USHAN faz de álbum mergulho ritualístico pelo feminino

USHAN - Banho de Lua

USHAN transforma rituais e o sagrado feminino em música experimental, rock e psicodelia no álbum “Banho de Lua”

Lançamento é da gravadora YB Music

A multi artista Lorena Hollander explora diferentes universos sonoros, poéticos e sensoriais no álbum “Banho de Lua” (YB Music), estreia do seu projeto solo USHAN. Fazendo um uso pioneiro do koto, a harpa japonesa, ela vai do experimental à psicodelia, do rock a ritmos brasileiros em canções que cantam a conexão com o próprio interior, com os elementos da natureza e com as entidades que regem o universo, o tempo e o espaço.

Ouça “Banho de Lua”

Em um encontro de raios lunares com águas doces, porém agitadas, surge “Banho de Lua”. Os elementos musicais se misturam numa alquimia que varia tal como as águas: ora calmas e misteriosas, ora agitadas e vibrantes. O disco chega como um sopro de esperança, como no primeiro single, “Amor”, que sentencia: “O amor há de ser, o amor há de vencer”.

Em um ritual dedicado à Lua e ao feminino, onde o som orgânico do koto, da voz e do piano se unem à vibração eletrônica dos sintetizadores e efeitos, a artista busca uma conexão dos rituais, que sempre estiveram presentes na humanidade, integrados a elementos futuristas trazidos a partir das teclas dos synths.

Assista ao clipe “Já Acontecemos”

USHAN soma a uma trajetória já prolífica e versátil. Cantora, compositora, multi instrumentista, poeta e artista plástica, Lorena Hollander lançou discos e fez turnês no Brasil e no exterior com projetos variados. Tem marcado presença no cenário cultural de São Paulo, participando de eventos diversos, em especial da música eletrônica e experimental. 

Mas, desde 2014, ela vem aprofundando seus estudos do koto, explorando diferentes afinações, efeitos e sonoridades. Os primeiros tons de USHAN foram apresentados ainda em 2019, com os clipes “Lunar” e “Já Acontecemos”. Em 2021, criou um novo show audiovisual do projeto USHAN ao lado de Raiany Sinara e Victoria dos Santos. Agora, o projeto se expande e ganha um universo próprio e profundamente feminino, com forte mão de sua autora - Lorena assina todas as faixas, gravação e produção, além de cantar e tocar baixo, koto, guitarra, violão, piano e sintetizadores - e apenas mulheres colaboradoras. Além de Raiany e Victoria, aparecem nos créditos nomes como Priscila Brigante (bateria e percussão) e da liderança indígena Edina Shanenawa (vocal em “Vermelho”), que faz ressoar a mensagem de preservação da natureza e respeito à Terra.

Assista ao clipe “Lunar”

O trabalho vem numa sequência de mergulhos profundos de Hollander. Entre 2017 e 2018, ela atuou como voluntária no grupo do Centro de Artes e Promoção Social do Grajaú, onde desenvolveu um projeto de música. Em 2015 criou Sama Baiá, que teve seu primeiro disco lançado em 2017. De 2002 a 2014, atuou com a banda Diafanes, com a qual lançou três álbuns, fez turnês pelo Brasil e EUA, participou de festivais como o SxSW, em Austin (Texas), o National Cherry Blossom Festival, em Washington (DC), e o V Fórum Social Mundial, em Porto Alegre. 

Nas artes plásticas, realizou exposições individuais e participou de salões no Brasil, Europa e China. Em 2017 lançou seu primeiro livro de poesia visual, intitulado “LoLo”, no qual as  palavras viram mandalas e flores, frases são criadas a partir de espelhamentos e intersecções entre letras viram jogos de palavras. No universo da música eletrônica, Lorena colaborou com nomes como Andi Otto (Alemanha), Pigmalião (Brasil/Holanda), R Vincenzo e coletivos como a Voodoohop e Roda de Sample. 

Agora, a artista está pronta para mostrar um lado totalmente novo da sua musicalidade. Partindo de um ponto de vista altamente pessoal, íntimo e intimista, “Banho de Lua” é um convite a se banhar nas águas, ascender aos céus e retornar a uma convivência mais harmoniosa consigo mesmo e com o mundo à nossa volta. Mais que mera imersão, “Banho de Lua” é fusão, renovação e cura. O disco chega às principais plataformas pelo selo YB Music.

Ficha técnica
USHAN - Banho de Lua
1. Céu Brilhou
2. Iemanjá Cria o Mar
3. Vermelho (Feat. Edina Shanenawa)
4. Amor
5. Coração
6. Bem Me Quer
7. Água
8. Que se vá
9. Utopia
Produzido por Lorena Hollander
Gravado por Lorena Hollander no Estúdio Selenita em São Paulo, exceto bateria gravada no Estúdio YB e percussão de “Amor”, “Coração” e “Que se Vá” gravada por Craca Beat
Mixagem e masterização: Diego Techera no Estúdio YB
Arte: Lorena Hollander

 
Crédito da foto: Samuel Esteves 
Também pode ler:

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !