Novidades

quinta-feira, dezembro 10, 2020

Maíra Garrido contextualiza anseios modernos diante das distâncias e descasos sociais em “Calma (leia na placa)”

O isolamento em casa e o descaso dos governos diante de tantas mortes - de pessoas, da Amazônia - viram combustível para a incensada nova faixa “Calma (leia na placa)”, um grito de resistência da cantora Maíra Garrido ao lado de Nathan Leitão


Artista carioca lança parceria com Nathan Leitão


O isolamento em casa e o descaso dos governos diante de tantas mortes - de pessoas, da Amazônia - viram combustível para a incensada nova faixa “Calma (leia na placa)”, um grito de resistência da cantora Maíra Garrido ao lado de Nathan Leitão. A parceria é um lançamento do selo Peneira Musical, já disponível nas principais plataformas de streaming.


Assinando juntos letra, música e interpretação, Maíra e Nathan concretizam uma colaboração desejada há anos - mesmo que à distância. Em meio à guitarra, que ora se intensifica e ora chora, “Calma” traz em seu título uma antítese. Diante da barbárie, não há silêncio possível. A canção usa exemplos reais e recentes - entre mortes, queimadas, mentiras e impunidade - para se posicionar contra o conformismo: “Não pode sonhar / Tem que se acostumar / Saber se adaptar”.


“Quando a razão cala, resta a arte, e essa música nasce da necessidade de denunciar a aflição do brasileiro e da inconformidade com essa onda de ‘bem-estar’ imposto mesmo num momento tão claramente desconfortável”, resume Garrido. O single conta também com arranjo de Guilherme Borges e guitarra, baixo, mixagem e masterização de Rodrigo Paschoal.


Maira é cantora, atriz, compositora, instrumentista, professora e preparadora vocal, bacharel em canto pela UNIRIO e técnica em artes cênicas pela CAL. Com experiência em diversos corais e musicais, a cantora vem investindo na sua carreira solo nos últimos anos. Atuou também como vocalista do grupo Reflexos, que ganhou o prêmio de melhor banda no festival do Zimba, onde Maíra recebeu também o troféu de melhor intérprete. Junto à coletiva  As Minas, teve a oportunidade de compor, atuar e cantar, além de realizar direção musical do espetáculo “Eu (quase) morri afogada várias vezes”. Também assinou direção musical e composição no espetáculo “Menines”, que ficou em cartaz em 2019 no Rio de Janeiro e em São Paulo.


Seu primeiro show solo, ainda com músicas cover, estreou em dezembro de 2015. Em 2019, Maíra Garrido lançou em todas as plataformas digitais o seu primeiro single autoral “Cada Não Seu”, seguido de "Meu Próprio Deus". Maíra Garrido faz do feminismo, da luta contra a gordofobia e da promoção dos direitos LGBTQIA+ suas bandeiras. Agora, a cantora solidifica essa musicalidade e personalidade em “Calma (leia na placa)”, já disponível em todas as plataformas de streaming.


Ficha técnica

Composição: Maíra Garrido e Nathan Leitão

Intérpretes: Maíra Garrido e Nathan Leitão

Arranjo: Guilherme Borges

Programação eletrônica: Nathan Leitão

Guitarra/baixo: Rodrigo Paschoal 

Mixagem e Masterização: Rodrigo Paschoal

Técnico de som/gravação: Nathan Leitão

Produção Artística: Maíra Garrido

Capa: Yasmin    

                                                                                                 Maíra Garrido, Nathan Leitão - Calma (Leia na Placa)



Ouça “Calma (leia na placa)”: https://ps.onerpm.com/calmaleianaplaca 

Nenhum comentário:

Postar um comentário