CCB - Concertos Nómadas: "Iberian Impressions" Paulo Oliveira 25/11 | "Alma Brasileira" Christina Margotto 2/12

Do Texto: Paulo Oliveira e Christina Margotto no CCB Lisboa.
Composição: Paulo Oliveira - Christina Margotto



CONCERTOS NÓMADAS NO CCB


Iberian Impressions
Paulo Oliveira
CCB. 25 novembro . sexta-feira . 19h00 . Centro de Congressos e Reuniões

Este recital do pianista Paulo Oliveira representa uma viagem pela música ibérica para piano. Começa e acaba com duas obras de construção mais formal, funcionando como alicerces de todo o programa, as Sonatinas de Armando José Fernandes e de Xavier Montsalvatge, respetivamente. Inclui dois ciclos com obras de carácter nacionalista (a suite España de Isaac Albéniz e a 1.ª série das Cenas Portuguesas de José Vianna da Motta). Apresenta ainda um conjunto de obras de Pedro Blanco, compositor espanhol que se radicou na cidade do Porto, onde passou praticamente metade da sua curta vida. Fortemente enraizado na vida cultural da cidade e do país, acaba por ser um exemplo ímpar da fusão entre as culturas portuguesa e espanhola, sendo um eixo de ligação privilegiado deste programa.

Neste recital, o pianista Paulo Oliveira irá apresentar o seu mais recente disco, Iberian Impressions (editado pela norte-americana Odradek Records), que foi recentemente distinguido com o prémio Global Music Award, nos EUA, na categoria de Piano Clássico.

Bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian e da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, Paulo Oliveira doutorou-se com distinção na Universidade do Kansas, EUA, onde foi aluno de Sequeira Costa durante quase uma década. Premiado em vários concursos nacionais e internacionais, apresentou-se a solo, com orquestra e em música de câmara em vários continentes e gravou para várias rádios europeias e americanas. O seu disco Iberian Impressions, recentemente lançado pela Odradek Records, tem merecido rasgados elogios da crítica especializada. 

Alma Brasileira
Christina Margotto
CCB. 2 dezembro . sexta-feira . 19h00 . Centro de Congressos e Reuniões

A evolução da música clássica brasileira é uma história de sincretismo cultural, um caldeirão de influências europeias, indígenas e africanas, que se combinam em proporções diversas para criar um som e um estilo essencialmente brasileiros. Todos os compositores clássicos no Brasil voltaram-se para essa fonte, porque dela brotou a própria essência da cultura e da música brasileiras. Foi somente no final do século XIX e começo do século XX que um estilo musical genuinamente brasileiro pôde ser identificado, distinto das técnicas e géneros musicais herdados da Europa. Nesse contexto, a música para piano teve um papel imprescindível, já que todos os grandes compositores brasileiros deixaram uma obra significativa para o instrumento.

As obras escolhidas para este programa traçam um panorama histórico e estilístico desse processo evolutivo. O programa centra-se em compositores representativos de quatro gerações no desenvolvimento da música brasileira, incluindo Villa-Lobos, Carmargo Guarnieri, Radamés Gnatalli e Marlos Nobre. Cada um deles deixou contribuições singulares ao desenvolvimento estilístico da música clássica brasileira, desde uma abordagem fundamentalmente nacionalista, até um estilo mais universal, em que elementos do folclore regional são incorporados em moldes formais cosmopolitas. Em todas elas, identificamos a energia rítmica, a plasticidade melódica, a riqueza tonal e intervalar, e os cativantes efeitos sonoros que dão à música brasileira todo o seu carisma, interesse e apelo universal.
James Melo
Musicólogo, editor chefe-supervisor da City University NY

Premiada em vários concursos no Brasil, Christina Margotto apresentou-se como solista e camerista no Brasil, EUA, Espanha, Inglaterra, Itália, Alemanha, França e Bélgica. Em 2013, criou o grupo Toy Ensemble e tem promovido a música e intérpretes portugueses no Brasil. O seu trabalho como divulgadora da música portuguesa mereceu por diversas vezes o apoio do Ministério da Cultura, Instituto Camões, Fundação C. Gulbenkian, Antena 2 e Delegação de Cultura do Norte. Integra o quadro de professores do Conservatório de Música do Porto. 
Também pode ler:
Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !