ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

3 de junho de 2018

Erasmo Carlos, O Gigante Gentil



Por: Carlos Marley

Erasmo Esteves, mais conhecido como Erasmo Carlos, no dia 5 de junho estará completando 77 anos de idade. Quem aniversaria também neste dia é Wanderléa, a ternurinha querida. Mas o nosso enfoque será Erasmo Carlos que ao longo de sua carreira como compositor participou de 182 músicas da discografia de Roberto Carlos, sendo 175 em parceria com Roberto Carlos, 4 com Roberto Carlos e outros parceiros, 3 com outros compositores. Sem contar as outras inúmeras composições da dupla que fazem parte da discografia de outros cantores.
  
O parceiro que por muito tempo foi uma presença constante nas composições dos discos de Roberto Carlos, desde os anos 2000 que não tem mais participado com a mesma intensidade nas poucas canções lançadas pelo Rei. Mesmo assim, a sua produção musical não sofreu solução de continuidade. Apesar da crise fonográfica que impera nos dias atuais, nos últimos anos Erasmo Carlos vem lançando discos inéditos no formato completo, com canções suas e com novas parcerias.  As capas dos seus discos são sempre inovadoras e criativas. Em 2008 lançou uma autobiografia “Minha Fama de Mau” e em breve lançará um livro de poesias. No cinema, em 2018, atuou no filme “Paraíso perdido” lançado em 31 de maio e em outubro será retratado no filme “Minha fama de mau”.

Na vida passou por alguns dramas pessoais como o suicídio da ex-mulher em 1995 e em maio de 2014 sofreu outro grande golpe, com a morte prematura do seu filho, Carlos Alexandre Esteves, mais conhecido como Alexandre Pessoal, que era afilhado de Roberto Carlos. Erasmo, ainda com o coração ferido, poucos dias depois da morte do seu filho estava no palco, onde realizou um show e com muita emoção dedicou ao filho, que o deixou. Mesmo não sendo um artista tão mediático como Roberto Carlos e de sofrer criticas desrespeitosas nas redes sociais, como ele mesmo comentou não se deixou abater. Essa situação desagradável até o inspirou a compor "Gigante Gentil", música que dá nome a um dos seus últimos lançamentos e que ganhou o Grammy Latino de 2014, como melhor álbum de Rock. Recentemente foi submetido a um implante de marca-passo após descoberta de uma anomalia na artéria carótida.

Como eu gostaria que a dupla Roberto Carlos/Erasmo Carlos voltasse a se reencontrar para compor como nos velhos tempos. As composições solo do Roberto Carlos são ótimas, mas com a participação de Erasmo teria um brilho bem maior.

Esta é apenas uma pequena homenagem ao Tremendão da Jovem Guarda e ao Gigante Gentil dos dias atuais. Parabéns!

Erasmo Carlos - Minha Fama de Mau-Vem Quente Que Eu Estou Fervendo-Splish Splash (ao vivo)

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis