Novidades

sábado, março 13, 2021

CNN revela com exclusividade os bastidores das negociações entre Butantã e chineses pela Coronavac

No próximo domingo, dia 14/03, às 19h15, o programa “CNN Séries Originais”, comandado pelo jornalista Evaristo Costa, inicia a exibição da nova série: “1 Ano de Pandemia”.


Profissional do Instituto Butantã no trabalho de descoberta da Coronavac _ Divulgação _ CNN


No próximo domingo, dia 14/03, às 19h15, o programa “CNN Séries Originais”, comandado pelo jornalista Evaristo Costa, inicia a exibição da nova série: “1 Ano de Pandemia”.


O primeiro episódio, denominado ‘A Descoberta da Vacina’, mostra, após um ano de pandemia, como foi a corrida de cientistas de todos os cantos do mundo que abdicaram de suas vidas em busca de uma solução para a COVID-19.


A nova série da CNN revela, com exclusividade, como foi essa corrida pela vacina no Brasil e faz um mergulho na história da descoberta da Coronavac, sob o ponto de vista dos profissionais do Instituto Butantã diretamente envolvidos nesse processo.


O que todo mundo já sabe é que a Coronavac foi desenvolvida em parceria com um laboratório chinês e foi a primeira vacina contra a Covid-19 a ser aplicada no Brasil, mas o documentário produzido pela equipe de reportagens especiais da CNN vai além e mostra o que está por trás das negociações entre Butantã e os chineses, a rotina dos negociadores e os bastidores de como tudo aconteceu.


"A gente tinha muita reunião no domingo à noite, porque domingo à noite, às 20h30, já era manhã na Sinovac", diz um dos funcionários do Butantã sobre o laboratório farmacêutico que desenvolveu a Coronavac.


A vacina foi desenvolvida por cientistas que desafiaram o desconhecido. "Doença nova, a gente não conhece. Nós estamos conhecendo a história natural da COVID-19", completou o funcionário.


Outro profissional do centro de pesquisa, localizado no bairro do Butantã, na zona oeste da cidade de São Paulo, disse que foi um ano lutando contra as mentiras e a desinformação.  “Ainda bem que a gente conseguiu superar isso, inclusive nossos limites. São vários momentos aqui dentro que a gente tem essas emoções, ansiedades”, revelou emocionado.


Por trás dos números de eficiência da Coronavac, estão cientistas com dores e angústias reais. A equipe de reportagem da CNN Brasil conversou com um dos cientistas, que confidenciou um momento de muita emoção em uma das reuniões com os chineses. "Comecei a chorar na frente da câmera, e na minha hora de falar. Comecei a chorar, respiração ofegante, e desliguei, sai da reunião e desmanchei ali", contou.


Os repórteres do “CNN Séries Originais” perguntaram para um dos chefes do Instituto Butantã sobre o sucesso do resultado da Coronavac. "A gente fez o trabalho que tínhamos que fazer. Não somos heróis, não estamos fazendo além da nossa obrigação, na posição em que estamos, na instituição em que estamos. Tentando fazer o melhor nessa circunstância, acho que ninguém pediu para estar nessa pandemia", respondeu.


O programa “CNN Séries Originais” deste domingo (14) também exibe o quarto episódio da série “Roubos Históricos” e, em uma narrativa de tirar o fôlego, conta em detalhes o roubo ao Banco Central de Fortaleza e o quanto esse caso ‘inspirou’ outros. A equipe do canal mostra como a polícia conseguiu prender os criminosos que levaram 164 milhões de reais depois de um dia de ação – os bandidos entraram no cofre na sexta e saíram no sábado.


O documentário revela que as escavações duraram cerca de três meses e foram planejadas com seis meses de antecedência. Depois que os criminosos cavaram um túnel de 80 metros para chegar até o subsolo do local, chegando até lá com o auxílio de uma britadeira, romperam o chão do cofre. “Você olhando para dentro do buraco, você percebia que tinha mais ou menos uma camada de pelo menos um metro de concreto e ferro, que estava tudo cortado", conta um policial.


“Eles tiraram três toneladas e meia de dinheiro em nota de 50”, diz um policial federal. “Nunca vi tanto dinheiro na minha vida junto”, diz outro. 


Os repórteres da CNN entrevistam o primeiro policial a entrar no túnel: “a minha primeira reação foi de entrar pelo buraco e ver o que é que tinha lá”, conta ele. 


A polícia não demorou para descobrir que os assaltantes tinham informações privilegiadas de dentro do banco. E sabiam onde o túnel deveria chegar: “quando a gente viu a localização da saída do buraco em relação à caixa forte, a gente logo suspeitou que alguém tinha passado qual seria o local ideal para ele sair”, declarou.


Na sequência do furto, uma série de acontecimentos desafiaram a polícia. O episódio mostra como ocorreram as fugas espetaculares, a mobilização da Polícia Rodoviária Federal, as execuções, quais foram os principais erros dos criminosos, quem são os integrantes da quadrilha, para onde o dinheiro foi levado e onde estão os criminosos atualmente. 


Sobre a CNN Brasil

A CNN Brasil é conduzida pelo grupo brasileiro de mídia NovusMídia, conforme acordo de licenciamento de marca estabelecido com a CNN International Commercial (CNNIC), que abrange o acesso a certas propriedades, incluindo conteúdo da CNN International. O canal de notícias 24 horas está disponível desde o dia 15 de março de 2020 para assinantes da TV paga, no canal 577, e também nas plataformas digitais.

Em setembro de 2020 lançou a CNN Rádio, em parceria com a Rede Transamérica, para levar conteúdo jornalístico para 196 cidades brasileiras, com alcance potencial de 55 milhões de ouvintes.

Em outubro do mesmo ano criou uma nova unidade de negócios dentro de sua estrutura: a CNN Eventos. Seguindo o modelo consolidado realizado pela CNN americana, o projeto vai realizar fóruns, summits e debates para diversos segmentos do mercado.

Em seu primeiro ano no Brasil, a CNN conquistou 11 dos mais importantes prêmios do setor de comunicação e o reconhecimento do público e do mercado - sendo a empresa de mídia mais premiada do país. www.cnnbrasil.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário