7 tipos de tratamentos estéticos que os homens buscam

Afinal, o que buscam os homens nos consultórios estéticos? “O público masculino, no geral, opta por tratamentos de prevenção de envelhecimento e rejuvenescimento


Os homens estão cada vez mais exigentes com relação aos procedimentos estéticos. Eles buscam melhorias faciais e corporais para tratar diversas alterações

São Paulo – 28/07/2022 - Afinal, o que buscam os homens nos consultórios estéticos? “O público masculino, no geral, opta por tratamentos de prevenção de envelhecimento e rejuvenescimento de forma que não altere muito suas características naturais. Esses tratamentos têm graus leves de dor, porém percebemos na prática que cada pessoa tem experiências diferentes quando se trata de dor. Algumas pessoas suportam mais, outras menos”, explica a Dra. Cláudia Merlo*, médica especialista em Cosmetologia pelo Instituto BWS. Abaixo, consultamos especialistas para explicar como tratar 7 tipos de tratamentos mais buscados pelos homens:

Rugas na testa e entre a sobrancelha: Segundo a Dra. Cláudia Merlo, a toxina botulínica previne as rugas dinâmicas na testa, nos olhos e entre sobrancelhas. “Ela atua na musculatura evitando contração e fraturas da pele. No entanto, é um tratamento que deve ser feito frequentemente de duas a três vezes ao ano, pois possui durabilidade de quatro meses”, diz a médica. “A remoção dos movimentos musculares da face resulta em uma redução das linhas de expressão e impede que uma ruga dinâmica se torne uma ruga estática”, completa o cirurgião plástico Dr. Paolo Rubez*, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS) e da Sociedade Americana de Cirurgia Plástica (ASPS).

Olhar cansado: O rejuvenescimento da região dos olhos, região da face em que se observa envelhecimento precocemente, também é um dos destaques, segundo a Dra. Cláudia. “Como muitos homens evitam tratamentos mais invasivos, essa é uma área de grande procura de tratamentos de prevenção. Realizamos laser de Erbium-yag, Fotona, que estimula colágeno na camada mais superficial da pele e ultrassom microfocado, que promove sustentação muscular e ligamentar através de estímulo de colágeno e fibrina para manutenção do olhar mais aberto. O Fotona na região dos olhos varia de acordo com grau do envelhecimento. A manutenção é feita uma vez ao ano, e o tratamento da flacidez é individualizado quanto ao número de sessões. Já o ultrassom microfocado se realiza uma vez ao ano”, explica a Dra. Cláudia. No caso de homens que já contam com excesso de pele na região das pálpebras, a cirurgia de blefaroplastia é indicada. “Ela promove o rejuvenescimento das pálpebras, removendo o excesso de pele, melhorando o aspecto de flacidez, retirando bolsas de gordura da pálpebra inferior, tratando a ptose (queda da pálpebra) ou a pseudoptose palpebral (queda ocasionada pelo excesso de pele), remove as xantelasmas (pequeno depósito de gordura e colesterol que ocorre logo abaixo da pele ao redor dos olhos) e ameniza as rugas. Nos homens, esse tratamento costuma ser procurado, em média, a partir dos 35 anos, mas pode beneficiar também pessoas ainda mais jovens”, diz o Dr. Paolo.

Mudanças no nariz: Segundo o cirurgião plástico Dr. Paolo Rubez, geralmente, o homem procura o médico quando as características nasais que o incomodam interferem na aparência, ainda mais quando o paciente tem histórico de bullying ou insegurança no convívio social. A rinoplastia é a cirurgia plástica que visa modificar a forma do nariz, sendo possível aumentá-lo, reduzi-lo ou alterar seu formato para deixá-lo mais harmônico com relação à face. O médico explica que as principais condições nasais que levam o homem a fazer a rinoplastia são: dorso e ponta em formatos desproporcionais, narinas grandes, desvio de septo, desconforto com tamanho do nariz, ponta do nariz grande ou caída, e hipertrofia dos cornetos. “Após a cirurgia, modificações como a retificação do dorso, melhora do ângulo e da definição da ponta nasal, e melhora na função respiratória são as mais percebidas pelos pacientes”, diz o cirurgião plástico. “Neste procedimento, o médico remodela o nariz do paciente com instrumentos delicados, removendo ou acrescentando cartilagens ou tecidos para obter a aparência desejada. A cirurgia também pode ser associada a procedimentos como a correção do desvio do septo para melhorar alterações funcionais e a respiração do paciente. O procedimento é realizado com anestesia geral no paciente para uma melhor segurança durante a cirurgia e, após a execução da sutura com técnica adequada, a cicatriz na região nasal se torna imperceptível”, diz o Dr. Paolo.

Falta de volume facial: Feito com ácido hialurônico, o preenchimento facial é um dos principais procedimentos estéticos realizados atualmente, pelos bons resultados alcançados e pela segurança da substância, que já está presente no nosso organismo. “O ácido hialurônico hidrata e traz vitalidade à pele, pois atrai moléculas de água entre as células. Nos tratamentos estéticos, essa substância é usada como preenchedor, pois proporciona volume às áreas tratadas, melhora o contorno facial e promove uma aparência mais harmônica”, explica o Dr. Paolo.

Sinais de flacidez: Quanto aos sinais de perda da firmeza da pele, é possível prevenir e tratar o problema. “A estruturação facial que realizamos com a tecnologia ultrassom microfocado estimula colágeno em estruturas mais profundas (muscular) e promove lifting facial não cirúrgico. Esse tratamento é realizado uma vez ao ano”, diz a Dra. Cláudia. Os bioestimuladores de colágeno também podem ajudar. “Eles podem ser injetáveis ou a laser. Esses procedimentos promovem formação de colágeno em camadas intermediárias da face ao longo dos meses, sem promover volumização facial. Os efeitos são pele mais firme, hidratada e redução de rugas finas”, completa a Dra. Cláudia. Em casos mais avançados, a cirurgia de lifting facial é a mais indicada, segundo o Dr. Paolo. E tem nova técnica na área, o Deep Plane Facelift, que traz resultados mais naturais ao reposicionar os músculos da face. “O lifting inicialmente tratava apenas a camada de pele do rosto, esticando-a e retirando seu excesso. Isso promovia resultados muito artificiais e estigmatizados. O Deep Plane se diferencia pela forma com que se trata o SMAS (Sistema Músculo Aponeurótico Superficial), de maneira mais profunda e fazendo um reposicionamento melhor e mais duradouro da anatomia que a idade alterou. A técnica permite um rejuvenescimento muito grande e natural para o rosto, pois trata de forma pontual todas as suas camadas que apresentam envelhecimento”, comenta o cirurgião plástico Paolo Rubez.

Lábios desidratados e finos: Segundo a Dra. Cláudia, o preenchimento labial não é um procedimento muito aceito no público masculino, no entanto, é uma região que há perda de colágeno e estrutura. “Atualmente com avanço da tecnologia, podemos realizar um tratamento chamado liplaser que reposiciona volume perdido através do estímulo de colágeno de forma natural e sem estigmas. Quando mais jovens e sem perda de volume, é possível realizar uma sessão anual. Caso haja perda de volume, são indicadas três sessões com intervalo de 30 dias, até reposição do volume perdido”, diz a médica. Para lábios ressecados, alta hidratação e efeito volumizador temporário também podem ser vistos com a experiência HydraFacial Perk Lábios que, através da combinação entre tratamento em consultório e cuidados homecare, é capaz de conferir lábios hidratados, revitalizados e levemente volumizados. A exclusiva tecnologia roller-flex, por meio de sucção à vácuo, promove uma limpeza e esfoliação suave enquanto deposita na pele da região um poderoso sérum nutritivo e hidratante. “O Sérum HydraFacial Perk Lábios traz como destaque em sua formulação ingredientes como o óleo de hortelã-pimenta, que possui ação anti-inflamatória e antioxidante, e os extratos de peônia, que hidrata e acelera a renovação da pele, e aloe vera, que é rico em Vitamina E e C, assim atuando como antioxidante e calmante” destaca a hydrafacialista Fernanda Ruiz.

Gordura localizada: A redução da gordura localizada também entre os anseios estéticos masculinos. Existem tratamentos que agem na redução da gordura localizada, como o Atria, e aqueles que estimulam a musculatura, como T Sculptor, segundo o dermatologista Dr. Abdo Salomão Jr*, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. A novidade é a tecnologia Atria, a quarta geração de ultrassom macrofocado, que tem um novo formato de entrega, com a coagulação radial intermitente, possibilitando tratamentos mais rápidos de gordura localizada, com a máxima eficiência ao promover efeito térmico e muito menos dor. “Nesse tipo de coagulação, a energia do ultrassom é entregue de forma pulsada e não contínua, dessa forma os níveis de dor despencam. O ultrassom aquece a gordura a 65ºC, promovendo sua degradação, o que diminui a quantidade de tecido adiposo no local tratado”, afirma o dermatologista. Para ficar mais forte, o T Sculptor utiliza da tecnologia HIFEM (High-Intensity Focused Electromagnetic) para enrijecer os músculos e diminuir gordura, permitindo ao paciente fazer um treino muito mais forte e pesado do que ele conseguiria na academia. “A tecnologia não invasiva, ao entrar em contato com a pele, gera um campo eletromagnético focado de alta intensidade capaz de estimular o músculo por meio de contrações contínuas e intensas. São realizadas até 36 mil contrações em cada sessão de 30 minutos, proporcionando assim hipertrofia muscular com consequente aumento do volume da musculatura, redução de gordura devido a ampliação do gasto calórico e, dependendo do protocolo realizado, até mesmo aumento da força muscular”, explica o médico.

Além dessas queixas frequentes, a cirurgiã vascular Dra. Aline Lamaita*, membro da diretoria (comissão de marketing) da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), explica muitos homens também sofrem com varizes e investem em procedimentos que eliminam as veias tortuosas e dilatadas. O procedimento Clacs para varizes, técnica idealizada pelo Professor Doutor Kasuo Miyake, une laser não-invasivo e injeções de glicose (e não há problema para diabéticos). “Após a utilização do laser, a glicose é aplicada na veia (que já está sensibilizada com o disparo do laser). Com o disparo do laser, o fluxo de sangue fica lentificado e permite que a glicose permaneça mais tempo em contato com o vaso — que vai secar”, explica a cirurgiã vascular Dra. Aline Lamaita. No geral, de uma a três sessões, com intervalo mensal, resolvem o quadro. Em todo caso, o mais recomendado é buscar ajuda de um médico para indicação precisa do procedimento.

                                                                      💢💢💢

*DR. PAOLO RUBEZ: Cirurgião plástico formado pela UNIFESP, é membro da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), da Sociedade Americana de Cirurgia Plástica (ASPS) e da Sociedade de Cirurgia de Enxaqueca dos EUA. Dr. Paolo Rubez é Mestre em Cirurgia Plástica pela Escola Paulista de Medicina da UNIFESP. O médico tem 8 Observerships com o Dr. Bahman Guyuron em Cirurgias Plásticas Faciais, em Cleveland – EUA. Instagram: @drpaolorubez
*DRA. CLÁUDIA MERLO: Médica especialista em Cosmetologia pelo Instituto BWS. Diretora da Clínica Cláudia Merlo. Instagram: @dra.claudiamerlo
*DRA. ALINE LAMAITA: Cirurgiã vascular, Dra. Aline Lamaita é membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV). Membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia, do American College of Phlebology, e do American College of Lifestyle Medicine, a médica é formada pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (2000) e hoje dedica a maior parte do seu tempo à Flebologia (estudo das veias). Curso de Lifestyle Medicine pela Universidade de Harvard (2018). A médica possui título de especialista em Cirurgia Vascular pela Associação Médica Brasileira / Conselho Federal de Medicina. RQE 26557. Instagram: @alinelamaita.vascular
*DR. ABDO SALOMÃO JR: Doutor em Dermatologia pela USP (Universidade de São Paulo). É sócio Efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Membro da American Academy of Dermatology (AAD), Sociedade Brasileira de laser em Medicina e Cirurgia e do Colégio Ibero Latino Americano de Dermatologia. Professor universitário, Dr. Abdo Salomão Jr. ministra aulas nos principais congressos nacionais da especialidade. Além disso, já deu aulas na Austrália, Itália e Coréia do Sul. É uma referência em conhecimento de lasers e tecnologias para fins dermatológicos e estéticos. Diretor da Clínica Dermatológica Abdo Salomão Junior.
 *HYDRAFACIAL: Sediada nos Estados Unidos com atuação em 87 países ao redor do mundo, HydraFacial é uma marca de equipamentos estéticos presente no mercado internacional há 24 anos. Recém-chegada ao Brasil, HydraFacial tem por objetivo entregar soluções de cuidados com a pele para todos, sendo precursora em um conceito de tratamento, totalmente indolor, que consiste não somente em tornar a pele mais bonita, mas também mais saudável. A marca trouxe com exclusividade ao Brasil a tecnologia HydraFacial, que permite a hiperpersonalização de todo o tratamento para atender às necessidades específicas de cada pele, com resultados eficazes. Instagram: @hydrafacialbrasil

 

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !