ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

9/17/2020

MUCURIPE - Um espaço de Fortaleza que virou canção

Na TV, Roberto Carlos cantou Mucuripe no Especial de 1975 e em dueto com Fagner no Especial de 1991
Praia de Mucupire e Carlos Marley - Fotocomposição: Portal Splish Splash

Na TV, Roberto Carlos cantou Mucuripe no Especial de 1975 e em dueto com Fagner no Especial de 1991, gravação que faz parte do álbum Roberto Carlos Duetos (2006)



Por: Carlos Marley*


A palavra Mucuripe é de origem indígena (língua tupi) e possui diferentes significados como “Vale dos mocós”, “Rio dos gambás” e “Rio dos becurizeiros”. A cultura indígena exerceu e ainda exerce influência nos costumes e no cotidiano dos cearenses. Essa influência estar presente nas mais dIversas formas como na alimentação, nas denominações de ruas, bairros e cidades, nos romances indianista (Guarani, Iracema e Ubirajara) do escritor e político cearense José de Alencar e em muito outras formas.   


O bairro Mucuripe fica localizado na cidade de Fortaleza, estado do Ceará, região Nordeste do Brasil, a cerca de quatro quilometros a leste do centro da capital alencarina  (onde nasceu o escritor José de Alencar). Outro cearense ilustre, o poeta Paula Ney, em um dos seus versos denominou a cidade como a Loira Desposada do Sol. 


A praia do Mucuripe é uma das praias urbanas que percorrem cerca de 25 km deste litoral. As  atrações principais são as jangadas, os barcos de pesca, o mercado de peixes, servindo ainda como ponto de partida dos passeios de escuna, veleiro e jangadas. Outros atrativos à beira mar são as barracas montadas sobre a areia, tendo no seu cardápio a  saborosa culinária cearense. Os calçadões da orla são disputados pelos adeptos das caminhadas e pequenas corridas, proporcionando aos frequentadores um belo visual dos corpos sendo dourados pelo sol da Terra da Luz, denominação dada pelo abolicionista José do Patrocínio, por ter sido a primeira província a libertar os escravos no Brasil. Na hora da sede a reidratação pode ser feita com uma água de coco bem geladinha e outros aperitivos. 


A canção Mucuripe é uma inspiração de dois cantores e compositores cearenses Fagner e Belchior. O cenário é um ponto histórico de Fortaleza, uma antiga Vila de Pescadores. O local também foi palco de chegada de muito navios e caravelas dos conquistadores, vindos da Espanha, de Portugal e da Holanda, antes e após o descobrimento do Brasil. Hoje, os pescadores abrigam seus barcos e jangadas. O mar com as suas águas profundas é uma outra parte do cenário musical, onde o personagem usa como recurso para deixar na sua parte mais profunda todas as suas mágoas. O céu também fez parte do cenário, pois ao contempla-lo durante a noite o personagem  avista a estrela que é dela, então recorre ao vento para que o leve para longe daquele lugar, pois  a sua intenção é esquecer o sofrimento amoroso vivido e ir em busca de um novo amor “sem ter medo da saudade e sem vontade de casar”. Para isso usou “calça nova de riscado/ Paletó de linho branco/ Que até o mês passado/ Lá no campo inda era flor”. 


Uma curiosidade sobre esta canção é que ela teve duas versões. A primeira, com letra e música apenas de Belchior. Posteriormente, Fagner  fez uma nova versão em cima da mesma letra, que ficou famosa ao ser gravada por Elis Regina (1972) e Roberto Carlos (1975). Belchior, no livro, “No tom da canção cearense – Do rádio, e TV, dos lares e bares na era dos festivais (1963 – 1979)”, do historiador cearense Wagner Castro,   admite, que a versão do conterrâneo era melhor que a sua. 


Na TV, Roberto Carlos cantou Mucuripe no Especial de 1975 e em dueto com Fagner no Especial de 1991, gravação que faz parte do álbum Roberto Carlos Duetos (2006).


Os lançamentos originais dos autores da canção “Mucuripe” ocorreram primeiro com Fagner no Disco de Bolso do Pasquim (1972), um compacto com duas canções “Mucuripe” com Fagner e “A volta da Asa Branca” com Caetano Veloso. Já Belchior fez o lançamento no álbum Objeto Direto (1980).   


As velas do Mucuripe também navegou nas vozes de outros artistas como: Oswaldo Montenegro, Elba Ramalho, Ivan Lins, Amelinha e nos duetos de Fagner com Zé Ramalho, Djavan, Nelson Gonçalves e Dori Caymmi.


*Carlos Marley, nasceu na cidade de Fortaleza, capital do estado do Ceará – Brasil, onde reside. Formado em Ciências Contábeis, pela Universidade Federal do Ceará, com especialização em Auditoria. Auditor Fiscal aposentado da Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará. Leia mais sobre o autor... 

 Roberto Carlos - Mucuripe (video) ft. Fagner

1 comentário:

  1. Uau, fazia tempo que eu não vinha ver o portal splish Splash, estou amando... obrigada Armindo.

    ResponderEliminar

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo