LightBlog
>

ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

4/15/2020

ANDRÉ MIGUEL SANTOS com o projecto "CIRCULO DA MÚSICA"

André Miguel Santos apresenta "Circulo da Música"

Circulo da Música - Apresentação

Este projecto surgiu de um mero acaso que acabou por ganhar uma forma que me deixa muito entusiasmado. Numa tentativa de trabalhar a criatividade, nesta fase de isolamento social (físico), perguntei nas redes sociais por algum cantor que tivesse vontade de experimentar algo novo e aguardei ainda sem saber bem o que iria fazer. Confesso que esperava apenas uma ou duas manifestações mas surpreendentemente acabei por ter imensos cantores a escreverem-me e pensei que tinha de fazer algo com todos, não querendo deixar ninguém de fora. Acordei no dia seguinte com esta ideia de fazer um disco em que todos participam e ao mesmo tempo tentamos que a nossa arte e criatividade se espalhe e gere algum rendimento nesta fase onde os artistas simplesmente não têm palcos para subir. No entanto, tomando consciência que não é só na arte onde se sentem as dificuldades lembrei-me de uma forma que permitisse a todos poderem adquirir o disco, independentemente da sua condição financeira actual.

Como funciona então?

O preço do disco é de 10€ (possibilidade de formato digital ou formato físico com acréscimo de 2,5€ de portes para Portugal ou de 5€ para os restantes países da Europa - todos os preços com IVA incluído).

Todas as pessoas que façam uma reserva do disco recebem um código promocional que poderão usar para obter desconto na altura de fecho das reservas (dia 1 de Maio).

Qualquer pessoa que faça uma reserva para apoiar o disco e refira o seu código oferece a si 1€ de desconto no disco e pode usar o código até 10 vezes, ficando com o disco gratuito, pagando apenas os portes de envio (em caso de discos físicos). Qualquer pessoa que se inscrever referenciada por si irá receber também um código de promoção para que possa ser compensado pela divulgação deste trabalho e assim chegar ao máximo número de pessoas possível.

O objectivo do projecto é que a verba reunida com a venda do disco seja usada para apoiar estes artistas bem como toda a equipa envolvida na criação do disco e materiais de promoção do mesmo (técnico som, designer do disco, videografo, designer do site, empresa de duplicação e autores dos temas que irão receber os respectivos direitos pela edição das músicas). A partir das 2000 unidades vendidas, a verba reverte para um fundo de apoio a outros artistas e organização de um evento solidário.

O grupo de artistas apresenta várias idades e estéticas musicais. Haverá fado, pop, tangos, música mais erudita, canções originais, canções já bem conhecidas de todos, etc. Será, no fundo, uma colectânea de vários mundos sonoros. Dadas a circunstâncias de isolamento social, o disco será captado/gravado nas respectivas casas dos artistas e produzido por mim. Será um disco intimista com as músicas tocadas apenas com voz e guitarra.

Grato desde já pelo vosso apoio e partilha.

André Miguel Santos

Apresentação da ideia por André Miguel Santos


Intérpretes e Repertório

* Samuel Quedas - Dez reis de esperança
* Rui Baeta - Piensa en mi
* Ophelia K -  Don´t Know Why
* Diana Soares - Ouvi dizer
* Sofia Ramos - Barro Divino
* Ana Tomás - Menina você que tem
* Miguel Ramos - Filhos da Madrugada
* Carla Ribeiro - Eu não sei quem te perdeu
* Amélia Muge - Lisboa em alerta
* Bruno Almeida - El dia que me quieras
* Ana Margarida - Sapateia
* Silvia Filipe - A cor da saudade
* Emanuel Soares - Quebranto
* António Fragoso - Ceifeira
* Adriana Moreira - Madrugada
* Cláudia Madeira -  Una noche mas



André Miguel Santos - Conceito e produção
Guitarrista, compositor e produtor, André M. Santos é licenciado em Economia (2006), Guitarra Clássica (2010) e Composição (2015). Fez parte do corpo de Júri residente do Concurso Nacional de Música de Intervenção de Almada entre 2007 e 2017. Em 2011 recebeu o prémio de Jovem Talento pelo Município de Almada e faz parte da organização dos Encontros de Fado de Almada desde 2012.
André divide a sua carreira entre a composição, o palco e o estúdio o que lhe tem permitido trabalhar com nomes de várias áreas musicais, em vários discos e em diferentes partes do mundo, tais como: Teresa Salgueiro, Resistência, Amélia Muge, Sinfonietta de Lisboa, Orquestra Chinesa de Macau, Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras, entre outros.
No decorrer da sua carreira editou 5 discos apenas com composições de sua autoria e produziu mais de 20 discos de outros artistas. Em 2018 lançou o seu mais recente álbum a solo tendo feito mais de 200 concertos de apresentação do mesmo nos últimos 3 anos.
André é guitarrista e membro fundador dos Melech Mechaya e faz parte do Quarteto de Guitarras de Lisboa.

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo