ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

2/29/2016

Fã incondicional do rei - Uma história de uma brasileira na Áustria





Por: Carlos Alberto Alves
jornalistaalves@bol.com.br
Facebook
https://www.facebook.com/carlosalberto.alvessilva.9



Chama-se Martinha Sthurm e vive na Áustria há largo tempo. Uma fã do Rei dos sete costados que, à semelhança de outros que estão no estrangeiro, surgiu na nossa página. É interessante a sua história e, como tal, não podíamos deixar de passá-la para os ilustres visitantes.

E a Martinha começou por nos dizer: 

- Sou uma pessoa bem real, espontânea. Tive paqueras bem interessantes. Já amei, vivi, sofri, chorei. Passei por diversos problemas, mas estou aqui de frente graças a Deus. Vou seguindo, tirando umas gotinhas de felicidade por onde passo, pois a vida é muito complicada (né!), feita de altos e baixos. Graças ao Criador tenho uma luz muito forte e isto tenho muito que agradecer à NATUREZA de onde tiro forças para viver.

E que mais alia a esse espírito?

- Sou amante da música, sendo uma eterna apaixonada desde menininha. Modéstia à-parte fui muito charmosa, mas, porém, minha timidez me atrapalhou. Sou nascida em família muito humilde, me criei em sítio com tudo muito simples e muito feliz. Sou a única fêmea entre mais seis irmãos (masculinos óbvio). Tive uma linda infância em casinha simples no meio de um cafezal, mas também tinha uma grande intuição. Esta: só queria ser feliz, conhecer as coisas maravilhosas do mundo. Até que conheci muitas coisas, mas sinto uma saudade imensa de tudo que deixei, embora nada tenha saído do coração, sublinho.

A paixão pelo Rei Roberto Carlos: 

- Claro que toda a menina da minha idade gostou do Roberto Carlos, mas, no meu caso pessoal, foi uma loucura. Eu era menina tinha uns dez anos de idade e amei à primeira vista quando o vi na TV pela primeira vez.

Continuando:

- Ele estava cantando A NOSSA CANÇÃO, música que me marcou demais. Depois, e na sequência, todas as outras. E o meu sonho passou por estar perto dele, até que tomei coragem e fui à Urca, tendo lá feito umas fotos na casa do Rei que, naquele dia, não estava, mas o moço que me recebeu foi super atencioso e disse-me que fosse no dia seguinte. Porém, eu tinha um voo para Fortaleza, pois minha filha e meus três netos moram lá.

Netos também veneram Roberto Carlos, segundo conta Martinha Sthurm:

- Minha neta é louca por Roberto Carlos e sabe todas as músicas. Ela tem 21 anos de idade, enquanto que o meu neto tem 17. Curiosamente, ele aprendeu a tocar violão e canta as músicas do Rei para mim. Por outro lado, o menino que tem 11 anos, fala que eu venha, pois o Roberto Carlos vai cantar na TV.

Falou dos netos. E a sua filha?

- A minha filha, lógico que gosta do Roberto desde pequena, visto que a minha mãe tinha uma verdadeira adoração pelo Roberto Carlos e, deste modo, a gente ama e gosta de quem nos faz bem. Estou aqui na Áustria há mais de 20 anos, mas tenho muitas saudades. De resto, muito feliz (e um prazer enorme) em manter este contato com o que você escreve, visto que reconheço no senhor uma pessoa de bem. Continue assim, pois, mesmo não sendo brasileiro, e tem admiração pelo nosso Rei, me faz feliz. Creia nesta minha sincera revelação.

Por fim, Martinha Sthurm, “desculpa-se” pelo fato de não estar muito bem em matéria de português, atendendo a que lá na Áustria não se fala a nossa língua. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil