ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

22 de setembro de 2018

O regresso do grande "Zé da Pipa"


Vou ter que arranjar um detetive para andar com o olho em ti. Olho entenda-se por vista. Sei que não pensava em outra coisa...

“ZÉ DA PIPA” - Não será preciso. Estou cumprindo com os meus deveres e concomitantemente justificando os meus salários.

Salários ou salário?

“ZÉ DA PIPA” – O teu e do outro que sempre diz que é “patrãozinho”.

Mas, por favor, não declares nas finanças, para não comprometeres os que te pagam que, agora, seguindo a teoria dos jogadores milionários, fogem ao fisco...

“ZÉ DA PIPA” – Não o farei.  Sou uma pessoa íntegra, como sabes.

Estou desconfiado de que tens algo surpreendente para me dizeres?

“ZÉ DA PIPA” – Tenho sim. Apanhei uma carona e fui ver o show do Roberto a São Paulo.

E como entraste no espaço das Américas? 

“ZÉ DA PIPA” – Tu e o gajo do carago é que julgam ser os melhores e com influências junto de pessoas ligadas ao staff do Roberto. Eu fui levado pelo maestro Eduardo Lages e, na volta, com os rapazes da Assessoria de Imprensa, que são muito simpáticos.

Se tu o dizes, eu tenho que acreditar piamente...
E novidades do show?

“ZÉ DA PIPA” – A mulherada em histerismo coletivo quando o rei entrou no palco e dando continuidade pelo tempo fora.

E que mais?

“ZÉ DA PIPA” – No final, uma correria louca para apanhar asa tão apetecidas rosas. Eu só não fui para não dar nas vistas e ser considerado como um intruso, se bem que os seguranças do Roberto também são bons rapazes. Bem vistas as coisas, neste mundo tão calmo (deixa-me rir) já não há rapazes maus.

Podias ter tentado uma entrada no camarim do Roberto?

“ZÉ DA PIPA” – Ó homem de Deus, ali só entram as mesmas mulheres. Eu até digo que são vitalícias. E todas são nossas conhecidas do Splish Splash. Pois, elas entram em delírio com uma foto ao lado do rei. Algumas já levam uma enorme coleção. São umas sortudas.

O que interessa é que foste e regressaste sem problemas. Espero que me dês noticias breves. Já sabes que tens uma semana para o efeito.

“ZÉ DA PIPA” – O gajo até já impõe dias. Está com a mesma “doença” do gajo do carago.
Carlos Alberto Alves

Sobre o autor

Carlos Alberto Alves - Jornalista há mais de 50 anos com crónicas e reportagens na comunicação social desportiva e generalista. Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Colabora semanalmente no programa Rádio Face, da Rádio Ratel, dos Açores. Leia Mais sobre o autor...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis