OS PRÓXIMOS DIAS NO CCB > muita música e conferências sobre arquitetura e justiça - Portal Splish Splash

Recentes

quarta-feira, outubro 13, 2021

OS PRÓXIMOS DIAS NO CCB > muita música e conferências sobre arquitetura e justiça

OS PRÓXIMOS DIAS NO CCB-conferência sobre arquitetura + concertos de música portuguesa e hip hop + recital de piano + concerto sinfónico + conferência sobre justiça +festival de música para crianças

OS PRÓXIMOS DIAS NO CCB-conferência sobre arquitetura + concertos de música portuguesa e hip hop + recital de piano + concerto sinfónico + conferência sobre justiça + festival de música para crianças


#2 conferência Campo Comum

Construção

Ateliers AgwA + BAST

13 outubro | quarta-feira | 18h30 | Pequeno Auditório

Coprodução Centro Cultural de Belém e Trienal de Arquitectura de Lisboa


O segundo evento deste ano do ciclo Campo Comum centra-se na construção — quer na sua definição material, quer na sua representação — como etapa fundamental do processo de aprendizagem da arquitetura, aqui entendida como campo comum do saber. Os convidados são os ateliers AgwA, de Bruxelas, e BAST — Bureau Architectures Sans Titre, de Toulouse. Ambos vão apresentar lugares, procedimentos e coreografias laborais, bem como a sua atitude no mundo construído, a partir de uma série de obras de renovação na Bélgica e em França, com escalas e características variadas.


Beatriz Pessoa apresenta Primaveras ao vivo no CCB

14 outubro | quinta-feira | 21h00 | Pequeno Auditório


Um primeiro disco que passou por uma travessia atlântica, numa viagem ao Rio de Janeiro (onde foi gravado), seguido de uma pandemia que adiou todo o processo de lançamento e promoção, mas que mantém a frescura do renascer de todas as primaveras.


Foi com coragem que a cantaautora manteve o entusiasmo e a vontade de partilhar estas nove canções primaveris e esperançosas que, depois de quase dois anos de espera, ganham, finalmente, toda a sua força num palco especial.


Beatriz Pessoa preparou um concerto cheio de surpresas e convidados para este momento especial, que se aguarda com o coração a radiar nova esperança em mais uma primavera.


Tristany

15 outubro | sexta-feira | 21h00 | Pequeno Auditório

«Meia Riba Kalxa é mais um pequeno terramoto na música portuguesa e peça culminar de três décadas de inspiração e resiliência dos subúrbios negros da Grande Lisboa.»


Meia Riba Kalxa – 4 estrelas – Francisco Noronha, 19 de junho de 2020, in Público


Tristany tornou-se um marco recente do hip hop nacional com o álbum Meia Riba Kalxa, muito aclamado pela crítica. Através da sua arte multidisciplinar, expressa a sua maneira sentir, criando assim uma multiplicidade de ritmos, com sonoridades cruas e estímulos visuais diversificados, representando todas as culturas em que se sente inserido.

Oiça aqui o single Rapepaz.TRISTANY - RAPEPAZ


Miguel Borges Coelho e Marta Zabaleta

Os ballets de Stravinsky

16 outubro | sábado | 19h00| Pequeno Auditório


Este programa pretende homenagear Igor Stravinsky, no ano em que se assinalam 50 anos desde a sua morte, revisitando três das suas obras fundamentais, a partir das transcrições para piano de O Pássaro de Fogo  (Suite de 1919), Pétrouchka e A Sagração da Primavera. Em palco estarão dois reconhecidos pianistas da atualidade, Miguel Borges Coelho e Marta Zabaleta.


Orquestra Sinfónica Portuguesa

O Simbolismo Sinfónico

17 outubro | domingo | 17h00 | Grande Auditório

Coprodução Centro Cultural de Belém, OPART/Teatro Nacional de São Carlos


Luís de Freitas Branco estabeleceu-se como o «introdutor do modernismo» em Portugal depois da estreia em 1913 do poema-sinfónico Paraísos Artificiais. Será esta peça, na sua versão para Orquestra de Câmara, que abre o concerto O Simbolismo Sinfónico, que abrange ainda o Nocturno para Orquestra de Cordas de Joly Braga Santos, estreado em São Carlos em 1947, e a Noite Transfigurada de Arnold Schönberg, de 1899. 


Profundamente descritiva e repleta de requintados efeitos de instrumentação e de harmonia, a peça tem por base um poema de Richard Dehmel que decorre numa noite de luar intenso. Direção musical do maestro Pedro Neves.


José Gomes Pinto

O Duelo: vontade, ação, contingência

20 outubro | quarta-feira | 18h30 | Centro de Congressos e Reuniões


Professor, investigador e ensaísta, José Gomes Pinto tem como áreas de investigação a Estética e a Teoria da Arte, a Arte e Teoria dos Media, a Filosofia da Tecnologia e a Filosofia da Comunicação.


No próximo dia 20, será o orador do ciclo de conferências Kleist: o(s) sentido da justiça, que se realiza em jeito de preâmbulo à apresentação de O Duelo (25 e 26 de novembro), encenado por Carlos Pimenta. Refletiremos sobre as dicotomias presentes na novela de Kleist, onde o confronto que lhe dá nome, ao abrigo da arbitrariedade divina, parece ser a única forma justa da humanidade conseguir aferir sobre honra e honestidade.


O ciclo continuará no dia 3 de novembro com o professor e ensaísta José Bragança de Miranda e no dia 17 de novembro com a filósofa Maria Filomena Molder.


Festival Big Bang Lx21

22 e 23 outubro | Sexta-feira e sábado | 4 a 12 anos + Famílias


O festival ideal para quem tem ouvidos curiosos e espíritos destemidos regressa para a sua 11.ª edição. Com música antiga, música contemporânea, fado, sapateado, instalações surpreendentes e muita aventura, esta será uma viagem aliciante para crianças, jovens e adultos.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário