De cachorros a aves: cinco pets que têm suas vidas contadas na internet

Durante a pandemia, as buscas por conteúdo relacionado a pets têm registrado recordes e o interesse pelo assunto cresceu 20% em relação ao ano passado nas principais plataformas de pesquisa na internet. Como consequência houve aumento na procura por perfis de animais domésticos também nas principais redes sociais, em especial no formato de vídeos curtos.

Temática pets ganha cada vez mais destaque nas redes sociais com conteúdos no formato de vídeos curtos que trazem leveza e diversão para o dia a dia do brasileiro

São Paulo, novembro de 2021 - Durante a pandemia, as buscas por conteúdo relacionado a pets têm registrado recordes e o interesse pelo assunto cresceu 20% em relação ao ano passado nas principais plataformas de pesquisa na internet. Como consequência houve aumento na procura por perfis de animais domésticos também nas principais redes sociais, em especial no formato de vídeos curtos. 

Esses conteúdos, que começaram muitas vezes despretensiosos, se tornaram um grande sucesso principalmente entre os usuários do Kwai, app de criação e compartilhamento de vídeos curtos. De cachorros a aves, animais carismáticos e inteligentes em estado de fofura vêm angariando um número crescente de seguidores e fãs na plataforma, que passam o dia curtindo vídeos engraçados na busca por momentos de descontração e leveza em sua rotina.

Conheça as histórias de 5 pets que estão bombando no Kwai:


Bolt, Nhoque e Zorro são conhecidos nas redes sociais como “Os Pequenos Príncipes”. Fran e Emily, as mães do trio de cachorros, já atuavam na internet no segmento de viagens, mas tiveram que mudar os rumos do conteúdo que costumavam produzir por conta da pandemia. Foi então que surgiu a ideia de criar um perfil para os cãezinhos e começar a dublá-los.

Emily ressalta que todos os vídeos criados pela dupla retratam a realidade e a personalidade dos seus bichinhos, com o viés sempre voltado para a comédia. “O Zorro é o mais engraçado, o Nhoque o mais manhoso e o Bolt o mais inteligente”, compara Emily. O trio vai para a escolinha, faz atividades, testes e, principalmente, diverte seus seguidores.

A rotina da família foi adaptada para o conforto dos cachorros e todo o conteúdo é feito respeitando o tempo dos três doguinhos. “Não basta ter um bichinho para dar carinho apenas quando chegar do trabalho. É sobre educar, dar atenção. Todo o amor que eles oferecem deve ser retribuído”, ensina Fran. 

As estripulias dos Pequenos Príncipes têm repercutido bastante no Kwai, onde estão presentes desde 2019 e hoje já somam mais de 670 mil seguidores. “O Kwai é uma rede muito bacana. Sentimos que está dando certo por conta do crescimento do nosso perfil, já que o app gera muitos compartilhamentos e visualizações”, relatam as mamães dos pets. “Recebemos diariamente muitas mensagens de pessoas de todas as idades. Valorizamos tanto o apoio quanto o reconhecimento que a plataforma dá aos criadores.”


Pedrinho e Paulinho são irmãos de coração. Cláudia, dona da dupla felina, gosta muito de fotografia e criou um perfil perfil dos dois gatinhos  para deixar registrado os melhores momentos dos filhotes em imagens. Em 2019, a mãe dos pets começou a criar conteúdo em forma de vídeos curtos e, devido ao sucesso da iniciativa, não parou mais.

Os vídeos são totalmente inspirados nas diferentes personalidades de cada um. Pedrinho tem um comportamento mais meigo e quieto, enquanto Paulinho é mais despojado e sem nenhuma timidez. Ambos adoram brincar juntos. Cláudia também gosta de incentivar nos vídeos a adoção consciente. “Para você ser feliz não precisa ter um custo alto. Construir um elo de amor com o seu pet é muito importante para que ele reconheça seu dono como um porto seguro”, diz.

Os gatos não passeiam muito na rua, mas sempre que saem de casa são reconhecidos pelo público que assiste aos vídeos e gera bastante engajamento no Kwai. “Sei do que os seguidores mais gostam, então meus vídeos curtos performam bem na plataforma”, explica Cláudia. “Nos feedbacks que recebo, os fãs contam que gostam de ver os gatinhos em situações fofas e engraçadas, e que esses conteúdos acabam tornando o dia dessas pessoas melhor.”


Layla ganhou um Ring Neck de um amigo criador da espécie em 2017. Na hora em que foi escolher com qual ave ficaria, o que chamou a sua atenção foi aquela que não se furtou a dar uma bicada no seu dedo. Foi essa “ousadia” da ave que ocasionou o amor à primeira vista da dona, que decidiu batizar o pet de Lulu.

Layla conta que essa relação foi sendo construída pouco a pouco. Nos vídeos curtos que produz, Lulu está sempre bastante animado e tem uma energia contagiante. O pássaro fala tão bem que imita até o sotaque da mãe. “Além de tagarelar, ele adora brincar e destruir as coisas", comenta.

O conteúdo viral protagonizado pela ave tem se expandido de forma rápida e em grande escala no Kwai. Em apenas três meses, o perfil de Lulu já conquistou mais de 840 mil seguidores no app. “Assim como o suporte do aplicativo com seus criadores, o público do Kwai é diferenciado das demais plataformas porque costuma responder e interagir acima da média", ressalta Layla. “Fico muito contente porque nosso crescimento no app tem acontecido mais rapidamente do que em outras redes sociais.”

Para quem deseja ser mãe ou pai de um pet como o Lulu, Layla afirma que é preciso ter tempo e dedicação diária, morar de preferência em uma casa (pois o Ring Neck fala muito alto) e colocar o animal como prioridade na sua vida. “É importante conscientizar as pessoas de que não é preciso ter um animal de estimação perfeito. O que vale é a chance de dar amor para qualquer pet”, aconselha.


Thiago e sua mulher, Marcela, sempre tiveram o desejo de ter um golden retriever. Em 2017, o casal finalmente realizou seu sonho e aumentou a família. Hoje, Frederico cumpre um papel além de ser o pet da casa - é um verdadeiro popstar canino. 

Vídeos divertidos com  conteúdos sobre o comportamento e as brincadeiras praticadas pelo cão são publicados da forma mais bem humorada possível. Resultado: mais do que ser famoso na internet, Fred é reconhecido nas ruas.

Thiago gosta de deixar claro nos vídeos que um pet faz parte da família e a vida com cachorro é muito melhor. O dono do Frederico também dá dicas para quem quer se tornar tutor de um animal de estimação, mas ainda não tem certeza. “É necessário estar sempre em busca de conhecimento, e a internet tem muito conteúdo interessante para nos atualizarmos."

No Kwai, o carisma do Fred tem feito o cachorro se destacar no segmento de pets dentro do app. “Vídeos curtos já são uma realidade e quem ainda não aderiu está perdendo tempo”, crava Thiago. “Aqueles que ainda pretendem ser criadores de conteúdo precisam surfar essa onda o mais rápido possível.”


Se o assunto é pegar onda, os labradores Bono e Cacau tem, literalmente, surfado as melhores. O hoje famoso “cão surfista” praticava antes outro esporte aquático: o stand up paddle. Isso porque seu dono, Ivan, havia comprado a prancha para aprender a remar e não esperava que seu pet, com apenas um ano na época, fosse roubar seu lugar - e a cena. “Foi só ele conseguir se equilibrar com as quatro patas que começamos a surfar juntos”, relembra o pai “babão”.

Hoje Cacau, sua filha de 1 ano e meio, está se tornando sua sucessora e já é sucesso no Surf Dog. Nesse mês de novembro será seu primeiro campeonato, em Natal. 

Seus vídeos curtos estão fazendo bastante sucesso porque mostram os hábitos de Bono, Cacau na praia, as ondas que ambos costumam dropar, momentos engraçados com o irmão Bali Bigorna (um bull terrier fora de série) e dicas sobre viagens com cães que definitivamente conquistaram o público do Kwai. “O crescimento foi notável e se deu de forma rápida, até por conta dos conteúdos exclusivos na plataforma”, conta Ivan.

Bono ostenta nos vídeos o destaque que vem obtendo na água. O cachorro já participou de diversas competições e se tornou pentacampeão mundial de surf dog, entrando para o livro de recordes Guinness World Record na categoria do mais longo percurso de stand up. O pet surfista tem até o certificado de cão de serviço - que o identifica como um animal de assistência emocional - e faz trabalho voluntário como cão terapeuta com crianças com câncer.

Ivan sabe que ter um pet demanda trabalho, tempo e dinheiro, mas crê valer a pena. “Os cães precisam gastar energia e é importante que os donos reconheçam isso, mesmo que seja com atividades básicas como caminhada e remada."

Sobre o Kwai

Um dos aplicativos gratuitos mais populares do Brasil, o Kwai permite que o público crie seu próprio conteúdo e compartilhe vídeos online de forma fácil, inclusiva e acessível, em um universo interativo que possibilita a conexão de pessoas. Com a missão de tornar a vida das pessoas mais felizes, o Kwai acredita que todos os pequenos momentos da vida merecem ser compartilhados. O app está disponível nos sistemas iOS e Android, na App Store e no Google Play. Saiba mais em:  kwai.com.

Enviar um comentário

0 Comentários
* Só falta o seu comentário! O autor agradece.

buttons=(OK) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !