ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

2/25/2019

Exposição Individual de Desenhos (RE)ENCONTROS de Cecília Costa | CCCP 06/03


Curadoria, ANTÓNIO OLE

No dia 6 de Março de 2019 (4ª feira), às 17H30 no Camões/Centro Cultural Português (Av. De Portugal nº 50), será inaugurada a exposição individual de Desenho (RE)ENCONTROS da artista portuguesa Cecília Costa, que apresentará o seu trabalho, pela primeira vez, em Angola.  A exposição, que ficará patente até dia 12 de Abril próximo, terá como Curador, António Ole. Uma parceria virtuosa entre Cecília Costa, uma artista portuguesa consagrada e António Ole, um nome maior da arte contemporânea em Angola.

SOBRE A EXPOSIÇÃO

A exposição reúne um conjunto de obras, produzidas entre 2001 e 2019, representativas do percurso da artista, na disciplina de Desenho. Segundo a artista, “representam uma espécie de transição. Uma fase de reflexão necessária, à qual o homem se impeliu a impor. Alguns deles são um exercício de auto encasulamento que, espero, leve ao seu interior. Para um silêncio necessário.

O reconhecimento do que está errado, e que o desfazer do mesmo não está no sentido material, nem mesmo fora do homem. Não é apenas um tema económico, nem sequer uma questão social e muito menos ética ou moral por imposição. Deve ser Natural, o que quer que isso signifique. Esta desconstrução do ser humano deve ser determinada a partir do que define as bases. O modelo tem que mudar de acordo com o desenho, ao longo das mudanças de linha e alguns desses modelos devem-se desemaranhar para se reorganizarem novamente. Mas o desafio é que, às vezes, o desenho com o fio elástico é elusivo e labiríntico e quando ameaça revelar, denúncia as máscaras que o impedem.

Há também alguns deles que desequilibram, reclinam e afundam na sua própria Resolução. E outros, que tanto querem olhar para dentro que dobram o pescoço como se fossem uma folha de papel, e então, se afundam nas fendas.

Cada um a seu modo, mas de maneira colectiva, o homem está em construção. E sempre esteve”.

Para António Ole, Curador da exposição, “Cecília Costa tem no desenho a sua força de expressão essencial. Há aqui um mergulho intimista, nas profundezas do ser e a carga poética que habita a matriz destes desenhos”.  

SOBRE A ARTISTA

CECÍLIA COSTA nasceu em 1971 nas Caldas da Rainha em Portugal. Actualmente, vive e trabalha em Lisboa.

Formação

2001, Licenciatura em Artes Plásticas na Escola Superior de Arte e Design, das Caldas da Rainha
1995, Frequência do 2º ano da Licenciatura em Matemática na Universidade de Aveiro

Exposições individuais

2018, “Linhas Soltas” – Fundação Oriente, Gôa
2017, “Longing” – Galeria BAGINSKI, Lisboa
2016, “Força Fraca”, Galeria Pedro Oliveira, Porto
2014, “Desenho”, Galeria do Teatro Joaquim Benite, Almada
2011, “Máquina de Chilrear”, Galeria BAGINSKI, Lisboa
2009, “Carvão”, Galeria BAGINSKI, Lisboa
2007, “Chatellêt les Halles”, Sala poste-it, Galeria Pedro Oliveira, Porto
2006, “Novembro”, Galeria Pedro Oliveira, Porto
2005, “Pli”, Porto
2005, “Pli”, Galeria BAGINSKI, Lisboa
2005, “Pli”, Centro de Artes Visuais, Coimbra

Bolsas e Prémios

2017-2018, The Pollock Krasner Foundation Grant, Nova York

Colecções (selecção)

-Colecção Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, PT
-Fundação Carmona e Costa, PT
-António Albertino, PT
-Ars Fundum, ES
-Banco Big, Art Collection, PT
-Banco Natixis, ES
-Banco Satander, ES
-CAC, contemporary Art Center, ES
-Galiza Brazilai Hollander, BE
-Fundação Ilídio Pinho, PT
-Isabel e Julião Sarmento, PT
-Fundação Leal Rios, PT
-Novo Banco, PT
-Colecção de Arte da Fundação PLMJ, PT
Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil