Recrutamento humanizado é a nova aposta para a contratação de profissionais qualificados no mercado tech

Do Texto: O recrutamento humanizado, nada mais é do que o foco nas pessoas durante os processos seletivos nas empresas. É notório que as prioridades dos profiss

Imagem sobre o mercado tech

Entenda o processo que tem a empatia e a transparência como base na busca por profissionais de tecnologia e quais são as suas vantagens

São Paulo, dezembro de 2022 – Com o crescimento do mercado tech no Brasil, muito se fala sobre a falta de profissionais qualificados para as vagas deste segmento e como as empresas têm se posicionado para encontrar os perfis ideais. Em levantamento feito pela Brasscom (Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação), no Brasil, é estimado que há uma carência de 400 mil profissionais do setor para as vagas existentes no mercado. Para tentar diminuir esse número, a prática de recrutamento humanizado tem se destacado como ação que permite que o fluxo de seleção seja mais leve, ágil e assertivo para as organizações, além de ser mais acolhedor e atrativo para os candidatos. 

O recrutamento humanizado, nada mais é do que o foco nas pessoas durante os processos seletivos nas empresas. É notório que as prioridades dos profissionais e das empresas mudaram atualmente e não se concentram apenas em hard skills, mas também em soft skills e na importância dada às preferências individuais das partes interessadas, seja para saúde física e mental dos colaboradores ou até mesmo para a conexão de valores estabelecidos na relação empregatícia. 

Entre os benefícios dessa prática, estão a retenção de talentos alinhados com o propósito da empresa e consequentemente o aumento do engajamento dos colaboradores, melhorias na produtividade e redução nos índices de turnover.  

Considerado um mercado mais recluso pelas altas exigências nas qualificações profissionais, os recrutamentos em tecnologia costumam ser mais cansativos pelos extensos processos e variados testes para avaliação de hard skills, e isso pode atrapalhar o processo caso falte um olhar humanizado durante as etapas. “Os processos seletivos tradicionais já não se adequam às necessidades de profissionais e times de tecnologia”, aponta Karine Silveira, COO e Head de Cultura, Pessoas & Pets da Impulso, organização que atua em modelos B2B e B2C, e é especializada no desenvolvimento de profissionais e entrega de times de tecnologia sob demanda, cujo foco é nutrir relações genuínas e de longo prazo entre profissionais e empresas tech. “Atualmente, as relações de trabalho saudáveis e consequentemente produtivas acontecem a partir do cuidado genuíno com os profissionais, e isso deve começar desde o primeiro contato”, aponta Karine. 

Segundo a executiva, é importante que o processo seja sempre realizado em ambiente acolhedor e o alinhamento de expectativas entre as partes é fundamental para as próximas etapas. “Após o esclarecimento do processo e das expectativas da empresa, é essencial a utilização de uma linguagem empática e dispor de uma comunicação clara e objetiva, principalmente sobre o detalhamento e atualização das etapas do processo. E o mais importante, manter a cultura do feedback transparente para que os candidatos não tenham a sensação de perda de tempo ou dúvidas quanto à decisão da empresa”, pontua a Karine. 

“Na contramão dos processos tradicionais, a prática do recrutamento humanizado busca proporcionar um ambiente saudável para os candidatos e, em consequência disso, apresentar os aspectos positivos da empresa. Com uma postura que garanta o acolhimento das pessoas, passamos a mensagem de que a valorização e desenvolvimento para colaboradores vem à frente do lucro da companhia”, finaliza Karine. 

💢💢💢 

Sobre a Impulso
A Impulso é uma organização especializada no desenvolvimento de profissionais e entrega de times de tecnologia sob demanda que há mais de 12 anos impulsiona e auxilia médias e grandes empresas. Entre seus clientes estão companhias como Stone, Somos Educação, Globo e Cielo
Também pode ler:
Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !