ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

2/14/2020

Views:

Ada de Castro comemora 60 anos a cantar | Teatro Maria Vitória 31/03 às 21h00

ADA DE CASTRO: uma das vozes mais ativas da cena musical do fado em Lisboa a partir da década de 1960, nasceu no bairro do Castelo.

A festa será apresentada por Júlio IsidroHélder CostaMaria João Abreu e José Carlos Malato e vai contar com a presença de alguns colegas fadistas que fazem questão de estar presentes associando-se à sua festa...


Uma das vozes mais ativas da cena musical do fado em Lisboa a partir da década de 1960, nasceu no bairro do Castelo. As suas origens revelam estreita ligação às próprias origens da cidade de Lisboa, e em particular ao bairro que viria a demandar a motivação para o sobrenome artístico escolhido - Castro, sinónimo de castelo.

Vários fados ficaram para sempre imortalizados pela sua interpretação dos quais se destacam, “Rosa Caída”, “Cigano”, “Gosto de tudo o que é teu” e o grande êxito na revista, “Na Hora da Despedida”.

Foi por isso que um grupo de amigos se juntaram, por entenderem que 60 anos de carreira não poderiam ser esquecidos e começaram a preparar uma festa para comemorar tal efeméride. Uma festa feita com a participação de muitos amigos colecionados ao longo da sua extensa carreira.

A festa será apresentada por Júlio Isidro, Hélder Costa, Maria João Abreu e José Carlos Malato e vai contar com a presença de alguns colegas fadistas que fazem questão de estar presentes associando-se à sua festa, são eles:

António Passão, António Rocha, Augusto Ramos, Chico Madureira, Cidália Moreira, Filipe Duarte, Florinda Maria, Hélder Moutinho, Helena Favila, João Casanova, Jorge Morgado, Maria da Nazaré, Marta Pinto, Odete Jorge, Rão Kyao, Ricardo Ribeiro e Rodrigo.

Para os acompanhar estarão os músicos:

Luís Ribeiro, Jaime Martins, Luís N’Gambi, Arménio Melo, Jaime Santos, José ElmiroMúcio Sá, Pedro Morato e Miguel Gelpi.

A Festa vai realizar-se no Teatro Maria Victoria (gentilmente cedido por Hélder Costa) no dia 31 de março pelas 21 horas.

O lucro da bilheteira reverte para a Associação CASA – Centro de Apoio ao Sem Abrigo.

Um cheirinho a Ada de Castro

ADA DE CASTRO no Facebook

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo