Favela.Lab faz evento de encerramento no Museu do Amanhã

O Museu do Amanhã recebe no dia 4 de dezembro, entre às 14 e 17 horas, o evento que marca o encerramento das duas primeiras edições do programa Favela.Lab, curso que capacitou cerca de 100 jovens, entre 18 e 29 anos, de diferentes favelas do Estado do Rio de Janeiro a serem ativistas em seus territórios utilizando-se da tecnologia e do audiovisual. As edições Filmar Para Mudar e ODS nas Favelas foram realizadas pelo Observatório Internacional da Juventude e PerifaConnection em parceria com a Groselha Produções, entre agosto e novembro deste ano.

Programa em parceria com a ESPM capacitou jovens periféricos do Rio de Janeiro como criadores de conteúdo por meio do audiovisual

O Museu do Amanhã recebe no dia 4 de dezembro, entre às 14 e 17 horas, o evento que marca o encerramento das duas primeiras edições do programa Favela.Lab, curso que capacitou cerca de 100 jovens, entre 18 e 29 anos, de diferentes favelas do Estado do Rio de Janeiro a serem ativistas em seus territórios utilizando-se da tecnologia e do audiovisual. As edições Filmar Para Mudar e ODS nas Favelas foram realizadas pelo Observatório Internacional da Juventude e PerifaConnection em parceria com a Groselha Produções, entre agosto e novembro deste ano.

Com apoio da Fundação Ford, do Consulado Geral da República Federal da Alemanha e parceria com a Juv.RIO e ESPM, escola de negócios com foco nas áreas da economia criativa, o programa contou com a produção de 19 curtas-metragens. Cada grupo realizou um documentário de até 5 minutos de duração cuja temática era relacionada a um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS) em seus territórios. Surgiram projetos que abordam desde o acesso à água potável até a educação nas favelas do Estado.

O Museu do Amanhã foi escolhido para o encerramento das edições de 2021 do Favela.Lab pelo seu cenário de novas perspectivas da juventude do Rio de Janeiro. O evento terá a presença dos estudantes, professores, parceiros do projeto e representantes da Prefeitura da Cidade do Rio. A ideia é apresentar, por meio dos filmes, as narrativas dos jovens sobre seus territórios e reforçar que suas perspectivas sejam consideradas pelos tomadores de decisão, como forma de avançar cada vez mais em direção ao desenvolvimento sustentável previsto na Agenda 2030.

Além da exibição, o encerramento conta com ações da Secretaria Especial de Juventude da Cidade do Rio de Janeiro. Durante o evento haverá o lançamento do compromisso de ampliação das ações em prol da cultura urbana, direito à cidade a ao lazer com foco no fortalecimento de narrativas de jovens de favelas e periferias. 

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !