Museu Casa de Portinari lança livro para crianças sobre a infância de Candido Portinari

No próximo sábado (2), às 17h, o Museu Casa de Portinari, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela ACAM Portinari, lançará o livro "Candinho, um menino que gostava muito de brincar e desenhar”, da museóloga Angelica Fabbri.

De forma lúdica, "Candinho, um menino que gostava muito de brincar e desenhar", de Angelica Fabbri, retrata os primeiros anos de vida que levaram Candido Portinari a descobrir seu amor pela arte, por sua gente e por sua terra natal

No próximo sábado (2), às 17h, o Museu Casa de Portinari, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela ACAM Portinari, lançará o livro "Candinho, um menino que gostava muito de brincar e desenhar”, da museóloga Angelica Fabbri. Além da sessão de autógrafos, também será realizada a leitura compartilhada da história sobre a obra que destaca a infância de Candido Portinari, tão presente na vida do pintor. O exemplar também contará com seu formato digital, disponível para download no site da instituição.

Os primeiros anos de vida de Candido Portinari foram na casa de sua família, em Brodowski (SP), marco do grande vínculo do artista com sua terra natal. Foi nessa época, em um lar de origem italiana, que o menino Candinho descobriu sua paixão pela arte. Desenhava o que via e vivia, inspirado por familiares, amigos e por uma vida humilde, porém, feliz.  O circo, a banda, o coreto, a estação de trem, as brincadeiras da época, o futebol com bola de meia, o contato com os animais, a religiosidade, o povo trabalhador da roça, enfim, memórias que Portinari guardou no coração para depois eternizá-las em suas telas, desenhos e poesias.

“Esse projeto é realizado para as crianças daqui, de lá... de acolá... que elas possam ser amadas e respeitadas em suas infâncias plurais, que tenham os seus direitos assegurados e, acima tudo, muito carinho, amor e oportunidades. Que os seus sonhos sejam maiores que os medos, que sejam quem desejarem ser e que possam desenhar com o coração a história de suas vidas. Que vivam num mundo fraterno, solidário e cheio de paz”, afirma a autora.

O texto do livro foi concebido em diálogo com a obra de Portinari, formando um todo indissociável, amparado por ilustrações criadas pelo artista Dino Bernardi que também tem vínculos com Brodowski e com Portinari. Um trabalho que enriquece a lúdica aventura de desvendar o mundo do menino Candinho.

Sobre a autora
Angelica Fabbri é museóloga atuando na área desde 1984. É diretora-executiva da ACAM Portinari, pós-graduada em Museologia pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo - FESP/SP, com mestrado profissional (MBA) em Bens Culturais: Cultura, Economia e Gestão, pela FGV-SP, além de ser especialista em Arte Educação e Museu, pela ECA-USP. Foi presidente do COREM 4R por 2 mandatos (2005/2006), vice-presidente por 2 mandatos (2009/2010), filiada ao ICOM desde 1986 e atualmente é membro do Conselho Fiscal do ICOM Brasil.
 
Visitação
A entrada no local é realizada mediante apresentação do comprovante de Vacinação Completa para todos os visitantes que quiserem acessar a instituição. O Museu Casa de Portinari está localizado à Praça Candido Portinari, nº 298 - Centro, em Brodowski (SP), e está sempre aberto para visitação de terça-feira a domingo, das 9h às 18h, seguindo todos os protocolos de segurança sanitária.
Mais conteúdos sobre programação cultural, ações educativas, bem como o tour virtual do Museu Casa de Portinari, estão disponíveis nas mídias sociais da instituição (@museucasadeportinari) e no site www.museucasadeportinari.org.br.
Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !