Jogo de cruzadinha temático, dica de leitura e exibição de documentário da série "Índios do Brasil"

Museu Índia Vanuíre abriga um acervo expressivo que reúne peças da história da cidade, além de objetos e artefatos de diversos povos indígenas brasileiros.

Museu Índia Vanuíre abriga um acervo expressivo que reúne peças da história da cidade, além de objetos e artefatos de diversos povos indígenas brasileiros.


Totalmente gratuita, a agenda ainda traz curiosidade sobre o acervo da instituição com imagens do "Tipiti", artefato utilizado pelos indígenas para extrair o ácido tóxico da mandioca brava

Aos finais de semana, o Museu Índia Vanuíre, em Tupã (SP), instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela ACAM Portinari, realiza diversas atividades do projeto “Família no Museu”, sempre das 10h às 16h. Esse mês, a ação destaca um jogo de cruzadinha temático indígena, para promover aprendizagem cultural de forma lúdica e reflexiva.

Além disso, aos sábados, a instituição sempre indica uma obra de leitura aos seguidores das redes sociais. Nesse sábado (18), às 12h, a recomendação será “Das coisas que aprendi”, de Daniel Munduruku, que apresenta ao leitor suas inquietações e impressões sobre o mundo em que vivemos. Acesse e confira. 

O Museu Índia Vanuíre abriga um acervo expressivo que reúne peças da história da cidade, além de objetos e artefatos de diversos povos indígenas brasileiros. Com objetivo de levar ao público um pouco da riqueza desse acervo, o museu apresenta às segundas-feiras informações e curiosidades sobre a coleção. No próximo dia 20 (segunda), as redes sociais da instituição vão compartilhar fotografias de um acessório chamado “Tipiti”, um artefato utilizado para extrair o ácido tóxico da mandioca brava.

Já na sexta-feira (24), das 9h às 14h, a instituição realiza, no auditório, mais uma edição do “Cultura e Questões Indígenas em Foco”, exibindo o documentário "Primeiros Contatos", da série "Índios no Brasil". Esse episódio aborda os impactos sofridos pelos indígenas do noroeste do país, pelo contato com as frentes de expansão na década de 70. 

Visitação

O Museu Índia Vanuíre está localizado à rua Coroados, nº 521, em Tupã (SP), e está aberto à visitação presencial, de terça-feira a domingo, das 9h às 18h. Nas quintas-feiras, o horário é estendido até às 20h, sempre seguindo todos os protocolos de segurança sanitária, incluindo a obrigatoriedade do uso de máscara de proteção. Visite https://museuindiavanuire.org.br/ ou siga nas redes sociais (Instagram: @museuindiavanuire | Facebook: / museuindiavanuire). 

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !