BMG anuncia acordo para administrar lendário catálogo de George Harrison

A BMG tornou público um acordo global com a George Harrison Estate para administrar o icônico catálogo musical  que inclui mais de 200 músicas escritas com os Beatles, Traveling Wilburys e para sua aclamada carreira solo

Contrato com os herdeiros do ex-Beatle e Dark Horse Records inclui todas as fases da carreira do artista

A BMG tornou público um acordo global com a George Harrison Estate para administrar o icônico catálogo musical  que inclui mais de 200 músicas escritas com os Beatles, Traveling Wilburys e para sua aclamada carreira solo. Clássicos como “Here Comes The Sun” (single mais popular em serviços de streaming dos Beatles), “While My Guitar Gently Weeps” e “Something” e discos como “All Things Must Pass” fazem parte do contrato.

"É um prazer anunciar que a discografia do meu pai estará com a BMG/Dark Horse Records. Temos uma longa e bem sucedida parceria com a BMG ao longo dos anos e esperamos continuar a expandir nosso relacionamento no futuro”, conta Dhani Harrison.

O CEO da BMG Hartwig Masuch completa: “George Harrison é um dos principais nomes que representam o que é ser um artista influente e bem-sucedido e humanitário. É um marco pensar que das 188 músicas lançadas pelos Beatles durante sua carreira, é de George a mais tocada no Spotify por grande margem. É uma honra para todos nós aqui da BMG agora representar o catálogo deste artista cujos herdeiros são tão cuidadosos com seu legado e faremos o nosso melhor para fazer jus a essa confiança”.

O acordo expande o relacionamento com o selo musical de Harrison, a Dark Horse Records, com a BMG servindo como seu parceiro global. A empresa liderada por Dhani Harrison e David Zonshine lançou recentemente o novo álbum de Billy Idol, além de possuir direitos de 16 álbuns de Leon Russell abrangendo os anos entre 1984 e 2013, e um acordo de administração de centenas de músicas de Joe Strummer, incluindo todos os três álbuns do Mescaleros, bem como o sexto e último álbum do Clash, “Cut The Crap”.

A BMG também serve como gravadora de Dhani, por onde ele lançou seu mais recente trabalho “IN///PARALLEL”. Além disso, a longa associação da BMG com o trabalho de Harrison inclui o lançamento em 2016 do “George Fest: A Night to Celebrate the Music of George Harrison”, o álbum ao vivo com um time de estrelas interpretando canções de toda a carreira de Harrison.

SOBRE A BMG:
Fundada em 2008, a BMG é a quarta maior empresa de música do mundo, o primeiro novo player global no music business na era do streaming e com atuação como gravadora e editora. Nomeada em 2020  como uma das mais inovadoras empresas do mundo segundo a Fast Company, a proposta é agir com justiça e transparência e serviço aos seus clientes artistas e compositores. Os 20 escritórios do BMG em 12 principais mercados de música agora representam mais de três milhões de músicas e gravações, incluindo muitos dos catálogos mais renomados e bem-sucedidos da história da música popular. A BMG é propriedade da Bertelsmann, cujos outros negócios incluem a emissora RTL Group, a Penguin Random House e a editora de revistas Gruner + Jahr. A empresa tem atuação com escritório no Brasil desde 2016. https://www.instagram.com/bmg_br 

 

Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !