DNSM antecipa novo EP com o clipe “O Tempo”

O quarteto paulistano DNSM segue amadurecendo sua sonoridade onde o rock se encontra com os sintetizadores e a música brasileira. A banda prepara o caminho para a terceira e última parte de uma sequência de EPs temáticos e, após “O Sistema” e “SOMA”, o grupo anuncia “Despertar” com o clipe “O Tempo”. O trabalho estará disponível nas plataformas em 03/06.

“Despertar” será a terceira parte de uma trilogia conceitual da banda

O quarteto paulistano DNSM segue amadurecendo sua sonoridade onde o rock se encontra com os sintetizadores e a música brasileira. A banda prepara o caminho para a terceira e última parte de uma sequência de EPs temáticos e, após “O Sistema” e “SOMA”, o grupo anuncia “Despertar” com o clipe “O Tempo”. O trabalho estará disponível nas plataformas em 03/06.

Assista a “O Tempo”:

Formada em 2018, as influências de DNSM vão de Depeche Mode a Secos e Molhados, Mutantes a Chemical Brothers. Entre guitarras, vocais e synths, os integrantes JJ Zen, Deborah, Mr. Rocha e Hypernoise prezam pelo minimalismo e constroem suas melodias atmosféricas acompanhadas de letras onde temas atuais - como o consumismo em excesso e as desigualdades sociais - ajudam a construir a narrativa.

A filosofia da banda surge, também, na sua estética. A pintura no rosto foi inspirada nos Maxakali, tribo indígena de Minas Gerais que utiliza a pintura corporal como prática de espiritualidade e remete ao mundo dos yãmiy, espíritos cantores que são a transmutação da corporalidade de qualquer Maxakali através da pintura. Os Maxakali se pintam tanto no cotidiano como em ocasiões festivas, que tem o objetivo de valorizar partes do corpo que têm relevância social.

Agora, DNSM está pronta para mais um capítulo de sua trajetória. Após os dois primeiros EPs, a banda fecha a trilogia com “Despertar”, cuja faixa de abertura será “O Tempo”. Ao longo de todo o projeto, os músicos vêm apresentando canções onde as diferenças nos unem e o respeito a si mesmo e ao que nos cerca servem como norte para uma sociedade mais justa e menos violenta.

A faixa ganha um clipe, realizado pela O Filme Produções, onde um personagem de um cenário distópico passa seus dias entre atividades banais, fundido a uma tela de TV e sem perspectiva de futuro. “Ao perceber que o tempo é ilusão, o homem adquire controle sobre suas necessidades e desejos. Tudo é temporal e nada é eterno”, resume o grupo. 

Fazendo de suas canções oportunidades para reflexão e de sua musicalidade uma constante evolução estética, DNSM abre caminho para mais um EP onde explora os limites de seu som. O clipe “O Tempo” está disponível no canal de YouTube da banda, e a faixa estará em breve no EP “Despertar”.

Ficha técnica
Clipe da música "O Tempo" do DNSM feita pela OFILME. 
Música do EP "Despertar" gravado no estúdio Garagem City com produção, masterização e mixagem de Ronaldo Rossato (Nardão)

Ideia Original: Arnaldo Belotto
Roteiro: Arnaldo Belotto e Rapha Moraes
Atuação: Marcos Nascimentos
Direção de Fotografia: Arnaldo Belotto
Direção de Arte: Gui Almeida
Elétrica: Anderson Dubaca
Produção de Set: Nathalie Caparica
Câmera: Rapha Moraes
Montagem, colorização e pós: Rapha Moraes
Adereços: Jesmiel Leite
Locação Interna: Boogiganga Shop

vocal: JJ Zen 
vocal: Deborah 
guitarra: Mr. Rocha 
synth: Hypernoise

Letra
O Tempo
O tempo não para na mesa
Mas flui na tela
Parado na teia
Enquanto vc busca tudo
O que perdeu, mas se olha
No espelho e envelheceu

A chama que queima madeira
É Cinza que leva
Aduba a terra
O tempo que modela
é aquele que anula
O jovem que protesta
É o velho que lamenta

As horas que juntam
Fortunas, tristezas
E o TIC e o TAC no pulso
O Futuro passa a ser um museu
O agora foi o ontem já morreu

Nem o sol é pontual
Nem hora do temporal
Tempo é ilusão
Como a televisão

O Tempo que mede o esforço
É longo ou curto a hora é agora
E os segundos viram mais de 1 minutos
Sua hora chega foi a sua escolha

Nem o sol é pontual
Nem hora do temporal
Tempo é ilusão
Como a televisão

DNSM na web:
Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !