Freud & Eu - Sinto falta de acordar





Por: Armindo Guimarães
Portal Splish Splash


O Portal Splish Splash esteve na Maia, mais exactamente na Tertúlia Castelense, um agradável espaço alternativo cuja decoração interior é por si só uma montra de cultura como que o reflexo da arte que por lá se respira e que vai desde a poesia, os contos, projecção de cinema, palestras e música, muita música de qualidade como aquela que no passado dia 12, tivemos oportunidade de assistir vinda de uma já conceituada banda da cidade do Porto, os “Freud & Eu” que em Maio de 2010 editaram o seu disco de estreia – “Sinto Falta de Acordar”, com as seguintes faixas:


01 Setenta e tal segundos de lucidez
02 Terra das impossibilidades
03 O senhor das horas
04 Eu, animal
05 Preâmbulo sonâmbulo
06 Estórias de um fingidor
07 Frederich Van Zan
08 Nunca mais o tempo ventou aqueles prados
09 Cálculo da vontade perra
10 Palavra que sei
11 Albergue do tempo


DELÍCIA FREUDIANA

Pese embora as condições acústicas do espaço não serem as ideais para o efeito, nem nós sermos especialistas na matéria, o que é certo é que levamos connosco olhos e ouvidos suficientemente aguçados para aquilatarmos da excelente qualidade musical e interpretativa dos freudianos do rock, - o Bruno Nicolau (Voz), o Peter Vieira (Sax), o Luís Ribeiro (Guitarra), o Sérgio Valmont (Baixo) e o Rui Ribeiro (Bateria) que nos deliciaram com a apresentação de algumas músicas do seu álbum, com particular destaque para “O Senhor das Horas” e "Nunca mais o tempo ventou aqueles prados".

Mas a delícia freudiana não se ficou por aí, pois que a banda “arriscou-se”, quanto a nós com excelentes resultados, na apresentação de duas versões das afamadas “O Pastor” dos Madredeus e “Estrela do Mar” de Jorge Palma. As faixas do álbum “Sinto Falta de Acordar” podem ser escutadas aqui e ao mesmo tempo imaginar como interpretaria o pai da psicanálise o chamado “outro rock” dos Freud & Eu;


A CEREJA EM CIMA DO BOLO

No final do concerto ainda deu para termos uma breve conversa com o líder da banda, o guitarra Luís Ribeiro, que, ao saber do nosso Portal dedicado à Lusofonia e ao cantor/compositor Roberto Carlos, disse não ser, de facto, o que se chama um fã do Rei da MPB, mas que, na verdade, sabe da sua importância ao nível musical e interpretativo, designadamente no que ao romantismo se refere e não só, recordando “As Baleias” como um tema apelativo da sensibilidade humana para com a ecologia.

Escusado será dizer que depois do delírio freudiano que a música dos “Freud & Eu” nos havia proporcionado, ouvir do Luís Ribeiro a opinião que tem sobre Roberto Carlos foi para nós, robertocalistas dependentes, a cereja em cimo do bolo que, mesmo sem champanhe, fazemos questão de brindar com um vídeo dedicado à malta da banda tendo como fundo musical “Nunca mais o tempo ventou aqueles prados”.

FREUD & EU

Tags

Enviar um comentário

3 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.
  1. "Delírio freudiano" faz-me lembrar outra expressão sobejamente conhecida também da autoria do próprio Arguimar. Obrigado pelas palavras bonitas e pelo vídeo (e, está claro, pela presença no concerto).

    Só três pequenos reparos:
    - O álbum pode ser escutado NA ÍNTEGRA tanto no myspace como no facebook da banda.
    - O link para o endereço do facebook da banda não é aquele que está antes do vídeo, mas sim http://www.facebook.com/freudeeu
    - O álbum da banda chama-se "Sinto Falta de Acordar" e não "Sinto a Falta de acordar"

    Um abraço (e meio delírio) freudiano,

    Sérgio Valmont

    ResponderEliminar
  2. Olá maninho!

    Puxa vida só mesmo uma banda boa assim para você ir a um evento...
    Fiquei contente por você e pela banda, prestigiada com sua presença.

    Beijos,
    Carmen Augusta

    ResponderEliminar
  3. Olà Mindo! é verdade que a distancia nao foi grande, mas deslocar o portal splish splash com o peso que ele tem, so mesmo com uma banda destas é que valia e pena.Abraços

    ResponderEliminar

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !