ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

31 de outubro de 2018

Diálogos Transversais da Aliança Francesa


Aliança Francesa convida para a décima edição do
Projeto que realiza debates interculturais
com convidados franceses e brasileiros

DIÁLOGOS TRANSVERSAIS #10
A literatura de testemunho como lugar de resistência
Segunda-feira, dia 12 de novembro às 19h30.
Entrada Gratuita
Convidadas*:
Scholastique Mukasonga –
escritora franco-ruandesa, vencedora do prêmio
Seligman contra o racismo e a intolerância
Simone Paulino –
jornalista, escritora, editora e mestre em
Teoria Literária e Literatura Comparada (USP)

A Aliança Francesa de São Paulo organiza o projeto Diálogos Transversais com o objetivo de cruzar visões e conhecimentos de especialistas franceses e seus pares brasileiros.

Desde seu lançamento em 2017, o projeto recebeu o repórter Grégoire Deniau, vencedor do Prêmio Albert-Londres, numa conversa com a jornalista brasileira Patricia Campos Mello; o diplomata Anis Nacrour, ex-representante da delegação da União Europeia na Síria, juntamente com Renato Janine Ribeiro, Professor Titular de Ética e Filosofia Política da USP; pesquisadores em ciências humanas com um ponto comum – trabalhos centrados na mulher e no feminino/feminismo - Carla Cristina Garcia (PUC), Isabela Oliveira (FESPSP) e Maxime Rovere, francês radicado no Rio, professor da PUC-Rio.

DIÁLOGOS TRANSVERSAIS #10
A literatura de testemunho como lugar de resistência

O décimo debate reúne a escritora franco-ruandesa, radicada em Paris, Scholastique Mukasonga, vencedora do prêmio Seligman contra o racismo e a intolerância. Ela vem ao Brasil pela segunda vez, depois de sua participação na FLIP em 2017 promovendo, na época, seus dois livros traduzidos e editados pela NOS, que também é parceira dos Diálogos: ‘Nossa Senhora do Nilo’ e ‘A Mulher de Pés Descalços’.

"Scholastique Mukasonga é uma nova voz da África estabelecida com prestígio no circuito literário francês, o que quer dizer que temos livros que merecem ser lidos pela grande qualidade e, além disso, também temos uma autora com uma história de vida interessante e admirável de conhecer", afirma a curadora da Flip 2017, Joselia Aguiar.

Dessa vez, Scholastique retorna ao Brasil com uma agenda variada de atividades, começando pela Feira do Livro de Porto Alegre, passando por São Paulo, para o Diálogos Transversais, onde promove um debate junto a editora e jornalista Simone Paulino, da Editora NOS, promovendo seu mais recente lançamento em português ‘Baratas’, relato autobiográfico em que se associam memória coletiva e individual, contando as consequências catastróficas da máquina genocidária; o livro evoca o longo e doloroso processo de aniquilamento do indivíduo: as pequenas humilhações cotidianas, o medo e a política segregacionista de erradicação de uma população submetida à condição de animal a ser destruído.

Após sua passagem por São Paulo, ela segue para o Rio onde dará uma palestra na UFRJ e participa do WOW – festival mulheres do mundo, cujo objetivo é gerar diálogo acerca das questões enfrentadas por meninas e mulheres e explorar possíveis causas e soluções, dedicado a apresentar trabalhos realizados mulheres e debater e encorajar a busca por igualdade de gênero.

SERVIÇO 
Diálogos Transversais da Aliança Francesa
Dia 12 de novembro às 19h30
Teatro Aliança Francesa
Rua General Jardim, 182 – Vila Buarque (próximo metrô República)
Gratuito – retirada de ingressos 1h antes
Evento com tradução FR/BR e Libras
Informações: 11-3572.2379 | www.teatroaliancafrancesa.com.br
230 lugares

*Biografias

SCHOLASTIQUE MUKASONGA


Nascida em 1956, Scholastique Mukasonga conviveu desde a infância com a violência e a discriminação oriundas dos conflitos étnicos em seu país. Em 1960, sua família foi forçada a ir viver em Bugeresa, uma das áreas mais pobres e inóspitas de Ruanda. Anos depois, Mukasonga foi força a deixar a escola de serviço social em Butare e ir viver em Burundi. Dois anos antes do genocídio em Ruanda, Mukasonga mudou-se para a França, onde vive até hoje e publicou o livro autobiográfico Inyenzi ou les Cafards, que marcou sua entrada na literatura, em 2006. Foram publicados na sequência Lafemme aux pieds nus, em 2008, e L’Iguifou, em 2010. Seu primeiro romance, Notre-Dame du Nil, será publicado no Brasil com o títuloNossa Senhora do Nilo e tradução de Marília Garcia, por ocasião da Flip 2017, marcando a estreia da autora no mercado brasileiro. Ganhador dos prêmios Ahamadou Kourouma e do Renaudot em 2012, dos prêmios Océans France Ô, em 2013, e do French Voices Award, em 2014, o romance se passa em Ruanda, num colégio de Ensino Médio para jovem meninas, situado no cume Congo-Nilo a 2500 metros de altitude, perto das fontes do grande rio egípcio, onde garotas de origem Tutsi são limitadas a 10% do corpo de alunos. Além de Nossa Senhora do Nilo, também com tradução de Marília Garcia, será publicado o romance-memorialista La femme aux pieds nus (A Mulher de Pés Descalços), sobre o relacionamento da autora com sua mãe, que morreu com os pés descalços — contrariando a tradição local — pela ausência da filha.

SIMONE PAULINO


Simone Paulino é jornalista, escritora, editora.  Mestre em Teoria Literária e Literatura Comparada pela Universidade de São Paulo (USP), escreveu vários livros, entre eles, Como Clarice Lispector pode mudar sua vida (2017) e o Sonho Secreto de Alice (2013). Participou das antologias de contos Grafias Urbanas, Histórias Femininas, Olhar Paris e Escrever Berlim. Desde 2016, colabora na realização do Printemps Litérraire Brésillien, organizado por Leonardo Tonus, professor do Departamento de Estudos Lusófonos, da Université Paris Sorbonne.

SOBRE A TICKET, GRUPO EDENRED

Presente no Brasil desde 1976, a Ticket conquistou a liderança histórica do setor de refeição-convênio, com o Ticket Restaurante, primeiro benefício brasileiro de alimentação ao trabalhador no Brasil e que nasceu no mesmo ano que o Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT), do Ministério do Trabalho. Nestes 41 anos no País, a empresa é quem possui a maior rede de adquirentes atualmente no mercado (Rede, Cielo, Getnet, PagSeguro, Elavon e Stone) e ampliou seu leque de atuação, com o lançamento de produtos e serviços inovadores e pioneiros nos segmentos de alimentação, transporte, cultura e premiação. Com abrangência nacional, são mais de 70 mil empresas clientes, mais de 5 milhões de usuários e mais de 320 mil estabelecimentos credenciados. A Ticket é parte do Grupo Edenred, líder mundial em soluções transacionais para empresas, empregados e comerciantes.

Lei Federal de Incentivo à Cultura
Patrocínio Premium: Edenred/Ticket
Patrocínio: Société Générale, BNP Paribas
Apoio: Tereos
Parceria: Air France, TV5Monde, IF Brasil, Embaixada da França no Brasil, Editora NOS
Realização: Aliança Francesa de São Paulo, Ministério da Cultura – Governo Federal
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis