5. Oi, Miriamdomar!

    Obrigada pela visita tão gentil ao meu post e por ter apreciado a simplicidade do poema, mas que diz muito.

    Se todo amigo fosse como o Apendiz, não haveria discordâncias.

    Beijos!

    Mazé Silva.

    ResponderEliminar
  6. Olá Carmen!

    Grande Fernado Pessoa, não é?

    Cada poema que não sei qual o melhor! Esse apesar da simplicidade nos deixa uma mensagem muito boa quando nos referimos aos amigos.

    Obrigada pelo seu comentário.

    Beijos!!!

    Mazé Silva

    ResponderEliminar
  7. Lindo poema, lindo vídeo mas o autor não é Fernando Pessoa, é Padre Zezinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde, Saradão Suplementos! Esta matéria é de 02-04-2009, mas nunca é tarde para a comentar e, no caso, para a esclarecer. Após o seu comentário, pesquisei sobre o assunto e uma das coisas que fiquei a saber é que "O poema do amigo aprendiz" contém excertos do poema musicado "Saudação do amigo" por Padre Zezinho e que, de facto, como você diz, nada tem de Fernando Pessoa. Obrigado pela sua participação. Abraço.

      Eliminar
  8. Lindo poema de Fernando Pessoa. Parabéns por publicar.

    ResponderEliminar
  9. Lindos poemas!
    Linda produção!
    Gratidão!

    ResponderEliminar
  10. Lindo poema!
    A musica e a interpretação compatíveis com a sensibidade do grande poeta Fernando Pessos

    ResponderEliminar
  11. Boa noite, sinto muito mas esse poema é retirado de uma música de um padre brasileiro, o padre Zezinho, José Fernandes de Oliveira, da congregação dos sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus; não pertence a Fernando Pessoa.

    ResponderEliminar
  12. O poema é, realmente, muito bonito! Mas, a Rita Pinto tem razão - o texto não é de Fernando Pessoa e sim do Padre Zezinho.

    ResponderEliminar

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo