ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

5/02/2019

CICLOS 2019 terá palestrantes da Áustria, Brasil, Butão, Finlândia, Israel, Itália e Portugal


3º Congresso Internacional de Sustentabilidade para Pequenos Negócios (CICLOS) será realizado nos dias 23 e 24 de maio no Centro de Eventos do Pantanal em Cuiabá (MT)

O excelente sistema educacional da Finlândia, o indicador Felicidade Interna Bruta do Butão, o consumo consciente que é bom para o planeta e o bolso, sustentabilidade e os mercados globais, inovação e tecnologia como estratégia para sustentabilidade e produtividade, os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), a implantação da primeira cidade inteligente social do mundo em São Gonçalo do Amarante (CE), negócios sustentáveis e de vanguarda, liderança feminina, Micro e Pequenas Empresas brasileiras com boas práticas e soluções sustentáveis, entre outros temas, integram a extensa programação do CICLOS - Congresso Internacional de Sustentabilidade 2019, a ser realizado nos dias 23 e 24 de maio, no Centro de Eventos do Pantanal em Cuiabá (MT).

Esta será a terceira edição do CICLOS, que desta vez conta com o apoio da ONU Meio Ambiente e da Águas Cuiabá. O congresso é uma realização bienal do Sistema Sebrae, organizado pelo Centro Sebrae de Sustentabilidade (CSS) e Sebrae Mato Grosso. 

Cerca de 500 empresários, empreendedores, especialistas, gestores públicos, profissionais liberais, universitários, técnicos do Sistema Sebrae e interessados no tema sustentabilidade, de todas as Regiões Brasileiras, são aguardados no evento.

As inscrições podem ser feitas no site www.ciclos.eco.br  e o investimento é de R$ 180 por pessoa.

PROGRAMAÇÃO

Seis palestras magnas e 10 painéis com a participação de 26 painelistas convidados integram a programação, que será das 13h às 22h, nos dois dias. Sete mediadores - técnicos do Sistema Sebrae e convidados - vão facilitar a troca de ideias entre público e debatedores. Toda a programação está no site www.ciclos.eco.br 

Palestras magnas:
Niky Fabiancic, coordenador da ONU no Brasil
Kari I. Mattila, conselheiro da Agência Nacional de Educação da Finlândia
Sangay Dorji, presidente da Câmara de Comércio e Indústria do Butão
Irene Giner-Reichl, embaixadora da Áustria no Brasil e Suriname
Celso Soares, superintendente de Linhas Financeiras, Garantia e . Responsabilidade Civil da Zurich Seguros
Francisco Barreto Araujo, líder de estratégia da Impacto e speaker da Singularity University no Brasil
Luis Carlos Ewald, economista do site Sr Dinheiro

PAINÉIS

Dia 23/05/19
Negócios Inovadores e Sustentáveis
Francesco Farruggia, presidente do Instituto Campus Party Brasil
Vinicius Lages, doutor em Socioeconomia do Desenvolvimento
Dal Marcondes, editor e jornalista da Envolverde

Empreendedorismo com Propósito
André Lara Resende, sócio-fundador do Grupo Baanko
Lauro Gonzalez, coordenador do Centro de Estudos em Microfinanças e Inclusão Financeira da Fundação Getúlio Vargas (FGV)
Francesco Farruggia, presidente do Instituto Campus Party Brasil

Liderança Feminina
Gláucia Terreo, da GRI-Global Reporting Initiative
Ieda Novais, da Rede de Mulheres Brasileiras Líderes para Sustentabilidade
Renata Ruggiero, presidente do Instituto Iguá
Marta Torezam, gerente de Empreendedorismo do Sebrae-MT
Cidades Inteligentes e Sustentáveis
Gabriel Eigner, CEO da Agrotours de Israel
Ana Fragata, diretora do Fórum Internacional de Cidades Inteligentes e Sustentáveis de Portugal
Susanna Marquionni, sócia-fundadora do Grupo Planet The Smart City da Itália
Dra. Raquel Blumenschein (UNB)

Dia 24/05/19
Pagamento por Serviços Ambientais
Esthevan Gasparoto, Fundador da Treevia Forest Technologies no Brasil
João Meireles, Diretor Geral do Instituto Peabiru
Mauro Romani, CEO da RBC Tecnologia e Sustentabilidade - Forest Friend
Regina Cavini (Oficial Sênior da ONU Meio Ambiente)

Economia Colaborativa
Tomás de Lara, Co-fundador do Sistema B
Lala Deheinzelin, Fundadora da Fluxomia 4D
Felipe Martins, CEO da Marydrive
Claudio Nascimento, Conselheiro do Porto Digital em Recife e Representante no Brasil da OASC – Open & Agile Smart Cities no Brasil e América do Sul

Educação do Futuro
Camila Soares, CEO e fundadora da IMPACTO
Flávio Zsigmond, co-fundador do Mundo Maker
Kari I. Mattila, Conselheiro da Agência Nacional de Educação Filandesa
Fabiana Pinho, Gerente do Centro de Referência em Educação Empreendedora do Sebrae Nacional

Empreendedores que Transformam
Mórris Litvak Jr, fundador e CEO do negócio de impacto social Maturijobs
Adriana Tubino, designer de moda e sócia da marca Revoada
Fernando Fernandes, empreendedor e atleta paralímpico desbravador dos esportes adaptados
Dal Marcondes, editor e jornalista da Envolverde

Cidades em Transição
Igor Albuquerque, gerente de projetos da Rede ICLEI - Governos Locais pela Sustentabilidade
Rui Ludovino, primeiro conselheiro da delegação da União Europeia no Brasil
Mario William Esper, vice-presidente da ABNT
Dal Marcondes, editor e jornalista da Envolverde

Construções Sustentáveis: Retorno do investimento e oportunidades de novos modelos de negócios
Felipe Faria, diretor executivo do GBC Brasil (Green Building Council Brasil)
Guido Petinelli, sócio da Petinelli Consultoria Sustentável

PROGRAMAÇÃO PARALELA
Desafio de Ecoinovação, desenvolvido pelo CSS em parceria com o Centro Universitário Univag e ONU Meio Ambiente, do qual 60 alunos vão participar

Ciclos no InovaBra Habitat, em São Paulo-SP: transmissão ao vivo, palestras e debates presenciais

Mostra Inova Obra, de Soluções para Construções Sustentáveis

Exposição Visualidade Poética, do artista plástico Hamilton Leitão

Encontro de Gestores Públicos do Projeto Cidades Empreendedoras, do Sebrae Mato Grosso

Entrega do Prêmio do Projeto Educação Empreendedora, também do Sebrae Mato Grosso

PARCEIROS
Univag Centro Universitário
InovaBra
Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Mato Grosso (CREA-MT)
Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Mato Grosso (CAU/MT)

NOVO FORMATO
O CICLOS 2019 vai inaugurar um formato inovador como evento, com três palcos simultâneos, onde serão realizados os painéis com diversos debatedores.  Para as palestras magnas, o espaço será transformado em um único auditório.

O uso de headphones e aparelhos individuais de transmissão de áudio com canais de frequência vai permitir aos participantes escolher qual das atividades acompanhar. Desse modo o ambiente ficará mais silencioso e confortável. Atualmente este formato tem sido adotado em outras capitais, inclusive para otimizar a programação.

Os três palcos terão os nomes Exponencial (amarelo), Coletivo (azul) e Inteligente (rosa), que correspondem, respectivamente, aos eixos temáticos do congresso: Economia do Futuro, Pessoas e Cidades Inteligentes. 

Sem comentários:

Enviar um comentário