Check-up médico deve ser promessa cumprida em 2023

Do Texto: Na adolescência, o exame anual pode ser feito a cada dois anos e para os adultos, a recomendação é que a consulta seja a cada 12 meses...

Check-up médico.

Consulta anual é oportunidade para manter a saúde em dia e para diagnosticar doenças no estágio inicial

O ano sempre começa com promessas de mudanças de hábitos. Cuidar da saúde é, tradicionalmente, uma das mais populares. Então, por que não começar 2023 colocando em dia o check-up médico anual da família? Segundo o clínico geral e diretor clínico do Hospital Evangélico de Belo Horizonte, Antônio Claret Morais, a visita periódica ao médico não pode ficar fora da agenda. 

Na infância, bebês e crianças vão mais ao médico. Na adolescência, o exame anual pode ser feito a cada dois anos e para os adultos, a recomendação é que a consulta seja a cada 12 meses, mesmo para aqueles que já fazem algum tratamento de doença crônica e que já têm acompanhamento regular. “O check-up é para todos, a melhor oportunidade para fazer uma avaliação geral das condições de saúde e diagnosticar problemas silenciosos que podem comprometer a qualidade de vida no médio ou longo prazos”, ressalta.

Além de colher dados sobre o estilo de vida, condições e hábitos do paciente, o médico também vai reunir informações, durante a consulta, sobre o histórico de saúde e o familiar, ou seja, as doenças que passam de pais/mães para filhos. “Não há um modelo único de check-up. A consulta e os encaminhamentos são individualizados, para atender às necessidades de cada pessoa. Da mesma forma, a relação dos exames diagnósticos também vai seguir essa orientação”, enfatiza Antônio Claret Morais.

Além dos problemas físicos, há outro aspecto que é avaliado durante o check-up médico: o nível de estresse do paciente e os possíveis casos de transtornos mentais que, apenas em 2022, afligiram quase 1 bilhão de pessoas em todo o mundo, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). “Geralmente, essas são queixas comuns no consultório, o que pode resultar em orientações e encaminhamentos para especialistas”, comenta.

Mas não adianta ir ao médico, pegar a relação dos exames, ter em mãos a receita para a compra de medicamentos e voltar ao consultório só quando acontecer algum problema. A conclusão do check-up é tão ou mais importante que a consulta inicial. Para Antônio Claret Morais, o retorno do paciente, com o resultado dos exames solicitados, complementa o diagnóstico inicial e permite definir os próximos passos para que a pessoa mantenha o cuidado com a saúde sempre em dia.

❇❇❇

HE – Instituição fundada há 76 anos, inicialmente como ambulatório, o Hospital Evangélico de Belo Horizonte engloba, além da Unidade Serra, mais 9 unidades de negócios em Belo Horizonte, Contagem e Betim. Em 2021, realizou mais de 1,368 milhão de procedimentos médicos pelo SUS, convênios e particulares, e é referência em atendimentos de nefrologia e oftalmologia para o SUS no Estado. Atualmente, a rede tem mais de 2,3 mil colaboradores.

Também pode ler:
Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !