ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

10/16/2020

Portugal País-Parceiro na maior feira mundial da indústria

Portugal será o País-Parceiro da Hannover Messe 2022
 

Portugal será o País-Parceiro da Hannover Messe 2022, considerada a principal feira do mundo para a tecnologia industrial, que se realiza de 25 a 29 de abril de 2022, na cidade portuária de Hannover, na Alemanha.


O anúncio foi feito esta quarta-feira, 7 de outubro, no Ministério da Economia, em Lisboa, pelo Embaixador da Alemanha em Portugal, Martin Ney, na presença do Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, do Secretário de Estado Adjunto e da Economia, João Neves, e do Presidente da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, Luís Castro Henriques.


O Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, assinala que a presença de Portugal no principal palco da indústria mundial surge numa altura em que se debate a reindustrialização da Europa, um processo onde Portugal e a Alemanha terão um papel importante a desempenhar. “A Feira Internacional de Hannover é um palco privilegiado para Portugal demonstrar a excelência da engenharia portuguesa, dos nossos recursos humanos e técnicos, bem como para aprofundar a sua estratégia de fornecedor dos melhores produtos para os mercados internacionais. Esta presença – reforça o Ministro -  assume ainda uma particular importância, uma vez que se trata do setor industrial mais exportador da economia portuguesa”.


Martin Ney, Embaixador da Alemanha em Portugal, sublinha por sua vez que “Portugal é um parceiro essencial” pelo que este convite para participar na Hannover Messe 2022 como País-Parceiro faz todo o sentido face ao estado de desenvolvimento da indústria portuguesa e do seu profundo envolvimento com a indústria alemã. “As empresas alemãs encontram em Portugal talento, inovação, fiabilidade e compromisso com o sucesso. Queremos que a Hannover Messe faça chegar esta mensagem crucial a mais empresas alemãs”.


O Secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, refere que “esta é uma oportunidade única para as empresas nacionais e para o próprio país, uma vez que representará uma montra mundial de afirmação das nossas capacidades de inovação, produção, serviço e talento, ainda por cima numa altura em que estaremos a assistir a importantes processos de relocalização global das cadeias de valor.”


“O governo português e a indústria portuguesa estão, claramente, comprometidos com a transformação industrial e irão desempenhar um papel fundamental no futuro económico da Europa” disse Jochen Köckler, Chairman da Deutsche Messe AG. “A designação de País-Parceiro vai intensificar a cooperação entre empresas portuguesas e alemãs – especialmente nos sectores do fornecimento, software, IT e energia ao mesmo tempo que apresenta a capacidade de inovação de Portugal e oportunidades de investimento a uma audiência global”.


Já o Presidente da AICEP, Luís Castro Henriques, realça a importância de Portugal como País-Convidado na Hannover Messe, uma referência na indústria global: “É o reconhecimento da inovação e qualidade dos produtos portugueses e do talento de Portugal, em especial num mercado exigente como a Alemanha. As empresas portuguesas têm na Hannover Messe uma excelente oportunidade de negócio que a AICEP vai, com certeza, fazer tudo para ajudar a potenciar”.       


A Hannover Messe é o principal ponto de encontro da indústria alemã e mundial e uma referência para as grandes tendências no domínio da indústria. Oferece o palco para a realização de negócios e discussão de sinergias entre o mundo académico e empresarial. É, por isso, uma oportunidade única de afirmação nacional junto dos principais players mundiais da indústria, reforço do envolvimento da Oferta Nacional junto de empresas alemãs e captação de investimento estrangeiro para Portugal num momento em que a inovação e competitividade industrial são temas centrais para o desenvolvimento económico do país.


A participação de Portugal será orientada pelo motto “Portugal Makes Sense” através do qual o nosso país vai demonstrar ser um destino que faz sentido para as empresas industriais que desejem expandir investimento ou fazer o seu sourcing.


A presença portuguesa, marcada por uma forte presença expositiva e contando com múltiplos colóquios e seminários, será focada nos sectores da Metalurgia, Metalomecânica, Energia e Tecnologias Digitais. Estas são áreas onde Portugal e Alemanha têm revelado grande afinidade e um caminho promissor a percorrer com um crescente número de projetos em parceria visando o lançamento de novos produtos.


Sobre a Hannover Messe

HANNOVER MESSE é a feira líder mundial de tecnologia industrial. O tema principal “Transformação Industrial” une as categorias que vão estar em exibição: «Automation, Motion & Drives», «Ecossistemas Digitais», «Soluções de Energia», «Peças e Soluções de Engenharia» e «Future Hub». Os tópicos de referência incluem Inteligência Artificial, produção livre de carbono, plataformas digitais, Indústria 4.0, segurança de TI, engenharia leve e Logística 4.0. Conferências e fóruns completam o programa. A próxima edição acontece de 12 a 16 de abril de 2021 em Hannover, Alemanha. A Indonésia é o país parceiro em 2021.


Sobre o motto Portugal Makes Sense

Portugal Makes Sense é uma marca registada da aicep Portugal Global que serve de mote à participação de Portugal como País-Convidado na Hannover Messe 2022 e expressa as múltiplas razões pelas quais Portugal faz sentido como parceiro de eleição para a indústria alemã.

Pessoas altamente qualificadas, elevado número de Centros de Investigação e Desenvolvimento, qualidade e fiabilidade da Oferta Nacional estão entre as razões que levam a Alemanha a estar entre as principais fontes de investimento estrangeiro em Portugal e entre os principais clientes da indústria portuguesa. Para as empresas alemães Portugal faz sentido porque encontram no nosso país o que precisam para o seu sucesso. Uma afirmação confirmada pelos indicadores da presença alemã. As 574 empresas alemãs instaladas no nosso país geram um volume de negócios de 16 mil milhões de euros anuais e 60 mil postos de trabalho. Entre elas marcas icónicas da indústria automóvel como a Volkswagen Auto Europa, Bosch, ou Preh. A Grohe na indústria dos Materiais de Construção ou a Gabor no sector da Moda. Os investimentos alemães estendem-se também ao sector da energia com a Enercon e a Saertex.

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo