ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

6/20/2019

Duo brasiliense Binarious une trip hop, indie folk e experimental no EP "Um Escape Fácil"

 Binarious -Um Escape Fácil-EP Cover

Binarious une trip hop, indie folk e experimental em EP que aborda aflições contemporâneas

“Um Escape Fácil” está disponível em todas as plataformas de streaming

O duo brasiliense Binarious reflete o mundo ao seu redor com melancolia, urgência e um olhar contemporâneo no EP de estreia do projeto. Já disponível nas plataformas de música digital, “Um Escape Fácil” tem finalização do vencedor do Grammy Latino Ricardo Ponte (Alaska, Dona Cislene, O Tarot).

Ouça “Um Escape Fácil”: http://smarturl.it/UmEscapeFacilEP
Faixa-a-faixa Abaixo

Formada pela mineira Andressa Munizo e pelo brasiliense Jan Silva, a banda une trip hop, indie folk e experimental, transformando em música suas inseguranças e fragilidades, além de reflexões sobre sonhos, esperança, sexualidade, ciência, filosofia. 

“O primeiro EP é uma forma de consolidar e dar uma cara para a gente. Apesar de ser um compacto, toda a parte conceitual não foi deixada de lado, tendo um fio condutor através das seis faixas”, reflete Jan.

Natural de Montes Claros, no norte de Minas Gerais, Andressa assume as guitarras e vocais. Ela começou a compor ainda criança, toca violão desde os 5 anos e guitarra desde os 9. Aos 10 anos, já buscava na internet modos de criar vídeos com suas músicas e começou a editar e realizar pequenas produções musicais. Isso foi a base para um trabalho como cantora e compositora que a levou para o momento atual, aos 19 anos e estudando cinema, oficializando esse projeto em parceria com Jan.

Ele assume os baixos, programações, algumas guitarras no EP e a parte de design da banda. Apaixonado por sons experimentais, Jan começou a se interessar por música ao experimentar a dualidade artística e visual do Gorillaz. Através da banda, ele foi se interessando pelo trip hop de Bristol e pela pesquisa de novas formas de composição. Essa busca uniu Jan e Andressa, que deram uma amostra de sua identidade já dois primeiros singles do Binarious - “Artificial”, que ganhou um clipe, e “Complicado”, que virou lyric video.

Assista ao lyric “Complicado”: https://youtu.be/g2lS_qVvNoI
Assista ao clipe “Artificial”: https://youtu.be/Obc21uKTy4k

“O EP é, além de tudo, uma oportunidade de expandir o que foi feito em Artificial e Complicado, adicionando novas camadas de interpretação a esses dois singles se somados ao contexto das demais músicas”, conta Jan.

Com edição, mixagem e masterização de Ricardo Ponte, o EP foi produzido pela banda com participação especial de Desidério de Moraes e está disponível em todas as plataformas de streaming de música.

Ouça “Um Escape Fácil”: http://smarturl.it/UmEscapeFacilEP

Binarious-Crédito Pedro Ribas

Ficha técnica:
Composição, Arranjo, Produção, Gravação e Edição: Andressa Munizo & Jan Silva
Edição, Mixagem e Masterização: Ricardo Ponte
Backing Vocal na faixa "Passageiro": Desidério de Moraes
Arte de capa:
Fotografia: Pedro Ribas
Modelo: Nando Saab
Design gráfico: Jan Silva

Faixa-a-faixa, por Jan Silva:

1) Complicado
Segundo single lançado pelo duo, Complicado tem em sua essência a aflição frente ao próprio futuro, cenário que Andressa vivia no final da adolescência, que serviu de inspiração para a letra da música. O instrumental explora diversos climas que vão desde a calmaria da introdução até elementos mais frenéticos baseados no trap. A faixa abre o EP mostrando um pedacinho de quase tudo que o duo se propõe a fazer e a versatilidade das composições e arranjos. Foi a primeira música onde tive a experiência de fazer backing vocals, o que viria a se repetir em "Passageiro" e "Terra".

2) Galhos
Com uma mescla entre o trip hop de Bristol e o experimentalismo do progressivo, a faixa composta por mim serviu de inspiração para a letra da Andressa, que explora a sexualidade de forma quase implícita, através dos climas presentes na faixa. Parte do instrumental foi baseado em uma antiga canção de um projeto composto por mim, Brenda Lively (ex-baterista do extinto trio The EgoRaptors, liderado por Tynkato) e Francisco Amorim (Kill), que teve suas atividades encerradas pouco tempo antes da formação do nosso duo. A música foi a primeira a ter as gravações finalizada para o EP, tendo a maior parte dos arranjos criados em apresentações ao vivo.

3) Passageiro
A faixa mais alegre do EP, chegou a ser cogitada para ser o primeiro single, sendo substituída no último momento por Artificial. Conta com a participação inusitada do produtor artístico da banda, Desidério de Moraes, fazendo uma ponta como backing vocal nos refrões da canção. O convite surgiu de forma espontânea durante as sessões de gravação, quando o produtor artístico aquecia a voz junto à Andressa. Passageiro é a faixa mais antiga do EP, teve sua demo gravada em voz e violão pela Andressa aos 14 anos. A música passou por diversas mudanças em sua letra e arranjo até a versão final. Com influências de música latina e um clima psicodélico, é uma das mais memoráveis do EP.

4) Fuga
A faixa que dá título ao EP (Um Escape Fácil) surgiu de forma espontânea durante a pré-produção. Com uma demo registrada em voz e violão pela Andressa, a música ganhou posteriormente arranjos de baixo, bateria e piano elétrico feitos por mim e sintetizadores da Andressa. A canção tem forte inspiração no som experimental do Radiohead, Pink Floyd e Pearl Jam contando com três mudanças de compasso não propositais (5/4, 7/4 e 4/4) que acabam dando uma dinâmica diferenciada a canção, somada a uma das letras mais intrigantes do EP.

5) Terra
A última faixa a entrar no EP, é fortemente inspirada em Space Oddity do mestre David Bowie. Compus o instrumental enquanto buscava uma vocalista e mais tarde a música ganhou uma letra escrita por nós. A música ocupou o lugar de outra composição chamada "Paralaxe", descartada por destoar do restante do EP. Terra foi pensada originalmente para fazer parte do primeiro álbum, porém foi escolhida para completar a lista de faixas do EP por seu conceito estar de acordo com as demais faixas. A música teve arranjos novos acrescentados até o último dia de gravação, tendo até mesmo um trecho de voz do cosmonauta soviético Iuri Gagarin, ao ver a Terra pela primeira vez do espaço, em 12 de abril de 1961, a bordo da Vostok 1.

6) Artificial
Encerrando o EP com um pedaço de onde tudo começou, Artificial empresta sua letra forte para deixar uma mensagem aos ouvintes e ao próprio duo: "viva seus sonhos". A canção é a preferida do público até o momento, servindo como uma porta de entrada sem volta para todo esse universo criado por nós e que tende a se expandir muito em breve.

Binarious-Crédito Pedro Ribas

Siga Binarious:
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

MÚSICA LUSÓFONA

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil