A importância da LGPD no bom relacionamento com a imprensa - Portal Splish Splash

Recentes

segunda-feira, maio 31, 2021

A importância da LGPD no bom relacionamento com a imprensa

Uma das grandes discussões entre quem trabalha divulgando informações e quem constrói a notícia é como essa comunicação entre as partes é feita. Envio de email? Disparo de release via sistema? Contato em redes sociais? Grupos no whatsapp? E quem pode participar? Como ter o contato de quem interessa sem ultrapassar as barreiras da segurança de dados?


Como a segurança de dados, e, principalmente, o respeito a ela, pode melhorar o relacionamento de assessores com jornalistas de redação?


Uma das grandes discussões entre quem trabalha divulgando informações e quem constrói a notícia é como essa comunicação entre as partes é feita. Envio de email? Disparo de release via sistema? Contato em redes sociais? Grupos no whatsapp? E quem pode participar? Como ter o contato de quem interessa sem ultrapassar as barreiras da segurança de dados?


Para a Press Manager, empresa pioneira no mercado de PR Tech no Brasil, que trabalha com mailing atualizado em tempo real e que leva a sério o assunto proteção de dados, a comunicação entre os dois lados da notícia precisa ser revista e já: “nós vemos, no dia a dia, como é cada vez mais difícil mediar o contato entre assessores e jornalistas de redação, sem interferir na privacidade e na dinâmica de trabalho de um lado e sem perder resultados, de outro”, explica Eduardo Rocha, CEO da Press Manager.


Segundo o texto da nova Lei Geral de Proteção de Dados, Lei 13.709/2018, válida desde agosto, dado pessoal é toda informação relacionada a uma pessoa identificada ou identificável. Do nome ao endereço, do CPF ao número do celular. “Ou seja, o jornalista tem o direito de não querer que seu celular ou email pessoal seja divulgado para qualquer um e esse direito precisa ser respeitado”, enfatiza Eduardo.


Ele lembra: “o que começou a acontecer é que a empresa de mailing que conseguia o contato do jornalista a colocava em seu banco de dados, não havia uma regra quanto a isso e só se podia contar com o bom senso, nem sempre muito bem utilizado”. Daí a ter confusões generalizadas, com jornalistas sobrecarregados do lado de cá e assessores sendo hostilizados do lado de lá era um pulo.


Com a LGPD, esse problema tende a acabar: “se as empresas fizerem o que nós estamos fazendo, ou seja, levarem a sério a lei e só divulgarem o que o jornalista permitir, inclusive abrindo o sistema para que ele mesmo possa modificar seus dados, tudo fica mais fácil”, pondera o CEO. Foi para isso que a empresa criou o Press Voice, primeiro app para busca de fontes de imprensa.


Totalmente gratuito para o jornalista, o Press Voice permite encontrar fontes de imprensa ou receber releases por meio de palavras-chave, ou seja, de forma otimizada, e também que jornalistas e assessores conversem por chat. “A ideia é criar uma forma mais impessoal, porém dinâmica, de unir as duas pontas da notícia”, finaliza o gestor.


Saiba mais sobre o Press Voice aqui: https://www.pressmanager.com.br/pressvoice/


Sobre a Press Manager

Primeira startup voltada exclusivamente para o mercado de PR, a Press Manager lançou o conceito de gestão integrada para empresas de comunicação. Hoje, é a única que oferece todos os serviços necessários para o trabalho online, de acompanhamento de campanhas a relatórios customizados. Agrega, hoje, mais de 2 mil clientes, entre assinantes e usuários do plano gratuito, e mais de 55 mil jornalistas e blogueiros em sua base. A empresa também foi a primeira a lançar um app exclusivo para jornalistas, o Press Voice, que permite consultar o banco de fontes com milhares de especialistas cadastrados pelos assessores e solicitar informações, entrevistas por meio de contato em tempo real com as agências. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário