LightBlog
>

ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

5/22/2020

João Cavalcanti + Tô Brandileone em resposta a "Expresso 2222"


Inspirado em "Expresso 2222", de Gilberto Gil, single de João Cavalcanti e Tó Brandileone está disponível nesta sexta, 22 de maio, com participações de Cainã Cavalcante e Mestrinho


Quando Gilberto Gil, em 1972, descreveu as imagens de "Expresso 2222",  talvez ele não imaginasse que cá estaríamos, bem pra lá do ano 2000, parados - literalmente. "Parador 2020", primeira parceria de João Cavalcanti e Tó Brandileone, é feita em alusão e homenagem à canção de Gil: como uma cápsula do tempo, enviada do futuro real para o futuro imaginado pelo compositor baiano. O single, que tem as participações de Cainã Cavalcante (violão) e Mestrinho (sanfona), está disponível nos aplicativos de música nesta sexta, 22 de maio, com vídeo no YouTube. 

O autor da melodia conta que "Parador 2020" nasceu como ideia musical em 2019, na varanda da casa do compositor Jorge Drexler, no Uruguai, depois de uma roda de violão, em que tocaram e celebraram uma série de canções de Gil. "Um ano depois, em outra roda de violão, na mesma varanda, João cantou para mim, pela primeira vez, a letra que ele havia escrito sobre a minha melodia. Sem saber que para mim essa melodia era uma resposta - ou reverberação, melhor dizendo - à canção 'Expresso 2222', João acabou escrevendo a letra. Porque a obra de Gil tem essa força imensa e a vocação de atravessar tempos e espaços. E porque o momento pedia", justifica Tó.

"Quando Tó mandou a melodia pra que eu fizesse letra, não mencionou que tinha se inspirado em 'Expresso 2222'. Mas nem precisava, porque a assinatura de Gil é tão poderosa que pareceu óbvio o assunto da canção. E o assunto é: bem diferente do 'trilho feito um brilho que não tem fim', o que tem 'pra lá do ano 2000' é retrocesso, negacionismo científico, terraplanismo, criminalização da cultura e fake news. Quando fizemos a canção, não sabíamos que enfrentaríamos uma pandemia que nos forçaria a, de fato, parar - o que confere a 'Parador 2020' uma aura quase premonitória", reforça João. 

Veja AQUI o clipe "Parador 2020" 

Ouça AQUI o single "Parador 2020"

Ficha Técnica:
João Cavalcanti - voz
Tó Brandileone - voz e violão
Cainã Cavalcante - violão
Mestrinho - sanfona
Gravado por Ricardo Mosca, no Estúdio do Tó 
Assistente de gravação: Beatriz Carlos 
Mixado e masterizado por Ricardo Mosca 
Gravação e edição de vídeo: Dani Gurgel

Parador 2020 [Tó Brandileone/ João Cavalcanti] Feat. Mestrinho e Cainã Cavalcante

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo