LightBlog
>

ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

10/16/2019

Maria da Penha na FEA-USP no dia 23/10


Maior pesquisa longitudinal sobre violência doméstica do País será ampliada para sete capitais brasileiras

Resultado da parceria entre a Universidade Federal do Ceará e o Instituto Maria da Penha, o lançamento da Terceira Onda será na FEAUSP, no próximo dia 23, com a presença de Maria da Penha

A violência doméstica é um fenômeno que atinge todas as mulheres, independentemente de classe social, idade, raça, etnia, renda, religião, nível cultural e escolaridade. Apesar da promulgação da Lei n. 11.340/2006 (Lei Maria da Penha) e da criação de mecanismos para prevenir e combater a violência doméstica e familiar contra a mulher, há ainda uma enorme necessidade de se consolidar no Brasil uma agenda de pesquisa na área, sobretudo se considerarmos a falta de números da violência de gênero.

Diante disso, a Universidade Federal do Ceará (UFC), em parceria com o Instituto Maria da Penha (IMP), lança no próximo dia 23, às 10h, na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEAUSP), a Terceira Onda da Pesquisa de Condições Socioeconômicas e Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (PCSVDFMulher). O objetivo é produzir relatórios e criar um banco de indicadores estatísticos sobre esse tipo de violência no Brasil, propondo uma investigação científica multidisciplinar a respeito do tema – iniciativa inédita no País e na América Latina.

Agora com maior amplitude geográfica (de regional para nacional), a pesquisa passa a abranger sete capitais brasileiras e deve alcançar cerca de 10 mil mulheres em Belém (PA), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Salvador (BA) e São Paulo (SP). Segundo a ativista Maria da Penha, “ao dimensionar o problema da violência doméstica e familiar contra a mulher, o conjunto de evidências trazidas pela PCSVDFMulher pode subsidiar políticas públicas factíveis e cientificamente embasadas de enfrentamento à violência doméstica”.

Com a coordenação do professor José Raimundo Carvalho (CAEN-UFC), o estudo conta com a participação de especialistas de diversas instituições, tais como a Universidade Federal do Ceará, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte, o Instituto de Pesquisas Econômicas do Ceará, a Universidade de Essex (Reino Unido) e a Universidade de Gothenburg (Suécia), entre outras. O projeto é financiado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres, do Ministério dos Direitos Humanos.

“Os relatórios produzidos visam trazer um conjunto de dados único, longitudinal, que permite o estudo da violência doméstica, da alocação de recursos e da distribuição do poder de barganha no domicílio; do impacto no mercado de trabalho; e da saúde das crianças e seu desenvolvimento cognitivo-emocional, bem como das inter-relações entre esses aspectos por meio de uma abordagem interdisciplinar”, afirma Carvalho. Os resultados da Primeira e Segunda Ondas podem ser acessados no site do IMP: http://www.institutomariadapenha.org.br/projetos.html

O evento conta com o apoio do grupo de pesquisa EconomistAs (Brazilian Women in Economics), da FEAUSP.

Programação
Lançamento da Terceira Onda da PCSVDFMulher
Data: 23/10/2019
10h00 – Abertura com a presença de autoridades
Apresentação do grupo EconomistAs (FEA-USP)
Apresentação da Terceira Onda da PCSVDFMulher pelo professor José Raimundo Carvalho (CAEN-UFC)
11h30 – Fala de Maria da Penha Fernandes
Local: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP – Sala da Congregação − Av. Luciano Gualberto, 908 – Cidade Universitária/São Paulo
Inscrições: http://usp.br/bwe
Informações: (11) 3091-5873 − Fabiana Pereira ou Sidney Dantas
E-mail: bwe@usp.br

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo