LightBlog
>

ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

6/04/2020

Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro iniciam programação virtual de junho

Museu Felícia Leirner-Divulgação
Já estão nas redes sociais e no site do Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro, instituições da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, geridas pela ACAM Portinari, as primeiras atividades virtuais de junho. Durante o mês serão ministradas oficinas, desafios, leituras e bate-papos.

Nesta quinta-feira (4), por exemplo, tem Família no Museu (Em Casa): Tinta Terra em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (5). Os educadores ensinarão a fazer uma tinta ecológica que pode ser utilizada inclusive para pintar paredes. Com elementos simples como cola branca, terra e água, todos poderão soltar a imaginação de uma forma econômica e sustentável.

Família no Museu - atividade ministrada em 2019-Divulgação
Na sexta-feira (5) é dia de curso para professores “Contação de história: Uma Gota Aventureira”. Em parceria com a Câmera Técnica de Educação Ambiental, Museu e Auditório oferecem as aulas com base nas habilidades da Base Nacional Comum Curricular, que atende alunos do ensino infantil e fundamental I ao trabalhar questões cotidianas como a influência da água, o ciclo e o tratamento de esgoto.

Quem sempre teve curiosidade para conhecer mais sobre o Mãostiqueiras chegou a hora de descobrir tudo com Juliana Muller, idealizadora do projeto. Ela contará mais sobre a trajetória e a importância econômica e social da iniciativa para Campos do Jordão e, ainda, os efeitos da pandemia. Será no sábado (6), bem como a atividade com a educadora Clara. Ela ensinará a construir um quebra-cabeça que instiga o raciocínio lógico, a percepção visual e espacial, além da coordenação motora.  A ação integra o "Programa Outono", desenvolvido pelo setor educativo, que visa contribuir para o bem-estar e a inserção de pessoas idosas na vida cultural.  

No domingo (7), tem edição on-line do Domingo Musical. Com o tema Concerto Para o Silêncio, a mezzo-soprano Mere Oliveira e o pianista Daniel Cristiano Santos apresentam um espetáculo dividido em quatro vídeos, cada um de, aproximadamente, três minutos. Gravada na Catedral de São Francisco das Chagas vazia, em função da pandemia do covid-19, em Taubaté (SP), a série exibe no repertório canções como Uma benção antiga - D. Agay, Ave Maria - C. Gounod, Pai nosso - A. H. Malotte e Ave Maria - F. Schubert. Museu e Auditório mostrarão somente o primeiro vídeo e indicarão o link para os demais.

Para conferir toda a programação, basta seguir e curtir o Facebook e Instagram do Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro (@museufelicialeirner).

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo