ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

9 de novembro de 2018

Cantor paraibano Francisco Brito homenageia Roberto Carlos em seus shows


Nascido em Campina Grande, desde criança Francisco Brito  manifestou  grande  interesse  em ser cantor.  As músicas de Roberto Carlos eram a sua companhia e por onde passava, os vizinhos sabendo dessa sua preferência musical e de possuir uma linda voz, o apelidaram de Roberto Carlos. Eram muitas as vezes em que ao entrar nos estabelecimentos comerciais, as pessoas pediam ao "Roberto" campineiro, para cantar uma música da época. Todo feliz com tal denominação, passava seus momentos de fama, soltando a voz e alegrando a platéia, atenta a ouvi-lo.

Com o passar do tempo, já adolescente, Francisco Brito aprendeu com um amigo as primeiras notas musicais no violão. Nessa fase, o seu empenho em conseguir tocar violão, o levou a se inspirar também no Padre Zezinho. Aos 20 anos passou a frequentar o coral do Convento São Francisco e mostrava o seu talento nas missas da igreja e também nas noites de serestas campineiras.  Nessa época, as serestas eram formadas por jovens que declamavam seu amor pela amada e as músicas preferidas a serem cantadas eram as do cantor preferido dele, Roberto Carlos.

Em 1994, por intempéries do destino, Francisco passou por uma cirurgia na prega vocal. Viu então a necessidade em ter uma segunda voz para acompanhá-lo nas missas e eventos que cantava. Convidou Rosa Maria, cantora também no coral do Convento São Francisco e  formaram a dupla Francisco Brito e Rosa Maria. Inicialmente, a dupla cantou e tocou em casamentos e recepções, no estilo MPB e anos 60. Em conseguinte, passaram a se dedicar à música católica.


Com isso, já abriram 16 shows do Padre Fábio de Melo, do Padre Zezinho e Antonio Maria, da Irmã Kely, Patrícia, Anjos de Resgate, Vida Reluz e Dunga, dentre outros cantores católicos. Passados 22 anos, a dupla, soma 15 CDs e 3 DVDs gravados. Orgulhoso, Francisco Brito se intitula "a única dupla católica com o maior montante de CDs gravados com músicas autorais".

Em seus eventos, incluiu pelo menos 5 músicas do rei, que fazem parte da grade musical: Nossa Senhora, Como vai você, A volta, Chegaste, Amor sem limites. A oportunidade de conhecer Roberto Carlos chegou em 1989, depois do oitavo show que assistia. Na ocasião, um conhecido ajudava na divulgação do show e o convidou para ir ao camarim do rei. 


Ao todo, foram 23 shows, 4 camarins e 3 rosas ganhas diretamente do cantor.

Rosa Maria, também teve a oportunidade de conhecer o rei no camarim.


Aquele talentoso menino pôde realizar o seu sonho de criança, gravar em estúdio um CD com músicas do rei. Apesar de não divulgar esse trabalho, ele guarda para si com a certeza do sonho de décadas que conseguiu realizar em uma linda homenagem ao seu ídolo Roberto Carlos.

FRANCISCO BRITO no Facebook

Francisco Brito & Rosa Maria - Tu és
Rosemeire Barbosa Estúdio Azul

Sobre a autora

Rosemeire Barbosa Estúdio Azul - Redatora do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis