Gratidão, mesmo na dor

Fotocomposição com a palavra "Obrigado" em vários tamanhos e posições, tendo no centro o contorno a preto de uma mulher agradecendo a vida de braços abertos.

Ser grato é ciência!

Por: Rosângela Aguiar (*)

Peguei um ônibus na cidade de Manaus, puxei a cordinha para o motorista parar na próxima parada e quando ele parou eu desci, e disse: “muito obrigada”. Uma senhora que desceu comigo, respondeu “para que agradecê-lo, não fez mais que a obrigação dele parar”. Sinceramente, nem dá para acreditar que existe esse tipo de pessoa, mas existe.

Por outro lado... hashtag Gratidão!!  Está tão comum ver e ouvir essa frase pelas redes sociais. Até que ponto ela é verdadeira para quem a escreve ou fala.

Porque realmente quem fala, e fala de verdade, sabe que a gratidão é o maior gatilho da felicidade. É isso mesmo. E isso não é nenhuma suposição. Ser grato é ciência!

Veja bem, sempre que reconhecemos qualquer coisa na vida, seja uma palavra, um gesto ou um acontecimento, sempre que nos portamos a tudo com gratidão, nosso cérebro reage, aumentando o nível de dopamina — neurotransmissor responsável, dentre outras funções, pela sensação de bem-estar, humor e prazer. Isso é fato cientifico, quanto maior a dopamina, mais nos sentimos felizes e satisfeitos.

Tem uma passagem das escrituras sagradas que diz: “em tudo dai graça”. Deus fala em tudo, não é só para as coisas boas, também para as ruins, porque muitos acontecimentos ruins, no momento não sabemos, mas lá na frente entendemos o porquê e entendemos que nos fortalecemos pelo ocorrido.

Não sei se você desenvolve essa atitude de gratidão, mas esse ato traz um bem muito grande para os nossos relacionamentos.

Portanto,
Nada é em vão
Seja no momento que for
No riso e na dor
Em tudo, gratidão

💠💠💠 

(*) Rosângela Aguiar - Enfermeira, professora universitária, palestrante, mestre em Desenvolvimento Humano e autora da obra “Abrace: poemas e frases”, pela Literare Books International

Roberto Carlos - A montanha

Também pode ler:
Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !