Flores Astrais na Brasil Eco Fashion Week - Portal Splish Splash

Recentes

quinta-feira, setembro 23, 2021

Flores Astrais na Brasil Eco Fashion Week

Dando seguimento às pesquisas iniciadas em 2020 sobre a cocriação de vestíveis a partir de náilon de guarda-chuvas recuperados do aterro sanitário por catadores e catadoras da Unidade de Triagem do Campo da Tuca (Porto Alegre), a Trama Afetiva se fortalece como coletivo de cocriação dirigido por Jackson Araujo em parceria com Thais Losso, Jorge Feitosa e Itiana Pasetti, trio de designers-tutores que se empenha em encontrar soluções que garantam à matéria-prima uma vida útil fora do aterro sanitário por meio de peças modeladas com resíduo zero e sem utilização de insumos extras que não seja o próprio náilon utilizado para a construção das roupas.


Coletivo Trama Afetiva lança série de roupas com guarda-chuvas recuperados do aterro sanitário para falar de regeneração da vida e diversidade de corpos e corpas LGBTQ+


Dando seguimento às pesquisas iniciadas em 2020 sobre a cocriação de vestíveis a partir de náilon de guarda-chuvas recuperados do aterro sanitário por catadores e catadoras da Unidade de Triagem do Campo da Tuca (Porto Alegre), a Trama Afetiva se fortalece como coletivo de cocriação dirigido por Jackson Araujo em parceria com Thais Losso, Jorge Feitosa e Itiana Pasetti, trio de designers-tutores que se empenha em encontrar soluções que garantam à matéria-prima uma vida útil fora do aterro sanitário por meio de peças modeladas com resíduo zero e sem utilização de insumos extras que não seja o próprio náilon utilizado para a construção das roupas.


“Sabemos que todo lixo é um erro de design, portanto, estamos evitando uso de elásticos e zíperes, por exemplo, para garantir às peças uma característica lixo zero e que no final da vida útil ela seja facilmente desmanchada e possa ser inserida novamente na cadeia produtiva. Tendo assim roupas circulares, evitando que a peça se torne um lixo novamente”, diz Itiana Pasetti, que faz parte da Trama Afetiva desde sua criação, em 2016, como um coletivo interessado em encontrar soluções para os resíduos da indústria têxtil a partir do upcycling.


Para Jorge Feitosa, que está na Trama Afetiva desde 2018, o principal desafio é a modelagem que não gera resíduos. “É sempre um exercício de muita inteligência e técnica pensar em peças de modelagem que aproveitem totalmente os guarda- chuvas, visto que originalmente eles têm formato circular, em gomos enviesados”.


“Conseguimos retirar 103 guarda-chuvas do aterro sanitário em apenas uma só peça, um maxipullover”, celebra Thais Losso, a designer que estreou na Trama Afetiva em 2020, e traz para o grupo um desafio que já começa a se estabelecer como meta: o crochê e o tricô a partir da transformação de guarda-chuvas em tiras a serem utilizadas nas técnicas de manualidades, acrescentando ao processo regenerativo o lado humano do fazer artesanal brasileiro.

 

“Dessa vez, buscamos criar peças menos conceituais do que as lançadas em 2020 na Brasil Eco Fashion Week. Nosso objetivo é colocar as peças para venda por meio de lote, uma prática já aplicada pela Revoada, plataforma criativa de soluções para resíduos dirigida por Itiana Pasetti, que traz para o núcleo criativo da Trama Afetiva, suas pesquisas sobre o náilon de guarda-chuvas, abrindo sua nailónteca para novas soluções a partir das nossas técnicas colaborativas”, revela Jackson Araujo, diretor criativo da Trama Afetiva.


A Coleção Flores Astrais é um dos três projetos selecionados pelo Colabora Moda Sustentável (@colaboramodasustentavel), plataforma de colaboração formada por cerca de 100 lideranças e 60 organizações da moda brasileira, para receber um Recurso Semente. O programa apoia projetos independentes que têm como intuito a construção de uma moda mais justa e ética.


Para apresentar a coleção FLORES ASTRAIS por meio de fashionvideo dirigido por Beni Blazquez, um grupo de pessoas LGBTQ+ foi convidado para interpretar uma gang que realiza o ativismo regenerativo por meio do amor e da celebração das diferenças.


"Mais que resistir e apenas sobreviver às violências, queremos propagar o direito LGBTQ+ de existir também pela potência da alegria, do direito de cantar, brincar e dançar, na vida e no audiovisual. É uma celebração da nossa existência”, conceitua o diretor.


Estrelando o video estão: Ana Giselle (@atransalien), DJ, modela e performer ativista do movimento T. Criadora e diretora do festival multimídia Marsha; Pietro Dal Monte (@pietro.dalmonte), ator, cantor e dançarino do teatro musical, atualmente em cartaz com "Bullying, O Musical”; Puri Yaguarete (@puriyaguarete), transmuleke, ator/performer, circense, dançarino de Vogue; Arara Xestal (@araraxestal), artista, performer, aprendiz da @escoladeteatro e tarólogo criador do perfil @otarotsabe, ativista queer do corpo gordo; Zeca Gerace (@geracezeca), artista visual e diretor de arte de experiências imersivas; Michelle Maus (@transvegana), travesti, mestra em Têxtil e Moda pela EACH-USP e tecnóloga em Design de Moda. Fundadora do projeto Botão de Flor, que visa inserção social de mulheres transexuais e travestis em situação de vulnerabilidade social; Sioduhi (@sioduhi), estilista, costureiro e ativista pelos direitos e visibilidade dos indígenas LGBTQ, diretor criativo da marca Sioduhi Studio (@sioduhistudio); Jorge Feitosa (@jfjorgefeitosa), costureiro da marca que leva seu nome e designer-tutor da Trama Afetiva; Nana Wharton (@nanawharton), designer da marca NotoriusBr, de hip hop style; Luana Pontes (@luapontes), designer e CEO da agência Cherry Plus, especializada em moda e beleza, e Dani Nakamura (@exexwhy), modelo, female impersonator, beauty- artist e estilista.


A direção de movimento é de Clarice Lima (@claricelimao) e Isis Vergilio (@isisvergilio). Quem assina a beleza é Carlos Carrasco (@ccarrasco01).

 


FICHA TÉCNICA FLORES ASTRAIS

 Estrelando: Ana Giselle (@atransalien),

 Pietro Dal Monte (@pietro.dalmonte),

 Puri Yaguarete (@puriyaguarete),

 Arara Xestal (@araraxestal),

 Michelle Maus (@transvegana),

Sioduhi (@sioduhi),

Nana Wharton (@nanawharton),

Zeca Gerace (@geracezeca),

Jorge Feitosa (@jfjorgefeitosa),

Luana Pontes (@luapontes) e

Dani Nakamura (@exexwhy)

Direção criativa: Jackson Araujo (@jacksonaraujo | @trama_afetiva)

Designers: Thais Losso (@thaislosso), Jorge Feitosa (@jfjorgefeitosa), Itiana Pasetti (@itianapasetti)

 Tricôs: Cordélia Lanas (@cordelialanashandamde)

Direção do video: Beni Blazquez (@benininn) Direção de movimento: Clarice Lima (@claricelimao) e Isis Vergilio (@isisvergilio)

Direção de arte: Zeca Gerace (@geracezeca) e Renan Cavichiolli (@renan_cavichioli)

Beauty-art: Carlos Carrasco (@ccarrasco01)

Fotos: Beni Blazquez com direção de arte de Zeca Gerace

Agradecimentos: Marcio Banfi, Casa Juisi, Caio Gobbi, Publica e Cooperativa de Trabalho e Reciclagem Campo da Tuca (COOPERTUCA)


Sobre TRAMA AFETIVA

Somos uma plataforma de convergência e pesquisa de estudos em design sobre inovação para resíduos têxteis atuando em parceria com o coletivo Revoada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário