Fafá de Belém é embaixadora da Missão Saúde no Marajó - Portal Splish Splash

Recentes

quarta-feira, abril 28, 2021

Fafá de Belém é embaixadora da Missão Saúde no Marajó

“Missão Saúde no Marajó” é a iniciatiava inédita que o Pro Natura e vários parceiros vão levar, em outubro de 2021, às comunidades marajoaras do município de Curralinho, na Ilha do Marajó. A campanha de angariação de donativos e envolvimento cidadão foi hoje oficialmente lançada, com apoio da cantora e musa paraense Fafá de Belém, a qual abraça a ação como embaixadora.


O objetivo é prestar assistência médica, orientar sobre autocuidados em saúde básica, preparar a inclusão digital dos agentes de saúde na Amazônia e criar mudanças ajustadas e sustentáveis que empoderem as comunidades ribeirinhas

“Missão Saúde no Marajó” é a iniciatiava inédita que o Pro Natura e vários parceiros vão levar, em outubro de 2021, às comunidades marajoaras do município de Curralinho, na Ilha do Marajó. A campanha de angariação de donativos e envolvimento cidadão foi hoje oficialmente lançada, com apoio da cantora e musa paraense Fafá de Belém, a qual abraça a ação como embaixadora.

A intervenção médica e social urgente na Amazônia está alinhada com as necessidades locais identificadas pelas próprias comunidades e a Secretaria de Saúde de Curralinho, e irá marcar o um  avanço no acesso aos cuidados  de saúde dos ribeirinhos.

Em parceria com a agência Volunteer Vacations, serão deslocados para Curralinho, um grupo de pesquisadores e de médicos voluntários para atendimento médico, colaborando com a população, a Secretaria da Saúde, a Escola Ponta Alegre e o Telecentro CQC. Além disso, sob a orientação do Doutor Luiz Vilanova, que também atuou em ações humanitárias junto à organização Médicos sem Fronteiras,  vão ser desenvolvidas ações de educação e de prevenção, para capacitar líderes locais e agentes de saúde.

A Missão Saúde no Marajó busca agora o financiamento para viabilizar a estrutura e a logística de atendimentos da Missão e precisa angariar 60 mil dólares (cerca de 330 mil reais) para fornecer assistência médica, desenvolver oficinas de formação e capacitação comunitária que atuem na sensibilização para o autocuidado. Um dos exemplos da linha de atuação será no tratamento do elevado número de casos de doenças diarréicas por consumo de água sem tratamento. Outras frentes de trabalho são as doenças sexualmente transmissíveis, a saúde da mulher, os cuidados com higiene buca, além do reforço aos demais projetos de saúde já desenvolvidos pelo município.

Ainda como parte desta missão, será realizada uma pesquisa para inclusão digital. O objetivo é traçar um plano de atuação futura para o uso de plataformas digitais adaptadas ao ambiente amazônico, para tornar mais eficiente o trabalho em campo dos agentes de saúde. Dessa forma, não só o acesso à informação será mais fácil, como também vai permitir análise e coleta de dados mais rigorosas, modernizando os processos, aumentando a eficiência no atendimento dos ribeirinhos e reduzindo os custos operacionais. 

Com esta iniciativa, o Pro Natura e a VV , junto com as comunidades e a Secretaria de Saúde iniciam um processo de operacionalização do setor da saúde em uma comunidade amazônica com IDH dos mais baixos do Brasil, que poderá servir como modelo de sucesso escalável para outras comunidades e municípios da região

Números da missão: 2000 pessoas impactas, 500 atendimentos médicos, 10 médicos voluntários, 17 professores e 353 alunos, 5 pesquisadores e implementadores, 8 profissionais da Secretaria de Saúde de Curralinho, 5 dentistas, 4 oficinas e workshops, 90 dias de pesquisa e organização, 15 dias em campo, 8 dias de atendimento médico.

Sobre o Pro Natura International (PNI): Foi fundada no Brasil, em 1985, pelo médico Marcello de Andrade, e iniciou o seu processo de internacionalização em 1992 pelo engenheiro francês Guy Reinaud. Ao longo dos seus 36 anos de existência tem liderado com êxito diversas intervenções em diferentes comunidades por todo o mundo com o objetivo de incentivar a construção de economias sustentáveis e consequentemente gerar melhorias significativas na qualidade de vida das populações mais vulneráveis. Seu modelo operacional e financeiro desenvolvido em parceria com o IFC (International Finance Corporation), tem sido seu grande diferencial de atuação, demonstrando eficiência na implementação dos projetos levados à cabo em todo mundo.

Sobre a VV: a VV é a 1a plataforma brasileira que alia a formação e educação em ajuda humanitária, voluntariado e desenvolvimento social, com a experiência em campo. Com mais de 20 mil alunos e voluntários cadastrados a VV é referência no âmbito do voluntariado, empreendedorismo social, na educação com experiência em campo e nas imersões sociais.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário