ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

11/13/2020

O fim do show da vida de Vanusa

No dia 8 de novembro de 2020, recebemos a mensagem de que um dos ícones femininos da música brasileira fez sua última apresentação no show da vida aos primeiros raios dourados do sol




Por: Carlos Marley*


No dia 8 de novembro de 2020, recebemos a mensagem de que um dos ícones femininos da música brasileira fez sua última apresentação no show da vida aos primeiros raios dourados do sol como sua cabeleira. Estamos falando da mais brilhante estrela do Cruzeiro de São Paulo e uma das maiores do Brasil, a cantora, compositora e atriz Vanusa Santos Flores.


No reino da Jovem Guarda participou apenas de dois programas, pois o inicio de sua carreira ocorreu quando o Programa Jovem Guarda caminhava para o seu crepúsculo. Em entrevista ao Programa Visão Especial de Ronnie Von exibido em 31/10/1912, ela disse que participou apenas de dois programas. Vanusa não é uma jovem-guardiana como a Martinha, Waldirene entre outras, mas foi adotada pelo movimento. 

 

No ano de 1971, Roberto Carlos e Vanusa voltaram a se encontrar. Desta vez a dupla foi a vencedora do Concurso de Rei e Rainha da Televisão, uma promoção conjunta da Revista Amiga e do Programa Silvio Santos, onde o casal mais votado pelos leitores da revista era coroado com os troféus Rei e Rainha durante o programa Silvio Santos. No ano de 1978, Vanusa voltou a vencer o concurso, desta vez na companhia de Ronnie Von.


Em outro momento Vanusa foi lembrada por Roberto Carlos. Aconteceu durante a participação do rei no programa “Quem tem medo da verdade” exibido em março de 1970. Ao final do programa foi perguntado a Roberto quem ele sugeria para ser o próximo participante do programa. Roberto sem muito pensar disse que gostaria de ver no programa Antônio Marcos e Vanusa e justificou a escolha.


Na discografia de Vanusa poucas canções de Roberto Carlos foram catalogadas, entre elas estão: “Tenho um amor melhor que o seu”, que foi sucesso na voz de Antônio Marcos e “Quando”, ambas composta por Roberto Carlos. Gravou também do repertório do rei “Como vai você” de autoria de Antônio Marcos e Mario Marcos, cuja gravação original foi de Roberto Carlos (1972).  


Dentre as suas inúmeras participações artísticas destacamos a do Festival da Canção de 1969 na Globo, a do programa “Os Adoráveis Trapalhões”, na TV Excelsior em São Paulo, onde contracenava com Renato Aragão, Ivon Cury , Wanderley Cardoso e Ted Boy Marino. Só depois foi que surgiu “Os Trapalhões” da Rede Globo com a sua formação definitiva.

 

Destacamos também a interpretação de Vanusa na música tema da primeira abertura do Fantástico, o Show da Vida, lançado em 1973, composta por Guto Graça Mello e Boni.

  

Várias canções se tornaram definitivas na voz de Vanusa como: “Manhãs de setembro” (Mário Campanha/ Vanusa), “Paralelas” (Belchior) e “Sonhos de um palhaço”, (Sergio Sá/ Antônio Marcos) entre outras.


Na canção “Mudanças” (Sérgio Sá/ Vanusa), que tem letra de Vanusa tem um trecho declamado onde ela retrata a sua real condição de mulher dizendo: “Porque sou mulher/ Como qualquer uma/ Com dúvidas e soluções/ Com erros e acertos/ Amor e desamor/ Suave como a gaivota/ E ferina como a leoa/ Tranquila e pacificadora/ Mas ao mesmo tempo/ Irreverente e revolucionaria/ Feliz e infeliz/ Realista e sonhadora/ Submissa por condição/ Mas independente por opinião...”. 


Vanusa viveu e sobreviveu aos seus sonhos de palhaço e devemos lembrá-la por tudo que ela fez e deixou de bom. Agora a tarde está chorando por você. 


Concluo esta minha homenagem a Vanusa com um trecho da canção “Sonhos de um palhaço” que diz assim: “Ah, o mundo sempre foi/ Um circo sem igual/ onde todos representam/ Bem ou mal...”.


*Carlos Marley, nasceu na cidade de Fortaleza, capital do estado do Ceará – Brasil, onde reside. Formado em Ciências Contábeis, pela Universidade Federal do Ceará, com especialização em Auditoria. Auditor Fiscal aposentado da Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará. Leia mais sobre o autor... 

Vanusa - Sonhos de Um Palhaço

2 comentários:

  1. Mais um excelente artigo do nosso amigo Marley! Parabéns! Grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nobre colega Armindo, agradeço o seu comentário sempre gentil. Um forte abraço.

      Eliminar

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo