ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

12/01/2020

Festival Infantil GRATUITO reúne nomes como ZECA BALEIRO e O TEATRO MÁGICO

O Mini - Música e Interatividade para Infância estreia em formato online e totalmente gratuito.


Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio da Petrobras, e é realizado pela Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal, Pátria Amada Brasil. 


ETAPA DIGITAL DO MINI - MÚSICA E INTERATIVIDADE PARA INFÂNCIA TEM PROGRAMAÇÃO GRATUITA PARA TODA A FAMÍLIA


Palestra com a educadora e musicóloga Lydia Hortélio abre o festival organizado pela Luni Áudio e Vídeo, que acontece de 1 a 6 de dezembro, com apresentação exclusiva de Zeca Baleiro, show infantil inédito de O Teatro Mágico, participação do coletivo Pista Catro (Espanha), encontro virtual sobre música e inclusão com Alemberg Quindins, salas interativas e muito mais


O Mini - Música e Interatividade para Infância estreia em formato online e totalmente gratuito. Nesta etapa, a programação tem atrações artísticas exclusivas, vivências interativas, ciclo formativo para adultos e exibições audiovisuais, tecendo uma visão sensível e integradora capaz de reunir crianças, famílias e educadores em torno das narrativas do evento. O festival vai de 1 a 6 de dezembro, com transmissões ao vivo pelo YouTube, no www.youtube.com/minifestivaloficial.


Conduzida pela Palhaça Rubra (SP), a programação do Mini reúne artistas como Zeca Baleiro, que faz live-show especial com repertório dos álbuns "Zoró (Bichos Esquisitos)" e "Zureta"; o grupo O Teatro Mágico, com o projeto "Experiência" em formato inédito para crianças, e o coletivo Pista Catro, com o espetáculo "Orquestra de Malabares", direto da Espanha. A palestra de abertura fica por conta de Lydia Hortélio, importante educadora e musicóloga brasileira. A programação completa está no www.minimusica.com.br. O Mini - Música e Interatividade para Infância é organizado pela Luni Áudio e Vídeo, tem patrocínio da Petrobras, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e é realizado pela Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal, Pátria Amada Brasil. 


"Com o patrocínio da Petrobras, o Mini festival foi idealizado para promover encontros, shows e atividades interativas presenciais para crianças, familiares e formadores em alguns espaços do Recife. Diante da pandemia e assistindo a uma palestra da Lydia Hortélio, vimos que seria importante realizar essa edição do Mini no formato digital e criar um canal de conteúdos para crianças", justifica Danielle Hoover, idealizadora, coordenadora e curadora do festival, junto com Karina Hoover, sócia da Luni. "É uma proposta desafiadora, mas achamos também que este será um formato permanente, que vai caminhar de forma paralela ao festival presencial, programado para 2021", prevê Karina. 


A diretora e dramaturga Karen Acioly e a artista Lu Lopes, que dá vida à Palhaça Rubra, também integram o time de curadoras do festival. "O Mini vem com uma multiplicidade musical que atravessa qualquer meio de transporte, porque consegue dar matéria ao invisível: presencial, digital, o auditivo somente e até mesmo o tátil. Chega grande, apesar de Mini, com suas duas orquestras, música para divertir, para dançar, para brincar, para inventar, para animar", completa Karen. 


SOBRE A PROGRAMAÇÃO


Com programação dividida em quatro eixos — atrações artísticas, vivências interativas, ciclo formativo para adultos e exibições audiovisuais —, o Mini oferece atividades para crianças desde a primeira infância, dialogando também com a família, cuidadores e educadores. 


Integram o time das atrações, junto a Zeca Baleiro, O Teatro Mágico e coletivo espanhol Pista Catro, a Orquestra Modesta, Palhaça Rubra, Cia dos Palhaços, A Bandinha, Trupe Pé de Histórias, Mini Rock (com participação de Ylana Queiroga) e Tintim por Tintim.


Além da palestra de abertura com Lydia Hortélio, há um encontro com Alemberg Quindins, criador da Fundação Casa Grande - Memorial do Homem Kariri (Nova Olinda), sobre música e inclusão. As vivências — as infantis serão guiadas por Lulu Araújo (Fada Magrinha), Cacau (Cláudia Soul, da Mini Rock), Trupe Pé de Histórias, Mari Bigio e Barbatuques, e as adultas, por Rubra e Lucilene Silva — vão acontecer na plataforma Zoom, com inscrições gratuitas e vagas limitadas, pelo bit.ly/Mini_Vivencias. Percepção musical a partir de investigação e sensibilidade sonora, potência criativa e observação dos movimentos do corpo são algumas das propostas desses encontros. 


O Mini traz ainda uma live com a cantora Teresa Cristina e o Encontrão de Festivais Infantis, um bate-papo entre idealizadores e curadores dos principais eventos direcionados ao público infantil do Brasil, para tecer diálogos sobre os desafios de repensar as propostas dos eventos para o universo digital. 


Há, também, conteúdo audiovisual, com exibições do filme "Tarja Branca", documentário dirigido por Cacau Rhoden, um manifesto sobre a importância da manutenção da criança interior, e o curta-metragem pernambucano "Salu e o Cavalo Marinho'', de Cecília da Fonte. Episódios de "Aquático", "Dj Cão e a Loja de Discos" e "Rubra e as Criaturas" estão na grade da programação.


REDE DE APOIO


No aquecimento para o início do festival, em uma ação exclusiva para as redes sociais, o Mini convidou amigos de todos os cantos do país para cantarem as músicas de suas infâncias, um jeito carinhoso que encontraram de transmitir para filhos e netos aquilo que ficou em cada coração. Do incrível elenco reunido, o público passeia no Instagram, no Facebook e no YouTube do Mini pelas memórias de Lydia Hortélio, Lenine, Alceu Valença, Otto, Marcelo Jeneci, Carlinhos Brown, Chico César, Martins, Pedro Luís, Teresa Cristina, Arnaldo Antunes, Paulinho Moska, Elba Ramalho, Isabela Moraes, Gabi da Pele Preta, Bruna Alimonda, Monica Feijó, Ivan Santos, Lu Lopes, Tonfil, Tata Fernandes, Karen Acioly, Zeca Baleiro, Daíra, Zé Renato, Lula Queiroga, Silvério Pessoa, Alisson Xucuru, Rubra e crianças e adultos do povo Yawanawá (Acre), Rose e Stefano, Filó, George Sauma, Antônio Nóbrega e Maestro Spok. Um valioso conteúdo!


SOBRE O MINI


O festival nasceu em 2019, quando o projeto foi apresentado ao público com um show único do grupo Barbatuques (SP), no teatro Luiz Mendonça, no Parque Dona Lindu, Recife (PE). Selecionado no edital Petrobras Cultural - Música em Movimento e com recursos da Lei de Incentivo à Cultura, o Mini tem como eixo principal o binômio música (cantada e orquestrada) e interatividade, compreendendo a sonoridade como ferramenta de sensibilização e ampliação de conhecimentos.


Para 2020, estava programada a primeira edição do evento, que teria uma grade de atividades presenciais, distribuídas pela Região Metropolitana do Recife. Com o atual cenário de isolamento social, o festival foi repensado para acontecer em ambiente digital - uma oportunidade para interagir com públicos de todo o Brasil e do mundo!


ACOMPANHE O MINI NAS REDES

Minimusica

Instagram

Facebook


SERVIÇO:

Mini - Música e Interatividade para Infância (etapa digital)

De 1 a 6 de dezembro de 2020

YouTube

Inscrições gratuitas para as vivências pela Sympla: https://bit.ly/Mini_Vivencias 

Acesso gratuito

Classificação etária: livre 

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo