ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

3/23/2019

Paus atuam com marionetas no Festival Palheta


Marionetas de gelo, Robertos feitos a partir de resíduos, um concerto especial de Paus com uma companhia de teatro de marionetas, um espetáculo de rua concebido e protagonizado pela comunidade ou um espetáculo de Robertos totalmente novo, são algumas das novidades da edição deste ano do Palheta, o festival de Robertos e Marionetas na Gafanha da Nazaré.

O festival, que decorre de 4 a 8 de abril, em vários espaços da Gafanha da Nazaré, é uma aposta do 23 Milhas, projeto cultural do Município de Ílhavo, que vai já no seu terceiro ano enquanto Palheta e que prolonga a presença dos robertos e das marionetas na Gafanha da Nazaré, cidade eternizada na história da arte bonecreira por Armando Ferraz.

Este ano, o Palheta aumenta força e alcance em várias frentes: pensa o ambiente, não só através da programação, como de oficinas de criação de robertos a partir de materiais reutilizados; desafia o comércio local da Gafanha da Nazaré, convidando os lojistas a fazer parte de um percurso pela cidade, orientado pela criadora Marina Palácio, que reflete não só sobre os seus estabelecimentos, mas também sobre o território; convoca a comunidade para várias oficinas que resultam num grande espetáculo de rua, desafiando pessoas de várias idades a trabalhar a manipulação de objetos, a construção de marionetas, a criação de figurinos ou a construção de uma banda sonora.


Além deste crescimento da envolvência da cidade e da comunidade, o Palheta acolhe a estreia absoluta de um espetáculo de Robertos totalmente novo, escrito por Filipa Mesquita, das Marionetas de Mandrágora e ainda a estreia nacional de “Anywhere”, um espetáculo da companhia francesa “Le Théâtre de L’Entrouvert, em que as marionetas são feitas de gelo.

Juntam-se a esta programação o concerto de Paus com a participação especial da companhia Pia; o Projeto W, um concerto encenado da Sonoscopia e do Teatro do Ferro; o espetáculo de marionetas “Eu quero a lua”, da Partículas Elementares; “O guardião de vagalumes”, da Mandrágora; “Uma Aventura no Espaço”, do Teatro do Ferro; “Em Busca do planalto perdido”, da Limite Zero. 

Um programa com foco na família, com várias oficinas abertas a pessoas de todas as idades, em cinco dias intensos, de 4 a 8 de abril, em vários palcos na Gafanha da Nazaré.
Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

Sem comentários:

Enviar um comentário

MÚSICA LUSÓFONA

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil