ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

31 de agosto de 2017

Fórum gratuito discutirá a crise dos imigrantes e refugiados no Brasil


Promovido pela Federação das Associações Muçulmanas do Brasil, evento, intitulado “E eu, onde fico?”, tem novas confirmações: a fotógrafa Karine Garcêz, que viaja pelo Oriente Médio fotografando especialmente crianças e adolescentes atingidos pelas guerras, e Paulo Iles, Coordenador do Centro de Direitos Humanos e Cidadania do Imigrante

São Paulo, 31 de agosto de 2017 – Seguem abertas as inscrições para o I Fórum sobre Imigrantes e Refugiados no Brasil, evento gratuito que acontecerá no dia 20 de setembro, das 13h30 às 19h,  no Auditório do MASP, em São Paulo (Avenida Paulista, 1578).

O Fórum foi idealizado pela Federação das Associações Muçulmanas do Brasil, FAMBRAS. “Sabemos que a crise mundial dos refugiados vem suscitando debates, muitas vezes, pautados por preconceito e desinformação. Aqui no Brasil, também já é percebido algo neste sentido: há grupos que disseminam um discurso de ódio contra os estrangeiros que encontraram no Brasil um lugar para recomeçar”, justifica o vice-presidente da entidade, Ali Hussein el Zoghbi. “A FAMBRAS encara a questão com um olhar humanitário, defende o respeito aos refugiados bem como o reconhecimento de seus direitos por meio da nova Lei de Migração”.
O Fórum contará com dois painéis de debates. São pautas as políticas públicas no país e a importância das entidades sociais, bem como a exposição na mídia e o impacto da crise dos refugiados. Os participantes poderão formular perguntas para os especialistas que comporão as mesas.

Já estão confirmadas as participações de especialistas no assunto, incluindo aqueles que conheceram de perto a realidade dos refugiados: Dr. Martim de Almeida Sampaio (Coordenador de Direitos Humanos da OAB-SP); Dra. Maria Laura Canineu (Diretora da Human Rights Watch no Brasil); Dra. Isabel Marquez (Representante do ACNUR, o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados no Brasil); Vivianne Reis (Presidente das ong IKMR, I Know My Rights, que apoia crianças refugiadas); Isabel Filgueiras (jornalista, autora do livro ‘A Diáspora Síria) e Victor Ferreira (jornalista da GloboNews, que visitou campos de refugiados pelo Profissão Repórter). Completam a programação a apresentação do Coral Coração de Jolie, composto por crianças refugiadas, vídeos e depoimentos.

As mais recentes confirmações são da fotógrafa cearense Karine Garcêz e Paulo Iles. Karine vem registrando o olhar de crianças e adolescentes atingidos pela guerra, em particular no Oriente Médio. No dia do evento, algumas das fotos do acervo da artista ficarão dispostas para que o público conheça sua arte. Paulo Iles é coordenador executivo do Centro de Direitos Humanos e Cidadania do Imigrante e profundo conhecedor do tema.

Também é intenção do Fórum formalizar a “Carta do I Fórum sobre Imigrantes e Refugiados no Brasil”, com conteúdo redigido, aprovado e assinado por todos os palestrantes. A ideia é que o documento reúna uma proposta coletiva de intenções em prol dos refugiados e seja encaminhada às autoridades competentes.

SERVIÇO:
I Fórum sobre Imigrantes e Refugiados no Brasil – “E eu, onde fico?”
Data: 20 de setembro
Horário: das 13h30 às 19h (o credenciamento acontecerá no local do evento, a partir das 12h30)
Local: Auditório do MASP (Avenida Paulista, 1578)
Inscrições gratuitas e limitadas pelo site www.eeuondefico.org.br

Sobre a FAMBRAS
A Federação das Associações Muçulmanas do Brasil – FAMBRAS foi fundada em 1979 pelo Hajj Hussein Mohamed El Zoghbi. A entidade atua nos âmbitos religioso, social, econômico e diplomático, com projetos que visam a divulgação do Islam. A Federação também foi pioneira na implantação do conceito Halal no Brasil, se configurando como a mais importante certificadora do país.

A entidade foi criada com o intuito de fortalecer e unificar as associações muçulmanas atuantes no país para que elas se mantivessem comprometidas com as causas ligadas à comunidade islâmica, como a acolhida aos irmãos necessitados e a manutenção das práticas do Islam.

Nas áreas educacional e assistencial, a FAMBRAS atua de maneira exemplar, tanto em benefício da comunidade muçulmana quanto das comunidades carentes brasileiras, com projetos que propiciam o conhecimento do Islamismo como uma religião de paz e solidariedade.
 

Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis