Esperança e Vitória: Olimpíadas Especiais Brasil comemoram 34 anos - Portal Splish Splash

Recentes

quinta-feira, julho 15, 2021

Esperança e Vitória: Olimpíadas Especiais Brasil comemoram 34 anos

 

Olimpíadas Especiais Brasil: 34 anos de existência


Entre as ações estão o Festival de Artes, que engloba um encontro virtual com atrações ao vivo e uma mostra que ficará dois meses disponível na plataforma online


O mês de julho é marcante para a Special Olympics Internacional - organização mundial sem fins lucrativos que atende, desenvolve e capacita pessoas com deficiência intelectual por meio do esporte. Isso porque ela completa 53 anos de atividade em mais de 200 países e, no Brasil, 34 anos.


As Olimpíadas Especiais Brasil (OEB) entram em clima de celebração com diversas atividades no período, sendo a mais abrangente delas seu 1º Festival de Artes das OEB, que tem como objetivo estimular a arte e as habilidades naturais entre os atletas, visando um intercâmbio de informações para proporcionar seu desenvolvimento criativo e cultural.


A programação conta com um Show de Talentos, que acontecerá online no dia 30 de julho, às 19h, no qual os atletas poderão apresentar performances de dança, música, teatro poesia e cinema, ao vivo ou por meio de vídeos previamente gravados, além das participações especiais de artistas convidados, tudo sendo transmitido pelo YouTube. Além disso, os que preferem artes visuais poderão participar da Mostra Olimpíadas Especiais que recebe em seu site trabalhos como pinturas, esculturas, HQs, fotografias, artesanatos e trabalhos manuais, e fica disponível para visualização durante os meses de agosto e setembro de 2021. As inscrições podem ser feitas por todos os atletas cadastrados nas OEB.


Outra importante ação comemorativa no Brasil é o lançamento do livro “Escolas Unificadas: Faça parte dessa história”. Fernanda Schacker Machado, graduada em Design Gráfico, palestrante, ativista pela inclusão e escritora (vencedora do prêmio Cromossomo 21- Literatura e Inovação) participa de uma live no dia 14 de julho, às 18h30, com Rafael Fiuza Cislaghi, Diretor Escolas Unificadas Olimpíadas Especiais Brasil e responsável pela organização do livro, para falar um pouco sobre a trajetória do programa e sobre o exercício da escrita. O evento será transmitido no YouTube das OEB.


E ainda, também na linha de exibições, as OEB, após um Tour Virtual pelos Jogos Mundiais, deram início ao projeto do Museu das Olimpíadas Especiais Brasil, que deve ser lançado virtualmente em julho de 2022, construído com base em depoimentos e com a documentação reunida pelos próprios atletas e voluntários, de maneira a reconstruir a trajetória do movimento.

                  

Olimpíadas Especiais Brasil


Projeto global sem fins lucrativos, a Special Olympics é um movimento mundial centrado no desporto, fundado em 1968 por Eunice Kennedy Shriver – irmã do 35° presidente dos Estados Unidos John F Kennedy. Trata-se de uma organização internacional criada para apoiar pessoas com deficiência intelectual a desenvolverem a sua autoconfiança, capacidades de relacionamento interpessoal e sentido de realização por meio do esporte.


Acreditada pela Special Olympics International, as Olimpíadas Especiais Brasil atuam nas seguintes modalidades esportivas: atletismo, águas abertas, basquete, bocha, ciclismo, futebol, natação, handebol, ginástica rítmica, tênis, tênis de mesa, vôlei de praia e judô, além dos Programas: APLs (Atleta Líder), Escolas Unificadas, Atletas Saudáveis, Atletas Jovens, MATP (Programa de Treinamento em Atividade Motora) e Famílias. Tendo o país quase seis milhões de pessoas com deficiência intelectual, as Olimpíadas Especiais Brasil possuem 32 mil atletas treinando e 25 mil competindo durante todo o ano.


Filosofia


A Special Olympics tem como filosofia dar oportunidade a todos os atletas, independente do nível de habilidade, promovendo diversas competições, nas mais diferentes regiões do mundo, durante todo o ano. O programa é conduzido por voluntários e por meio de treinamentos esportivos e competições de qualidade, melhora a vida das pessoas com deficiência intelectual e, consequentemente, a vida de todas as pessoas que as cercam.


"Vocês são as estrelas que o mundo está observando. Com suas presenças vocês enviam uma mensagem a todos os povos, cidades e nações. Uma mensagem de esperança. Uma mensagem de vitória."

Eunice Kennedy Shriver, filantropa fundadora da Special Olympics International (1921-2009)


Um comentário: