ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

31 de janeiro de 2019

Conheça as principais lesões no joelho e como tratá-las


Ortopedista esclarece os principais traumas na articulação que podem afetar a saúde e a qualidade de vida de homens e mulheres

Traumas no joelho são popularmente conhecidos por serem difíceis de tratar. Porém, o ortopedista e fundador da SOU, rede de clínicas médicas paulistana especializada em ortopedia, Dr.º Pedro Baches Jorge, pontua que pessoas com diversos problemas como lesão no menisco, artrose e rompimento do ligamento cruzado anterior podem voltar a ter o mesmo padrão de vida após seguirem o tratamento médico adequado.

Pensando nisso, o profissional explica abaixo os traumas mais recorrentes no joelho que podem afetar a qualidade de vida das pessoas e os respectivos tratamentos:

Lesão no menisco: é uma estrutura fibrocartilaginosa em forma de “C” que funciona como amortecedor no joelho. “O menisco é capaz de suportar toda carga que passa pela articulação, mas pode apresentar lesões no caso de atletas, excesso de peso, movimentos em falso e prática esportiva sem uso de tênis adequado”, alerta. O profissional complementa que o tratamento varia de acordo com cada caso e pode ser feito com a administração de antiinflamatórios específicos, infiltração de ácido hialurônico e até cirurgia.

Artrose: é uma doença que pode afetar todas as articulações e se caracteriza pelo desgaste de cartilagens que protegem essas articulações. No joelho o problema causa dor, inchaço e a perda progressiva do movimento. O tratamento também pode ser feito com analgésicos, antiinflamatórios, infiltrações, além de fisioterapia e hidroterapia, para alívio da dor e fortalecimento muscular. Em último caso, é realizada a cirurgia de artrose, conhecida como a colocação de prótese no joelho, que restabelece o alinhamento da articulação e a estabilidade.

Rompimento do ligamento cruzado anterior: o ligamento está localizado em um ponto central no joelho e é responsável por unir o fêmur à tíbia. A lesão ocorre quando há torsão do joelho com o pé fixo no chão, fazendo com que o ligamento não suporte a rotação da articulação e se rompa. “Esse tipo de lesão é mais comum em atletas amadores pela falta de condicionamento físico. O único tratamento recomendado na maioria dos casos é a cirurgia de reconstrução do ligamento cruzado anterior”, informa.

Por fim, o profissional ressalta a importância de procurar ajuda médica de ortopedistas especialistas em joelho ao menor sinal de desconforto ou dor na articulação, que podem sinalizar problemas como os citados acima. “Seguir à risca as recomendações médicas e os tratamentos indicados é a melhor forma de se recuperar 100% das lesões no joelho, respeitando sempre o período de recuperação e de retorno às atividades”, completa.

 Dr.º Pedro Baches Jorge – Mini CV:

O diretor clínico e fundador da SOU também é membro-fundador do Núcleo de Medicina Esportiva do Hospital Sírio Libanês, assistente do Grupo do Trauma Esportivo da Santa Casa de SP e diretor científico da Sociedade Brasileira de Astroscopia e Trauma do Esporte (SBRATE), além de ser membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho.

Sobre a SOU:
Fundada em 2008 pelo Dr. Pedro Baches Jorge, mestre e doutorando em Ortopedia pela Santa Casa de São Paulo e Diretor científico da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Trauma do Esporte (SBRATE), a SOU é uma clínica médica especializada em ortopedia e medicina do esporte, com equipe médica composta por profissionais altamente capacitados para diagnosticar e tratar desde esportistas amadores à atletas de alto rendimento. Possui três unidades na capital paulista, respectivamente nos bairros Bela Vista, Vila Mariana e Ipiranga. Para saber mais, acesse: www.clinicasou.com.br.
Alda Jesus

Sobre a autora

Alda Jesus - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique para ver o perfil