ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

4/28/2020

#CCBCidadeDigital - Dia Mundial da Dança com a apresentação de “Multiplex”

#CCBCidadeDigital - 29 abril 2020

#CCBCidadeDigital - Dia Mundial da Dança com a apresentação de “Multiplex” de Rui Horta e testemunhos de bailarinos e coreógrafos


#CCBCidadeDigital - 29 abril 2020:

O CCB assinala o Dia Mundial da Dança com a apresentação de “Multiplex” de Rui Horta e os testemunhos de bailarinos e coreógrafos Victor Hugo Pontes, Olga Roriz, Miguel Ramalho, Rui Horta, João Fiadeiro, Jonas&Lander, Paulo Ribeiro, Clara Andermatt, Daniel Cardoso e Miguel Ramalho, bailarino principal da CNB.

MULTIPLEX
Rui Horta
Celebramos este Dia Mundial da Dança com o espetáculo Multiplex, uma criação do coreógrafo Rui Horta, que estreou no CCB em novembro de 2013, com interpretação do ator Pedro Gil e da bailarina italiana Silvia Bertoncelli.
Multiplex é uma reflexão sobre a complexidade. É sobre construções, vitórias, derrotas, pertença, e tudo aquilo que nos faz ser o que somos. Que palavras melhores do que as de Marguerite Yourcenar, nas suas Memórias de Adriano, para nos falar desta mesma complexidade e da qual apenas ficam os fragmentos; da obsessão pela perfeição, mas também do peso da obra por construir e da responsabilidade do legado.

Coreógrafos e bailarinos assinalam Dia Mundial da Dança
Para este Dia Mundial da Dança foram vários os coreógrafos e bailarinos que se juntaram ao CCB, prestando o seu testemunho num dia que muito​s de nós gostaríamos de vê-los dançar nos nossos palcos. Os coreógrafos Victor Hugo Pontes, Olga Roriz, Miguel Ramalho, Rui Horta, João Fiadeiro, Paulo Ribeiro, Clara Andermatt, aceitaram este desafio, juntamente com a dupla Jonas&Lander, Daniel Cardoso, diretor artístico e bailarino da companhia de dança Quorum Ballet, e Miguel Ramalho, bailarino principal da Companhia Nacional de Bailado.

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo