Livro inspirado na história de médico que salvou milhares de vidas durante a Segunda Guerra chega ao Brasil



Escritora inglesa traz enredo comovente baseado em fatos e personagens reais de heróis silenciosos, como o Dr. Janusz Korczak

O Bom Doutor de Varsóvia (Editora Jangada) prende o leitor do primeiro ao último parágrafo. Baseado na inspiradora história do médico e escritor Dr. Janusz Korczak (pseudônimo de Henryk Goldszmit),  responsável por salvar centenas de vidas de crianças na cidade de Varsóvia, durante a Segunda Guerra Mundial, e nos relatos de Misha e Sophia, aprendizes do médico, este romance é fruto de pesquisas e do “amor” que a autora nutriu pela tocante história de Korczack e seu método de relacionamento com as crianças.

A autora Elisabeth Gifford, ainda uma jovem mãe, deparou-se certo dia com suas ideias em um seminário sobre Educação. Segundo ela, o médico defendia um relacionamento com a criança que implica conhecê-la a fundo e respeitá-la enquanto indivíduo. Foi esta visão que a fez pesquisar a vida deste homem pouco conhecido e transformá-la em um livro de ficção. Para isso, ela fez diversas pesquisas, viagens e entrevistas. E chegou, inclusive, a colher informações e obter importantes materiais com Roman Wroblewski-Wasserman, filho de Misha e de Sophia, o casal que protagoniza este livro, ao lado de Korczak. Misha e Sophia são um dos pouquíssimos sobreviventes do gueto de Varsóvia. Ambos trabalharam com Korczak antes e durante a segunda guerra.

Este é o terceiro livro escrito por Gifford, que se tornou escritora justamente para poder contar a história de Korczak. Para chegar ao resultado final, Gifford trabalhou ao longo de dez anos, fez um curso de escrita criativa e publicou outros dois livros.  O Bom Doutor de Varsóvia é romance denso, porém sensível, sobre um dos períodos mais difíceis da história. A autora recria a época da ocupação alemã na Polônia, mesclando personagens reais e fictícios, destacando com perspicácia momentos importantes da vida durante o Holocausto.

Na trama, Misha e Sophia, um jovem casal de estudantes apaixonados são postos à prova durante os horrores do controle nazista em Varsóvia, assim como o Dr. Korczak luta para proteger as cerca de duzentas crianças de seu orfanato. O Bom Doutor de Varsóvia recria os fatos narrados pelo médico em seus escritos. Korczak abriu mão de salvar a própria vida para cuidar de centena de órfãos e dar-lhes esperança. “Ele foi pioneiro no campo da psicologia e bem-estar da criança e ensinou crianças e adultos a tratar uns aos outros com empatia”, diz a autora.  

O Bom Doutor de Varsóvia ganhou ares de romance, segundo Gifford, para que certa leveza caísse sobre as páginas e pudessem, assim, serem lidas pelas pessoas. “Decidi respeitar todos os fatos documentados sobre Korczak e os anos de guerra e preencher as lacunas culturais, como a comida e os meios de transporte, com dados de pesquisa. Permiti-me a mesma liberdade criativa de um roteirista de cinema que recria uma época histórica”, conta a autora. 

Trecho do livro:
“Com uma dor no peito, Misha lembrou-se da última vez que vira o médico e as crianças, no orfanato da Rua Sienna, dentro dos muros do gueto. Tinha passado o dia todo fora do gueto com uma equipe de trabalho destacada pelos alemães, varrendo cacos de vidro no quartel de Praga, sob o olhar entediado do guarda que os vigiava, empunhando o rifle de forma displicente.

Quando voltou ao orfanato no fim da tarde, as crianças tinham sido levadas. Os copos de leite pela metade e o pão estavam esquecidos sobre as mesas; as cadeiras, tombadas ou empurradas para trás. Saqueadores já tinham invadido o prédio, os travesseiros rasgados, o conteúdo dos armários com as lembranças das crianças espalhado pelo pequeno salão de baile do clube de empresários, que durante um ano e meio servira de dormitório, sala de aulas e refeitório para duzentas crianças.”

Elogios ao livro:
“Uma história que deve ser contada e recontada. De leitura agradável e extremamente poderosa. ” —The Times (Londres)

“Fui totalmente cativado por esta história maravilhosa. ” – Christopher Booker, escritor premiado
 
Sobre a autora:
Elisabeth Gifford nasceu em Midlands, Inglaterra, e estudou Francês e Religiões do Mundo na Universidade de Leeds. Trabalhou como especialista em dislexia e, depois de obter o diploma em Escrita Criativa pela Oxford OUDCE, e o mestrado em Escrita Criativa pela Royal Holloway College, deu início a uma prolífica carreira de escritora, dedicando-se sobretudo a romances inspirados em momentos históricos relevantes. Ela é casada, tem três filhos e mora em Kingston upon Thames, na Inglaterra.

SERVIÇO:
Livro:  O Bom Doutor de Varsóvia
Autor: Elisabeth Gifford
Editora: Jangada
Páginas: 376
Preço: R$ 56,90

Sobre o Grupo Editorial Pensamento:
Mais que livros, inspiração!
Desde 1907, o Grupo Editorial Pensamento publica livros para um mundo em constante transformação e aposta em obras reflexivas e pioneiras. Na busca desse objetivo, construímos uma das maiores e mais tradicionais empresas editoriais do Brasil. Hoje, o Grupo é formado por quatro selos: Pensamento, Cultrix, Seoman e Jangada e possui em catálogo aproximadamente 2 mil títulos, publicando cerca de 80 lançamentos ao ano. Ao longo de sua trajetória, o Grupo Editorial Pensamento aposta em mensagens que procuram expandir o corpo, a mente e o espírito. Mensagens que emanam energia positiva e bem-estar. Mensagens que equilibram o ser. Mensagens que transformam o mundo.
Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !