O que muda com as novas regras para o marketing jurídico? - Portal Splish Splash

Recentes

terça-feira, julho 06, 2021

O que muda com as novas regras para o marketing jurídico?

Se um dia a publicidade foi sinônimo de promoções com ênfase no preço ou uma tentativa de convencer pelo cansaço, hoje ela é um braço fundamental do marketing, realiza ações estratégicas e baseadas em dados – com foco no engajamento voluntário do público-alvo. Sim, a sociedade mudou e se esse cenário vale para qualquer setor – não seria diferente no contexto jurídico.


Live organizada pela Smartcom Inteligência em Comunicação traz convidado especial da Andersen Ballão Advocacia para discutir insights para o bom uso da comunicação no setor


Se um dia a publicidade foi sinônimo de promoções com ênfase no preço ou uma tentativa de convencer pelo cansaço, hoje ela é um braço fundamental do marketing, realiza ações estratégicas e baseadas em dados – com foco no engajamento voluntário do público-alvo. Sim, a sociedade mudou e se esse cenário vale para qualquer setor – não seria diferente no contexto jurídico.


Esse é o tema do bate-papo que tratará sobre “O que muda com as novas regras do marketing jurídico?” a ser realizado pela página no Instagram da @SmartcomOficial dia 8 de julho, às 19h. As mudanças em curso para a utilização das divulgações em redes sociais e em outros meios de comunicação de escritórios de advocacia serão discutidas pelo advogado especializado em Direito Público Rafael Ferreira Filippin, do escritório Andersen Ballão Advocacia, e a jornalista Silvana Piñeiro Nogueira, diretora da Smartcom Inteligência em Comunicação, que coordena a assessoria de imprensa e o gerenciamento de perfis e páginas oficiais nas redes sociais de escritórios grandes e pequenos de todo o país. A mediação será realizada por Rafaela Tavares, especialista em social media jurídica da Smartcom.


“As novas normas abrem oportunidades para os escritórios de advocacia se comunicarem e construírem as suas reputações por meio de temas de interesse público. É, inclusive, uma forma oferecer esclarecimento e combater as fake news, por meio de informações precisas, vindas de especialistas do setor. No entanto, é preciso saber usar a comunicação de forma estratégica e integrada”, avalia Silvana Piñeiro.


O advogado Rafael Filippin conta que já viu diversos casos de colegas representados em tribunais de ética por causa de práticas comunicativas. “Existia um tabu de que advogados não deveriam  divulgar o seu trabalho, mas isso já mudou. O que falta ainda é um padrão, para que os profissionais tenham segurança ao se comunicar. O novo provimento que o Conselho Federal da OAB está analisando parece resolver esse problema.”, finaliza o advogado.


SERVIÇO:

O que muda com as novas regras do marketing jurídico?

Live pelo IG @smartcomoficial

Dia 8 de julho, às 19h

Com Rafael Ferreira Filippin, advogado e coordenador do Departamento de Direito Público da Andersen Ballão Advocacia e Silvana Piñeiro Nogueira, diretora da Smartcom Inteligência em Comunicação. Mediação de Rafaela Tavares, social media.


Sobre a Smartcom: Agência de comunicação sediada em Curitiba, a Smartcom oferece serviços de gerenciamento e conteúdo para redes sociais, assessoria de imprensa internacional, design, endomarketing e auditoria de posicionamento interno e externo. Com braços na Alemanha, Argentina e no interior do Paraná, além de profissionais de comunicação qualificados, garante a conexão entre os pontos envolvidos no segmento do Business to Business, que envolvem newsletters, revistas institucionais internas e externas, informativos, bem como ações de relacionamento individualizado com influenciadores digitais e da mídia. O portfólio de clientes é composto por companhias das áreas de Papel e Celulose, Tecnologia, Meio Ambiente, Saúde, Cultural, Terceiro Setor, Alimentação, Automotivo, Comércio e Indústria, Trânsito & Transporte e Direito.


Sobre a Andersen Ballão Advocacia – Fundado em 1979, o escritório atua na prestação de serviços jurídicos nas áreas do Direito Empresarial e Comercial Internacional. Também possui sólida experiência em outros segmentos incluindo o Direito Tributário, Trabalhista, Societário, Aduaneiro, Ambiental, Arbitragem, Contencioso, Marítimo e Portuário.  Atende empresas brasileiras e estrangeiras dos setores Agronegócios, Automotivo, Comércio Exterior, Energias, Florestal, Óleo e Gás, TI, e Terceiro Setor, dentre outros. Com a maioria dos especialistas jurídicos fluente nos idiomas alemão, espanhol, francês, inglês e italiano, o escritório se destaca por uma orientação completa voltada para a ampla proteção dos interesses jurídicos de seus clientes.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário